Um terço dos internautas se arrependem de postar informações pessoais

Por , em 23.05.2010

Sites como Orkut e Facebook parecem muito divertidos, mas cuidado! Cerca de 32% das pessoas se lamentam do que já postaram em sites de redes sociais. Informações pessoas expostas tão abertamente são a principal causa do arrependimento.

A pesquisa incluiu Facebook, Twitter, MySpace e outros sites de rede social popular entre usuários de internet. Os usuários de smartphone são os mais propensos a sofrer pela postagem indevida : 54% admitem ter escrito algo na internet que mais tarde se arrependeu – atualizações de notícias, fotos, vídeos e outras informações.

A idade também desempenha um importante papel: 54% de pessoas abaixo dos 25 anos disseram já ter cometido esse erro. Apenas 27% das pessoas acima dessa idade são suscetíveis a divulgar informações que devem guardar para si próprios.

Apesar de muitas pessoas com menos de 25 anos terem se arrependido, o impacto no mundo real permanece obscuro. Cerca de 40% dessas pessoas foi capaz de remover a causa de seu remorso sem grandes conseqüências. Para 31%, seus posts “não causam problemas.”

Esse novo relatório do site Retrevo pode não parecer muito surpreendente para alguns, especialmente considerando a facilidade das pessoas de espionar os amigos, colegas de trabalho. Há uma tendência das escolas e universidades de todo o mundo de alertar seus alunos contra a postagem demasiada informação pessoal – lembrando-lhes que faculdades e empresas patrulham esses sites de relacionamentos.

Em um caso recente, um trabalhador em um restaurante dos Estados Unidos foi demitido depois de reclamar no Facebook sobre a gorjeta de um casal após uma permanência de três horas. [Daily Tech]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

11 comentários

  • Glaucia Soler Guevara:

    Glaucia Soler
    se ele for lindo e cheroso eu amo facil!
    O que devo fazer hoje?
    Glaucia Soler consultou a sua tarefa de hoje
    “Amar o meu próximo!”..
    16 de agosto às 23:31 via O que devo fazer hoje?.3 pessoas curtiram isto..
    Andressa Fernandes kkkkkkkkkkkk ai loraummmm só vc mesmo…..
    16 de agosto às 23:35.Glaucia Soler gente fidida não dá neh lora ! kkk
    16 de agosto às 23:36.Andressa Fernandes Piorrrr que não né….rs um perfume vai bem né!? rs
    16 de agosto às 23:37..ATIVIDADE RECENTE

  • Glaucia Soler Guevara:

    quarta às 10:29 via face book Glaucia Soler
    Vai transar? O governo dá camisinha. Já transou? O governo dá a pílula do dia seguinte. Teve filho? O governo dá o Bolsa Família. RESOLVEU VIRAR BANDIDO E FOI PRESO? O GOVERNO DÁ O AUXÍLIO RECLUSÃO. Todo presidiário com filhos tem direito a uma bolsa de R$862,11 “por filho”. Agora experimenta estudar e andar na linha pra ver o que é que te acontece! Se vc é brasileiro e tem vergonha do que acontece, passe adiante !
    quarta às 10:282 pessoas curtiram isto..
    .Glaucia Soler
    No futebol, o Brasil ficou entre os 8 melhores do mundo e todos estão tristes. Na educação é o 85º e ninguém reclama…” EU APOIO ESTA TROCA!
    TROQUE 01 PARLAMENTAR POR 344 PROFESSORES! O salário de 344 professores que ensinam é = ao de 1 parlamentar que rouba!
    Recorte e cole no seu mural, se vc tb apoia esta troca.
    quarta às 10:27 Essa é especialmente pra vc Augusto Cesar Oliveira direto do meu face book

  • patricia:

