11 Mitos populares detonados

Publicado em 29.12.2008

Nós retransmitimos diariamente diversos fatos inconscientes de que muitos deles podem ser mentira. Abaixo você poderá constatar que muitos são, na realidade, inverdades transmitidas através do boca-a-boca ou pela cultura popular.

Porque nós fazemos isso? Porque confiamos em nossas fontes, mesmo antes de pensar de onde elas tiraram suas seus “fatos”, ou simplesmente porque dá muito trabalho investigar certas verdades. É é mais fácil deixá-las nas mãos dos “especialistas”.

11. Pólvora

A crença comum de que a pólvora, mesmo tendo sido uma invenção chinesa, foi usada na guerra primeiramente pelos europeus é um engano.

Os chineses usaram lança-chamas e flechas com pólvora para propósitos militares desde 900 d. C.

10. The dark side of the moon

O lado escuro da Lua não existe.

Toda a sua superfície da lua é iluminada pelo sol durante aproximadamente metade do tempo.

Quando os catedráticos no assunto mencionam “escuro” ou “obscuro” querem significar “desconhecido”, já que é sempre a mesma face da lua que vemos da Terra.

Talvez o termo mais preciso seria “o lado distante da lua”.

9. Estações do ano

As estações do ano não ocorrem por causa da maior ou menor proximidade da Terra com o Sol durante a translação. As estações são causadas por causa da natureza inclinada do eixo da Terra. Durante o inverno os dias são mais curtos, portanto recebem menos luz solar do que no verão.

Outro fator importante é o ângulo de incidência da luz solar que, no verão, é de 90o ao meio dia. A maior parte da luz penetra na atmosfera terrestre, aquecendo bem mais do que no inverno, quando grande parte da luz é refratada nas camadas externas da atmosfera para fora do planeta. Os trópicos não têm muita variação de temperatura, pois recebem luz solar constantemente em um ângulo próximo dos 90o.

8. Cristóvão Colombo

As dificuldades para Cristóvão Colombo conseguir patrocínio para suas viagens não foi foram causadas pelo fato dos Europeus da época pensarem que a Terra era plana. Marinheiros e navegadores já sabiam que a Terra era esférica, mas (corretamente) não concordavam com as estimativas de Colombo sobre a distância até a Índia. Mesmo que as Américas não existissem e Colombo pudesse continuar navegando até a Índia ele ficaria sem suprimentos antes de chegar ao seu destino, mesmo ignorando a ameaça de motim que ele estava sofrendo. Os intelectuais sabiam que a Terra era redonda desde a Grécia antiga.

7. Chá

O chá verdadeiro (incluindo o chá verde, preto e branco) vem de uma única planta a Camelia sinensis.

“Chás” de ervas como o mate, menta, camomila, etc. não contém chá e devem ser chamados de infusão.

6. Comida com bebida

Quando cozinhamos com bebidas alcoólicas o álcool não evapora completamente. A quantidade restante depende do método usado para o preparo do alimento.

5. Napoleão

Napoleão Bonaparte não era baixinho como se costuma pensar. Ele media 1,69m e era um pouco mais alto do que a média dos homens franceses na época. A confusão possivelmente proveio de alguns fatores, um deles pode ser o fato das medidas de pés e polegadas na França não coincidirem com as medidas modernas que tem o mesmo nome. Outro fator é que seu apelido “le petit caporal” faz com que as pessoas que não falam francês interpretem “petit” como “pequeno”, mas na realidade é um termo carinhoso que reflete a camaradagem de Napoleão com os soldados rasos.

4. Influência da lua cheia

Foi cientificamente constatado por dezenas de estudos que as fases da lua não influenciam a data de nascimento de bebês. A interferência magnética da Lua nos indivíduos é de valor desprezível, o que é diferente para o oceano, que é uma única gigantesca massa água.

A lua também não influencia o crescimento de cabelos ou unhas. Mas foi constatada uma taxa levemente maior de acidentes, crimes e ferimentos em noites de lua cheia, devido à atividade noturna ser bem mais intensa quando a lua cheia ilumina a noite.

3. Buraco negro

Buracos negros não agem como um ralo cósmico sugando tudo o que esteja à sua volta. Na realidade a atração gravitacional de um buraco negro é praticamente a mesma que a da estrela que lhe deu origem. Caso o nosso Sol se transformasse instantaneamente em um buraco negro a Terra permaneceria na mesma órbita. Mas devida à natureza explosiva da formação de buracos negros eles têm uma atração gravitacional um pouco mais fraca do que sua estrela original de acordo com a equivalência de massa/energia, tendo um puxão gravitacional um pouco mais fraco.

