Use a Internet para ler mais

Por , em 16.06.2010

A nova era digital está criando uma nova geração de leitores, de um modo diferente. Os recursos de e-mails, Google e twitter, entre outros, têm feito a humanidade voltar a utilizar com frequência a linguagem escrita. Segundo especialistas americanos, essa tendência é louvável e confirma a importância desses meios. O problema, segundo eles, é com os jovens que não usam a Internet como um meio de leitura, e gastam seu tempo com jogos de computador, televisão, ou outras atividades que não exercitem as habilidades lingüísticas.

Uma dificuldade grave é justamente o excesso de dados, informações e recursos disponíveis na rede mundial. Geralmente, é muito difícil desenvolver uma leitura longa e produtiva na internet, porque o grande volume de sites, redes sociais e outros recursos no computador são sempre uma forte ameaça para distrair o internauta. Com isso a internet está o tempo todo exaurindo uma grande carga de concentração mental que por vezes não é focada em nenhum objetivo especial. Resultado: o internauta passa horas navegando, em um sem-número de páginas, e acaba não lendo aquilo que deveria ou pretendia.

Ainda assim, a Internet pode ser um grande estimulante ao nosso cérebro se for usada com sabedoria. Os pesquisadores dizem que, apesar de o vídeo game, por exemplo, ter suas vantagens para os jovens (os incita ao uso do raciocínio lógico e rapidez na cognição), a leitura jamais pode ser substituída, porque desempenha um papel fundamental nas relações lingüísticas. Sem ler, de acordo com eles, a pessoa “emburrece” rapidamente. [The New York Times]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

15 comentários

  • lara:

    ola pessoal sou louca com a internet a melhor de todas e a oi velox!!otima!!!!!

  • Marcos:

    Olá a todos !
    Acho a internet uma fonte riquíssima de quase tudo.
    O lance é saber separar o joio do trigo.
    Quanto aos e-readers, prefiro o velho e bom livro impresso, pois além da portabilidade, as letras são maiores.
    Abraços a todos !
    🙂

  • Alison Rocha:

    Muito bom mesmo o artigo. Leio muito na internet, principalmente quando estou no trabalho.

    Tenho um celular touchscreen da Nokia (Nokia 5800), q roda arquivos PDF, DOC e TXT (e mais um monte de formatos como PPS, XLS e por aí vai), daí, sempre passo algum arquivo pro celular e leio. Eu gosto disso.

  • Baptista,Mari:

    “Ler livros impressos ainda é mais rápido do que ler que os virtuais” Publicado em 7.07.2010 in HypeScience
    O anuncio google no início da matéria (Perca sua barriga:1 segredo para uma barriguinha mais chapada)dá completa certeza de que não é muito saudavel ficar sentado demasiadamente.Para os olhos tambem não é legal.Resseca e coça.
    Com livros impressos temos grande vantagem: carregar pra qualquer lugar.

  • Luis:

    Eu sou blogeuiro, e concordo, fico muito tempo na internet lendo vários assuntos, não só para escrever melhor, mas também para tirar curiosidades a aprender novas idéias

  • DeathtoBarbie:

    Gostei do artigo, leio bastante na internet, mas força minhas vistas e isso não é legal.

    Mesmo assim, ainda leio.

  • Lucindo:

    bom, assim como muitos aqui tambem busco muito material pela internet, mas ler paginas e paginas de pdf, ebooks etc. pela tela do pc é um grande incomodo (pelo menos a mim) pois ja tive diversas dores e problemas com a vista, etc.

    Atualmente tenho feito o esforço de pesquisar material e imprimi-los….é complicado mas me permite estar em locais mais confortaveis para estudar ou ler por lazer mesmo.

    Outro lado bom da internet é o acesso aos dicionarios, que poupa o leitor a ficar com um livro imenso ao lado, folhear e procurar por palavras minusculas.

    Regra geral, a internet adianta e muito. Orkut para encontrar material tambem é uma boa sim, nao descarto a possibilidade de navegar pelas comunidades, depende da objetividade de quem esta pesquisando.

  • SENAM:

    Quem não lê, mal ouve, mal fala e mal vê
    Errei na vírgula no post anterior.

  • SENAM:

    Plaquinha muito antiga vista nas Feiras dos Livros:
    Quem não,lê mal ouve, mal fala e mal vê.

  • jean:

    eu to lendo o hypescience neh 😀

  • Douglas Miranda:

    Verdade. A pessoa que pára de ler ou não estuda, tudo que resta na vida é tentar a presidência.

  • Cesar:

    Eu gostaria de um dispositivo melhor para leitura de livros digitais. Notebooks são caros e desajeitados, e os leitores como o Kindle parece que ainda não estão sendo vendidos a preços populares, pelo menos no Brasil.

    Tenho centenas de livros digitais, a maioria livros que eu baixei de sites como o books.google.com, gutenberg.com, etc. e que gostaria de ler, mas não encontro tempo para ficar sentado na frente do computador. Se pudesse levá-los comigo, seria melhor. Já tentei leitores estilo MP4 e MP5, mas a telinha é muito pequena, e eles só aceitam arquivos TXT, enquanto a maioria dos livros que tenho está no formato PDF.

  • Caled:

    gostei mto do artigo e eu posso dar uma dica de jogo? tibia
    é um jogo mto desprezado pela maioria dos internautas porem é uma ótima distração e requer raciocinio logico, instinto de sobrevivencia, controle do nervosismo, pasciencia, e principalmente a imaginação… por ser um jogo de grafico 2D eu viajo mais imaginando as batalhas, as cenas do jogo como seria na vida real, a leitura tambem influencia a imaginação por isso que, na minha opnião, tibia está perto de ser o jogo perfeito.

    só jogando pra saber, antes de criticarem jogue duas ou 3 partidas, nao requer muito tempo, o que nao deixa as pessoas viciarem facil.

    obrigado pelo espaço à minha opnião

  • Neudy:

    Concordo plenamente com o texto.
    Através da internet podemos obter material de vaiosissimo conteudo para nosso desenvolvimento cultural. Basta querer. Pois quem procura acha.
    Em particular procuro sites onde posso ter livros sobre emprendedorismo, vendas, marketing bem como desenvolvimento pessoal e administração financeira.
    Quem souber podeme enviar.
    Até breve

  • Farofa:

    gostei da foto

Deixe seu comentário!