    ESCRIBIMOS HACE TIUEMPO DICIENDO QUE NO DEBIAMOS PERMITIR QUE APROBASEN LA LEY ANTI DESCARHGAS, Y AL FINAL LO HAN HECHO ,, PORQUE PORQUE PARA QUE VEAMOS LA BASURA DE LAS PELICULAS DEL CAPITALISMO DE LOS INTERESE PRIVADOS.
    NO HEMOS SIDO CAPACES DE TERMINAR CON EL BIPARTIDISMO COMO DIJIMOS , Y VOTAR PARTIDOS DE ‘IZQUIERDAS REVOLUCIONARIAS ‘ QUE HAYA EN EL PARLAMENTO 7 U 8 CAMBIAR LA LEY ELECTRORAL EN PROPORCIONAL LO MAS PURO 1 A 1 EXIGIR QUE AL GOBIERNO QUE HAYA EN EL PAIS PELICULAS DE TODOS LOS PAISES, PUES LA CULTURA DENE DE SER VARIA ADA Y PLURAR , SI NO N O ES CULTURA , PELICULAS DE LA CHINA, DE RUSIA, DE LA INDIA , FRANCESAS , ITALIANAS ETC.

    NO ESTAN IDIOTIZANDO LA ECONOMIA SOTENIBLE NO ES LA A VAGIDA QUE DICEN LA ECONOMIA SOSTENIBLE ES NO CRECER MAS Y MAS YA MAS PARA QUE , LOS RECURSOS NATURARES SON FINITOS , Y NO INFINITROS , SON PUES LIMITADOS, LA CULTURA DEBE DE SER GRATIS EN EL NUEVO COMUNISMO NO IR ENGORDANDO CADA VEZ MAS A LOS GORDOS, QUITANDOSELO A LOS DEBILES , HAREMOS COMO LOS ELEFANTES Y OITROS.

    YA SABEIS LO QUE EN CONCIENCIA DEBEIS VOTAR DE AQUÍ PARA SIEMPRE

    POR FAVOR IR PASANDOLO A TODOS LOS COMPAÑEROS

    SALUD CAMARADAS

  • Eliakim Ferreira Oliveira:

    Isso não é Ciência, é pura perca de tempo.

  • vavany costa:

    concordo planamente com as palavras do internauta [ Rodrigo]
    cheguei de conheçer duas pessoas que não quer abrir os seus e-mail, por incesso de informaçoes de caracter pessoal que tens de dar. Gostaria que ao abrirmos um e-mail ou coisa parecida, as
    informaçoes que temos que dar, tém que ser a mais simples.
    obrigado

  • Zergui:

    Hoje eu fui contemplado com um novo seguidor em um de meus blogs. Vim conhecer o espaço dele para prestigiá-lo e vi a sua chamada, que me incentivou a comentar.

    Certamente que uma pessoa, que conversar com qualquer outra, já estará se tornando vulnerável a ser alvo de algum comentário.
    Pode ser sobre a voz, sobre algum tique nervoso, sobre ter ou não domínio de assunto, sobre ser tímida, arrogante, etc.

    Acho que isso é inerente ao ser humano.

    Alguns comentam com maldade, demonstrando, às vezes, que estão com alguma inveja. Outros o fazem por simples ignorância, quando opinam algo sobre alguém com quem não deveriam.

    O convívio social é assim.

    Já na Internet, o registro é real. Vou dar um exemplo:

    Minha mãe foi atropelada e morta por um motoqueiro, que estaria fazendo racha em alta velocidade. Dias após, de posse do nome dele, pesquisamos no Orkut e o encontramos.

    Vejam o que estava escrito em seu “estado de espírito”:
    “Estou melhor e pronto prá outra”.

    Ele quis dizer o que com isso? Que tinha se safado tranquilamente, já que nem a CNH foi recolhida? Que tinha atropelado um cachorro? Que estava pronto para repetir a proeza?

    Print Screen; Word; colar; imprimir. Protocolo no Ministério Público. Inquérito policial. Fórum.
    Júri popular. Ainda não foi marcada a audiência; o que será que irá dizer dessa frase estúpida?

    Que não se importou em ter matado uma pessoa?

    Vejam que informei muitas coisas de caráter pessoal. Quem é o motoqueiro?

    Eu homenageio minha mãe no blog, tem a foto dela, tem a minha, já postei essa estória. Alguém descobriu o nome do motoqueiro? Não, pois aí eu estaria correndo risco cível.

    Eu coloco muitas informações e opiniões pessoais. Penso muito em cada uma delas antes de postar.

