Smartcars: próximos carros devem vir com tecnologias dos smartphones

Por , em 25.10.2010

Hoje em dia, os carros podem ser equipados com todo o tipo de acessórios e tecnologia que interessar ao consumidor. Agora, um crescente número de montadoras, como a Ford e a General Motors, está criando sistemas que acoplam telas touchscreen cheias de aplicativos no painel dos carros. Ou seja: seu próximo carro pode ser um smartphone, ou smartcar, se preferir.

Os carros poderão vir equipados com a capacidade de atualizar status em redes sociais por comando de voz, e navegar na internet a partir do assento do motorista.

A Ford tem sido líder nesse campo da tecnologia, com sistemas como o “MyFord Touch”, em que celulares, tocadores de MP3, rádio e ferramentas de navegação podem ser controlados por voz ou usando uma tela de LCD no painel. O MyFord Touch também tem um receptor Wi-Fi embutido, que cria um ponto em que a internet fica acessível dentro do veículo.

No final deste ano, a Ford planeja lançar o “App Link”, um sistema de controle de voz que vincula aplicativos do smartphone do motorista ao carro em alguns modelos, por exemplo, Android, BlackBerry e iPhone. Também o Windows Phone 7 poderá ser vinculado até o final de 2011. Essa tecnologia estará disponível em 80% dos veículos Ford dentro de cinco anos.

A General Motors também quer agrupar o smartphone em uma atualização do seu sistema “OnStar”. As melhorias são projetadas para ir atrás da sincronização, que tem sido um sucesso na Ford, especialmente entre os mais jovens. Versões futuras do sistema podem incluir a capacidade de atualizar o status do Facebook, uma rede social, e enviar mensagens de texto por comando de voz.

Já a Microsoft e a Kia Motors se uniram para criar o UVO, uma tela com sistema de voz ativado que permite que os motoristas façam chamadas, enviem mensagens de texto, mudem estações de rádio e preparem suas listas de música.

No início deste ano, a Pioneer lançou uma aparelhagem de som melhorada, que integra mapas, o site de música Pandora e outros aplicativos que permitem que dispositivos como iPods e computadores se conectem.

Todos os fabricantes alegam que estes sistemas são uma maneira mais fácil e segura para que os motoristas façam o que muitos deles já fazem: falar ao telefone ou usar seus smartphones enquanto dirigem.

Porém, especialistas em segurança não estão completamente convencidos de que esses sistemas seriam seguros. Apesar do dispositivo, que não precisa de mãos, remover parte do perigo de usar telefones celulares ao dirigir, ninguém sabe como esses sistemas vão afetar a forma como as pessoas se comportam no trânsito.

Eles afirmam que com estes aplicativos vêm também mais oportunidades para os motoristas se distraírem. Você pode não precisar mexer no dispositivo, mas, por exemplo, uma conversa em si já parece ser uma parte importante da distração. Não há nenhuma evidência que esses sistemas aumentem a segurança no trânsito.

Os especialistas dizem que é difícil afirmar o papel exato que os smartphones têm nos acidentes de trânsito, uma vez que muitos deles são causados por mais de um fator. No entanto, órgãos de trânsito dizem que o uso do telefone celular, seja um aparelho convencional ou integrado ao carro, piora o desempenho do motorista.

A defesa dos montadores de carro é que os novos motoristas já estão falando ao telefone e mandando mensagens enquanto dirigem. Qualquer coisa que pode tornar isso mais seguro é uma coisa boa. Mesmo assim, há planos futuros para que os sistemas incluam a capacidade de navegar na internet, por exemplo, somente quando o veículo estiver estacionado.

Outro argumento dos fabricantes é que a falta de atenção no trânsito não é um fato novo, causado por essa nova tecnologia eletrônica. Eles dizem que os motoristas que usam seus telefones no trânsito podem ser o tipo de motorista que também se distrai com outras coisas. Só o que eles procuram é inventar novas formas de trazer mais conforto e segurança. [CNN]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

1 comentário

  • ligodracir:

    Daqui a uns anos sentamo-nos no carro, dizemos-lhe qual o destino e o carro vai sozinho em modo auto-piloto, e aí já poderemos usufruir da net, celular e outras aplicações como jogos, entre outras.
    Acho bem que introduzam esses aplicativos com comandos de voz, porque as pessoas não vão simplesmente deixar de usar o celular, enviar sms´s ou usar o GPS ou o rádio, enquanto conduzem.

Deixe seu comentário!