QI não é estático, e pode melhorar ou piorar na adolescência

Por , em 20.10.2011

Uma nova pesquisa afirma que a capacidade mental de adolescentes pode melhorar ou piorar em uma escala muito maior do que se pensava anteriormente.

Até agora, a suposição era de que a capacidade intelectual, medida pelo QI, ficava completamente estática durante a vida.

No entanto, testes realizados em adolescentes com idade média de 14 anos, e depois repetidos quando a idade média era de 18 anos, encontraram tanto melhorias quanto deterioração nos QIs.

O estudo envolveu 19 meninos e 14 meninas. Todos passaram por uma combinação de imagens cerebrais e testes de QI verbais e não verbais em 2004 e, em seguida, em 2008.

Os resultados mostraram que uma mudança no QI verbal foi encontrado em 39% dos adolescentes, com 21% mostrando uma mudança na “performance QI” – um teste de raciocínio espacial.

Os resultados são considerados válidos, pois pela primeira vez, as variações no QI foram correlacionadas com mudanças em duas áreas específicas do cérebro dos adolescentes.

Um aumento no QI verbal correspondeu com um crescimento na densidade da parte da esquerda do córtex motor, uma região ativada durante a fala.

E um aumento do QI não verbal foi relacionado com um aumento na densidade do cerebelo anterior, uma área associada com os movimentos da mão.

“Os resultados podem ser encorajadores para aqueles cujo potencial intelectual pode melhorar, e um aviso para os empreendedores iniciais, que podem não manter o seu potencial”, disse a pesquisadora Cathy Price.

Segundo Price, nós temos uma tendência de avaliar crianças e determinar o curso da sua educação relativamente cedo na vida.
O novo estudo mostra que sua inteligência provavelmente ainda esteja em desenvolvimento em uma fase inicial.

“Temos que ter cuidado para não ‘prever’ performances mais pobres em uma idade adiantada, quando na verdade o QI da criança ainda pode melhorar significativamente em mais alguns anos”, argumenta Price.

A pesquisa não buscou compreender as causas das mudanças. Uma explicação possível é que os adolescentes amadurecem em idades relativamente diferentes – com desenvolvedores mais rápidos e outros mais lentos -, enquanto os padrões relativos de educação podem desempenhar um papel também.

Pesquisas futuras podem se concentrar em quão adaptável o cérebro pode ser depois da adolescência, e nas implicações para a abordagem das doenças mentais e outras doenças neurológicas.[BBC]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 4,00 de 5)

19 comentários

  • João:

    Até os onze anos eu não entendia patavina de Matemática. De repente aos doze anos tudo mudou, da água pro vinho.

  • Gustavo J C. S.:

    Como se mede o QI? Existe um especialista pra isso? fiquei com vontade de fazer o teste..

  • Danibyo:

    Com certeza o QI é medido pela capacidade de aprendizado,pela forma de encararmos e, compreender a vida ao nosso ponto de vista, é todo conhecimento científico e social que temos e também as nossas aptidões! Para aprendermos alguma coisa importante como a música por exemplo…temos que gostar de ouvir boas músicas.Qualquer arte que estudarmos precisamos nos empolgar e amar o conhecimento. esta é a verdadeira chave do conhecimento intelectual (QI). Mas também não é o mais importante…Vejamos os heróis e vilões que viveram em toda História humana! Citamos Napoleão como exemplo…tinha um QI de 160 pontos mas botou fogo na biblioteca de Alexandria no Egito. Pra que tanta inteligência e não saber usá-la adequadamente? Claro que o que é mais importante é o QE (consiênte emocinal)para poder equilibrar nosso conhecimento e pensar duas vezes antes de fazermos alguma besteira! O QE é que nos faz Humanos de verdade,não pensado com egoísmo e em nós mesmos! Abraços fraternos a todos!

  • eduardo:

    Já tá mais do que provado que o cérebro é “elástico”, ou seja, novas redes de neurônios podem ser geradas a partir de exercícios mentais, tais como aprender algum instumento musical, um novo idioma, jogar Assassin’s Creed, etc…
    É claro que nem tudo são flores e precisamos praticar sempre para que novas sinapses possam “nascer”…..

  • Igor:

    A inteligência de cada indivíduo é influenciada pela vivência cotidiana de cada um, na pesquisa não falam nada sobre como foi o esse ambiente, será que os adolescentes são todos da mesma escola, região, país… Sem falar das multiplas inteligências, onde muitas vezes desenvolvemos mais um lado do que outro. Contudo acho válida a pesquisa e concordo que temos diferentes niveis de aprendizagem em diferentes fases da vida.

  • smx:

    Muito gente vê o QI como teste determinante pra ser inteligente.Ledo engano xD

  • luciana:

    EU ja sabia , pois ALBERT EINSTEM até aos 14 anos de idade era burro, não gostava de estudar, ficou reprovado várias vezes. depois deu no que deu, um gênio.

    • Glauber:

      Einstein não era burro na infância, isso é um mito. Einstein era um dos melhores alunos de sua classe durante todo o período escolar, tirando praticamente só notas “4” (que na escala alemã daquela época, de 1 a 4, era a nota mais alta), o que levou os americanos a acharem que se tratavam de “D”s (nas escolas americanas, as notas vão de A a F, em uma escala contrária à alemã). Mas Einstein, apesar de tímido, estudava derivadas e integrais com 12 anos.

    • Einstein:

      Assino em baixo:-)

  • Anonimo:

    Isso mostra indefinidamente o quão importante deve ser a base educacional de um cidadão e os estímulos que ele recebe na infância Jogue fora sua televisão. Televisão é uma doença. Você está sendo enganado por políticos e grandes corporações cada segundo que esta com bunda no seu sofá vendo essa merda alienatória.

  • MM:

    Muito relevante isso…
    Agora existem dados que podem comprovar o que já tinhamos certeza que existira.

  • carlos:

    eu preciso ver os 3 primeiros comentarios…

  • carlos:

    a capacidade humana é muito relativa.

  • Suelio:

    No entanto, se não houver uma significativa evolução na educação brasileira, o que iremos ver no futuro serão jovens(20+) burros?
    Só aumenta ainda mais a diferença social, intelectual.

  • Shannon Ballanne:

    Quando a mentalidade encontra suporte consistente para reflexões ela alcança performances extraordinárias; é o caso dos que acessam textos de qualidade como os que vemos neste site, e em blogs como Clube Natureza Gleam.

  • Anderea:

    Agora eu pensei com essa informação será que um dia sociedade vai modificar a evolução por que se pensar bem na infancia a escola etc etc onde as pessoas usam sua capacidade mental bem mais que no resto da vida não tou dizendo todos porque a empregos como engenheiro,matematico,professor etc que usam bastante o celebro
    mais é fato que a gente pode sim um dia ser mais intelligente nessa parte da vida pela nessecidade (nem eu concordo tanto nisso tirem suas proprias conclusões)
    desculpe por qualquer erro de portugues porque ele NÃO É MEU FORTE.

  • eset:

    significa que ainda posso deixar de ser burro!

  • 3dx:

    quando eu tinha 9 anos meu QI era de 102, agora acho que aumentou um pouco(espero q sim), pois aprendi coisas novas e interessantes:)

Deixe seu comentário!