    Tem assuntos perigosos, políticos, reais. O perigo é o de ser processado.

    Mas, os resultados que tais publicações podem surtir, valem o risco. Pessoas serão informadas, conhecerão farsas que existem, receberão o discernimento, aprenderão a exercer a cidadania.

    E assim eu exerço a cidadania, que é o meu objetivo.

    Então, mesmo com pesquisas que mostram que um terço dos internautas se arrependeu, eu acredito que possa ser uma porcentagem maior, eu sigo em frente.

    Seria mais cômodo apenas espiar, quietinho, sem ao menos comentar. Isso seria o mesmo que, se você estivesse junto a um grupo de pessoas, ficasse totalmente mudo e invisível.

    Não faria parte de uma comunidade, seria apenas um ser inanimado, inerte, feito uma pedra.

    Quando se fala algo de/ou para alguém, que não deveria ter sido dito, temos o recurso de pedir desculpas, via de regra.

    Aqui na Internet, se escrevermos ou postarmos algo inadequado, poderemos remover o conteúdo.

    Ah! Mas alguém já copiou e arquivou. É a mesma coisa em uma relação pessoal; tem tanta tecnologia disponível que, com uma simples caneta, você poderá estar sendo filmado e gravado em sua conversa.

    Gostaria de deixar como mensagem o seguinte:
    – Devemos sempre respeitar a quem quer que seja, pessoal ou virtualmente, nunca acusando ou afirmando o que poderá ser desmentido.

    Que se use de suposições ou de perguntas.

    Será que aquele indivíduo, que estaria levando aquela mercadoria da prateleira, sem pagar, é um ladrão?

  • BlogJD:

    É uma porcaria isso! Não temos liberdade para se expressar na internet por causa de certas pessoas sem vida própria que gosta de cuidar da nossa e ainda por cima nos prejudicando…
    Não é a toa que existe um montão de perfis “Fakes” em redes sociais.

  • Pyxis Lynx:

    Eu estou entre os 1/3 dos prejudicados por postagens de informações pessoais em sites como Orkut, Myspace, MSN e outros sites de relacionamento.
    Fotos, endereços, numeros de telefones, endereços de e-mail, indicações de postagens e observações de preferencias pessoais, como filmes, afinidades politicas e religiosas, devem ser evitadas a todo o custo.
    Embora o sites alertem sobre isso, em suas politicas de privacidade, acredito que TODAS as informações inseridas, a principio deveriam ser particulares. Em caso da pessoa querer partilhar estas informações, seria alertada dos perigos. Este compartilhamento seria apenas para os amigos selecionados que não poderiam repassar paras outros na rede.
    O bom mesmo seria não postar nenhuma informação na Net, pois uma vez na REDE nunca mais sai.

  • Fernando Sávio:

    Mais pesquisinha inútil…

  • JESUS R. DE RAUJO:

    Os sites de relacionamentos sociais na internet tem os dois lados: O bom e o ruim… Depende das pessoas, pois ficamos muito expostos, e muitas vezes oferecemos oportunidade para pessoas mal intencionadas se aproveitarem da ocasião e tirarem proveito… Eu tinha um site numa famosa rede social, onde postei fotos e fatos de minhas viagens ao exterior, e de meus projetos na minha empresa, e fui “lesado” em todos os sentidos por algumas pessoas sem limites de ética… Fui obrigado a fechar o site…. Portanto, muito cuidado – pois nem todos são providos de boas intenções!!!

  • Rodrigo:

    Costumo dizer que a internete é mais pública do que uma praça movimentada de uma grande cidade, por uma lógica simples: ninguém anda com uma placa pendurada no pescoço dizendo quem é, se é casado, tem filhos, quantos, renda aproximada, estilo de vida, crenças pessoais, etc, etc, etc… Pela rua.

    Já na internete, não há limite de espaço (como há na praça) nem de tempo (idem), pois um número ilimitado de pessoas NO MUNDO pode acessar seus dados a qualquer hora, já que eles ficam registrados.

    Ainda assim as pessoas se sentem mais expostas na praça movimentada, na rua, do que na internete, rs

Deixe seu comentário!