Virgin Galactic vai para o espaço nesta semana

Por , em 12.12.2018

A nave espacial sub-orbital SpaceShipTwo vai para o espaço nesta quinta-feira (13). O anúncio foi feito dois dias antes pela empresa Virgin Galactic, que tenta oferecer voos comerciais para turistas espaciais verem a Terra de longe.

“Este voo quer chegar mais alto e mais rápido”, anunciou a empresa. “Nós queremos queimar o motor do foguete por mais tempo do que já fizemos em um voo antes, mas não sua duração total”.

Coleta de dados

O objetivo do voo é coletar dados novos e importantes sobre o seu comportamento em grandes altitudes e velocidades, incluindo dinâmica térmica e dinâmica de qualidade de manuseio supersônico. Dependendo dos resultados do veículo, os engenheiros vão queimar o motor do foguete por mais ou menos tempo. Na última viagem, em julho de 2018, ele queimou por 42 segundos, enquanto a capacidade total de queima é de 60 segundos.

No último voo, o SpaceShipTwo alcançou uma altitude de 52km. O objetivo agora é que ele atinja o espaço. Mas qual é a definição de espaço utilizada pela empresa? A linha Karman normalmente utilizada como limite é de 100km a partir da superfície da Terra, mas eles vão utilizar a definição da NASA e pela Força Aérea americana de 80km.

“Para nós e para nossos clientes, acho que vamos focar em 50km, pelo menos no começo”, diz a nota.

Programa de cargas da NASA

A nave vai carregar quatro cargas da NASA pelo programa “Oportunidade de voo” da agência, que oferece cargas pagas para voos sub-orbitais. Esses experimentos, de acordo com a empresa, são parte de um esforço para “começar a estimular a distribuição de peso comercial na nave, representada por nossos futuros passageiros”.

Voos comerciais atrasados

O projeto inicial do empresário britânico Richard Branson, fundador da Virgin, era oferecer voos pagos para turistas no ano de 2007, mas vários acidentes têm atrasado esses passeios. A empresa já vendeu mais de 700 bilhetes pelo preço de US$250 mil cada.

Ajudinha para voar


O lançamento da SpaceShipTwo é bastante singular. Ele é acoplado ao White Knight Two, que o ajuda a obter velocidade e altitude, e depois as duas naves são desconectadas. [SpaceNews]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (18 votos, média: 4,83 de 5)

Deixe seu comentário!