Webcams podem ser hackeadas: cubra a sua

Por , em 23.06.2016

Uma foto postada por Mark Zuckerberg mostra que ele cobre a sua webcam no trabalho. Será que isso significa que todos nós deveríamos fazer o mesmo?

Além de CEO do Facebook, Zuckerberg se envolveu em um pouco de hacking antes de iniciar seu empreendimento com mídias sociais – logo, se ele considera esta uma boa medida de segurança, é porque é.

webcam2

Aliás, o diretor do FBI, James Comey, disse que faz o mesmo.

Por quê?

Porque webcams podem ser, e já foram, hackeadas. Até o próprio FBI (e provavelmente outras organizações policiais em todo o mundo) invade os computadores das pessoas e acessa suas webcams para fins de vigilância.

Não há nada que impeça alguém de fazer isso com você.

Como funciona

Existem dois tipos principais de webcams: webcams conectadas à internet e webcams conectadas ao computador.

As conectadas à internet tipicamente fazem isso via Wi-Fi. A maioria tem seu próprio endereço IP, que permite o acesso remoto de qualquer lugar do mundo. Para acessar a câmera, hackers precisarão de uma senha. Infelizmente, essas webcams muitas vezes vêm com senhas padrão fracas, e muitas pessoas não as alteram.

Um relatório de 2014 feito pela Naked Security revelou que, na época, 73.000 webcams conectadas à internet eram acessíveis simplesmente colocando a senha padrão. Logo, se este for o seu caso, altere sua senha imediatamente para algo mais forte.

Já as webcams conectadas por computador são um pouco mais difíceis de se hackear, mas não impossíveis. Estamos falando das câmeras construídas dentro dos computadores (geralmente acima da tela) ou conectadas via USB.

Os hackers podem acessar essas câmeras através de malwares. Se você acidentalmente clicar em um link ou baixar o arquivo errado, pode dar acesso a uma pessoa mal intencionada. Pior, muitas vezes este tipo de malware pode até mesmo desativar a luz LED da câmera, então você nunca saberá que ela foi hackeada só de olhar para ela.

Solução simples

Se você não quer que as pessoas vejam tudo o que acontece a sua volta enquanto você não está consciente disso, o único método infalível de se proteger é colocar uma barreira física sobre a sua webcam.

Ou seja, é simples: cubra-a quando não a estiver usando.

Vale lembrar que a câmera do seu smartphone também pode ser hackeada. Mas essa é uma preocupação menor, pois, quando você não está usando seu telefone, provavelmente o deixa em um bolso, bolsa ou virado para cima ou para baixo sobre uma mesa. Isso significa que é menos desejável para hackers invadir smartphones, já que é muito menos provável que você esteja em uma posição comprometedora na frente da câmera. Além disso, hackear câmeras de smartphones é uma tarefa mais difícil do que as de computadores.

Então, a dica aqui é simplesmente estar alerta de que existe tal perigo. [Mashable]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,33 de 5)

2 comentários

  • Rua:

    Qualquer estudante de ti sabia disso mesmo antes das denúncias de 2013. Mesmo depois delas, é preciso uma celebridade aparecer fazendo…

    • Matheus:

      Na verdade, qualquer um que leia notícias ou que tenha qualquer familiaridade com internet sabe disso.

Deixe seu comentário!