Eu quero todos estes 7 bizarros veículos pessoais

Por , em 21.02.2018

Um dos maiores desafios do mundo moderno é encontrar alternativas de transporte eficazes, baratas e que produzam o mínimo possível de poluição para nossas cidades cada vez maiores. Ideias não faltam, mas às vezes elas acabam ultrapassando a barreira do inovador e chegam no campo do bizarro. Aqui estão sete alternativas para o transporte individual de pessoas que podem não ser as melhores que existem, mas com certeza são, no mínimo, curiosas.

7. Blizwheel ESkates – rodas nos pés


Rodas nos pés! Como ninguém teve essa ideia antes? É mais ou menos isso o que consiste este dispositivo. Do lado de fora, o Blizwheel ESkates parece um conjunto de pratos de jantar amarrados aos seus tornozelos, mas, por dentro, há toda uma mecânica intrincada envolvida, incluindo uma roda motorizada com piso de borracha sólida, uma plataforma dobrável para os pés e um conjunto de estabilidade para as rodas.

10 formas de transporte futuristas que podemos ter em breve

Ele atinge a velocidade máxima de 24 km/h e cada carga dura cerca de 24 km. Estes patins de rolagem elétricos podem ser controlados através de um dispositivo no dedo de quem pilota, que acelera à medida que o usuário dobra o dedo e desacelera quando ele o estica. O custo é de 569 dólares (cerca de R$1.800).

6. Üo scooter – uma única bola giratória


Quanto mais você reduz a quantidade de rodas em um veículo, mais habilidade de equilíbrio precisa ter o piloto. Para compensar isso, desenvolvedores já criaram vários mecanismos de auto-equilíbrio para evitar quedas. Um exemplo extremo disso é o trabalho manual do engenheiro elétrico alemão Olaf Winkler.

Seu Üo scooter não tem rodas. Em vez disso, o dispositivo possui uma única bola de borracha, que mantém o piloto em movimento graças a um conjunto de rodas omni motorizadas que a mantem girando na direção desejada. A aceleração, o freio e as curvas são controladas tanto pela inclinação quanto por um pequeno joystick em cima do cabo que acompanha o veículo. Como o Blizwheel ESkates, o Üo não conseguiu atingir seu objetivo de financiamento no site de financiamento coletivo Kickstarter.

5. Longboardstroller – adrenalina em família


Um carrinho de bebê misturado com um skate não é uma ideia terrível, certo? Afinal, o que pode dar errado? Bom, muitas coisas. Por isso, não sem surpresas, os desenvolvedores do Longboardstroller receberam várias críticas e dúvidas de seus potenciais clientes sobre a segurança do seu dispositivo.

Eles responderam com “múltiplas inovações de segurança”, incluindo uma barra de pára-choques acolchoada e um freio de mão. Isso ainda pode não ser suficiente para alguns, mas os moradores europeus interessados ​​em dar um passeio com seus filhos com um pouco mais de adrenalina podem encomendar um Longboardstroller através do site da empresa Quinny por 745 dólares, cerca de R$ 2400.

4. GoTube – a scooter tubular


Várias das ideias a respeito de transporte individual envolvem scooters elétricas dobráveis. Uma das mais eficientes é o GoTube. O dispositivo pode atingir 16 km/h e tem um alcance 12 km e a capacidade de superar inclinações de 10 graus. O GoTube conseguiu atingir seu objetivo no Kickstarter após seu lançamento, em dezembro de 2016.

10 veículos maravilhosamente bizarros do século XX

Os comentários dos clientes, entretanto, mostram que há um pouco de descontentamento e algumas coisas a serem melhoradas.

3. Bird of Prey – Ciclismo semi-deitado


Os desenvolvedores da Bird of Prey claramente tentaram levar algumas das características do ciclismo profissional para o dia a dia. A posição deitada oferece algumas vantagens sobre a tradicional posição de ciclismo vertical, incluindo melhor aerodinâmica, melhor manejo e até mesmo maior segurança.

“Em uma bicicleta padrão, se você frear bruscamente, você voará sobre o guidão. Em uma freada em uma bicicleta Bird of Prey, é impossível passar pelo guidão. A massa corporal do ciclista está baixa, razão pela qual é impossível”, garante o arquiteto americano John Aldridge, responsável pelo projeto.

Se você está convencido, a Bird of Prey pode ser encomendada pela bagatela de 4.800 dólares, cerca de R$ 15.600.

2. WalkCar – o skate elétrico que você estava esperando


O WalkCar da empresa japonesa Cocoa Motors é basicamente um skate elétrico. Ele é formado por uma pequena plataforma onde você deve se manter e mudar a direção do seu peso corporal para começar a se mover, graças a quatro pequenas rodas, um motor elétrico e uma bateria. Cada carga dura uma hora de uso, e oferece uma velocidade máxima de 16 km/h.

Quatro grandes cidades afirmam que vão proibir veículos a diesel até 2025

A Cocoa Motors abriu os pedidos para o veículo em 2016 – na verdade, por enquanto, é possível apenas fazer um pré-pedido, mas se você tiver paciência e 1.280 dólares (cerca de R$ 4.100), pode conseguir o seu.

1. Solowheel – uma roda, mas com equilíbrio


Para que duas rodas se você pode andar com uma? A Solowheel lançou em 2011 um monociclo elétrico que usava um sistema de giroscópio auto-equilibrado para manter os usuários em posição vertical. Agora, em 2018, a empresa está se voltando para uma solução decididamente de baixa tecnologia para usuário sem muito equilíbrio. Eles implantaram uma espécie de escova em ambos os lados da roda, quase como as rodinhas nas bicicletas das crianças.

O objetivo é praticamente o mesmo: as cerdas destinam-se a tornar os passeios a bordo do veículo menos intimidantes. Atualmente, no Kickstarter, os proprietários de Solowheels podem adicionar uma escova estabilizadora a seus brinquedos por 69 dólares (R$ 224), com o envio previsto para maio de 2018. [New Atlas]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (13 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!