Você sabia que um espirro pode paralisá-lo temporariamente?

Por , em 1.04.2012

Uma mulher australiana de 28 anos, Monique Jeffrey, sofreu há duas semanas um dos acidentes mais bizarros já registrados. Em uma noite, ela estava tranquilamente deitada na cama, lendo e-mails em seu celular, quando deu um espirro. Imediatamente, ela sentiu algo se mexer na nuca e foi atingida por uma dor horrível. Não podia mais mover o pescoço nem um centímetro.

Felizmente, ela conservou o celular em mãos. Tudo o que Monique foi capaz de fazer foi passar uma mensagem de socorro para seu marido, contando que estava paralisada dos ombros para cima.

Levada a uma clínica, ouviu o diagnóstico de que estava com o pescoço torcido e deveria apenas fazer exercícios para retomar os movimentos.

Depois de várias horas, no entanto, descobriu-se que era algo mais grave. A dor não passava e ela começou a sentir formigamentos no braço esquerdo. Da clínica, ela foi levada a um hospital especializado, que anunciou o veredicto: ela havia deslocado duas vértebras cervicais.

A radiografia mostrou algo impressionante: a vértebra 1, mais próxima do crânio, simplesmente saltou por cima da 2, o que travou a cabeça de Monique para baixo, próxima ao ombro direito.

Os médicos conseguiram consertar o estrago, e a australiana não terá nenhuma sequela ou qualquer lesão vertebral ou neurológica. No entanto, vai precisar ficar três meses sob observação, presa a um colar cervical. Tudo por causa de um espirro. [Arbroath]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

4 comentários

  • jander.winicius:

    Eu procurei na internet esse assunto pq acho.que aconteceu comigo me ajudem pfv não é mentira

  • Igor Souz4:

    Temporariamente??? E isso é temporariamente ???

  • Lucyano Valdez:

    Que doideira!!!

  • Tess:

    Os sabios indianos e tibetanos tinham muitas consideraçãoes sobre os espirros inclusive os cuidados na maeira de espirrar pois poderia expulsar a alma do corpo. Pensando bem sobre isso e sobre a materia …não é de todo irreal.

Deixe seu comentário!