2. Fases da lua x eclipse

As fases lunares não são causadas pela sombra da Terra na Lua (mas os eclipses são). Na realidade a Nós vemos a Lua sendo iluminada pelo Sol em ângulos diferentes.

1. Vácuo sideral

O corpo humano pode sobreviver ao inóspito vácuo espacial desprotegido, apesar das visões populares na ficção científica. O tecido humano se expande para aproximadamente o dobro do tamanho nestas condições, dando o efeito visual de uma pessoa musculosa ao invés de um balão inflado. A consciência é mantida por cerca de 15 segundos até que os efeitos da privação de oxigênio se estabelecem. Não há congelamento instantâneo já que o calor deve ser perdido através de irradiação térmica ou evaporação de líquidos. O sangue não ferve, pois se mantém pressurizado no corpo. O maior risco, na realidade, é segurar a respiração antes da exposição ao vácuo, pois a descompressão explosiva subseqüente pode ferir os pulmões. Estes efeitos foram confirmados através de vários acidentes em grande altitude, no espaço sideral e treino em câmaras de vácuo.

Bônus: Ressaca

Não existe cura para a ressaca. A única maneira de minimizar os efeitos da ressaca no dia seguinte da bebedeira é bebendo muito líquido. O álcool engana o organismo levando à urinação excessiva e desidrata severamente o corpo e o cérebro, o que causa dor de cabeça.

[Fontes: 1 2 3 4 5 6]

Autor: Sergio de Souza

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

15 Comentários

  1. Vácuo sideral, é bem diferente do que vemos em filmes de ficção ou a propria Nasa.

    Thumb up 3
  2. Com relação ao buraco negro, o Sr. Andre está corretíssimo. O Aumento desproporcional da força G se daria apenas nas proximidades da superfície. Lembre-se que a força de gravidade diminue com o quadrado da distância.

    Thumb up 1
  3. descordo de ricamira , pois o mito não é necessariamente um mentira mas um fato que sofreu alterações geralmente por causa do senso comum que impera na grande maioria das sociedades . a ideia de uma desconstrução referente as informações que são passasdas como verdade é sem dúvida muito importante para entendermos como está evoluíndo a nossa mentalidade com relação ao social e ao que nos é apresentado como verídico . sendo desta forma em muitas civilizações os pesquisadores de início procuram fontes físicas de imformação nem sempre isso é possível e acabam recorrendo a outras como por exenplo: a história oral e ao estudo dos mitos que quase sempre tem alguma informação real sobre o fato estudado quando não, refletem a mentalidade do povo ou sociedade analisado.

    Thumb up 1
  4. Com relação aos buracos negros:

    Para compreender essa questão, é importante:

    1- entender o conceito de gravidade superficial e velocidade de escape
    2- lembrar de que a força gravitacional reduz drasticamente com a distância

    a gravidade superficial é, como o nome diz, a gravidade na superfície de um corpo. Por exemplo, no caso da Terra, é de 9,8 m/s² aproximadamente. O cálculo da gravidade é feito em relação ao centro de gravidade, que depende das massas dos corpos envolvidos e das densidades, etc. Como nossa massa é desprezível em relação à Terra, e podemos hipoteticamente considerar a Terra um corpo uniforme (tem a densidade mais ou menos uniforme), podemos usar o centro da Terra como centro de gravidade para nós. No caso, estamos então a aproximadamente 6500 km do centro de gravidade, se estivermos na superfície da Terra. Ou seja, a gravidade é de 9,8 m/s² a 6500 km do centro de gravidade. Se cavarmos um buraco até o centro da Terra e não morrermos queimados, podemos nos aproximar do centro, mas a gravidade não aumentará, pois a massa da Terra se distribuirá ao nosso redor, então a gravidade também. No centro, estaríamos sendo puxados igualmente por todos os lados e poderíamos ficar flutuando… Se nos afastarmos da superfície para cima, a gravidade diminui pois nos afastamos do centro.

    A velocidade de escape é a velocidade que você precisa ter para conseguir sair do campo gravitacional. No caso da Terra, para essa gravidade superficial, precisamos de pouco mais de 11 km/s para sair do planeta (se a massa do corpo que estiver decolando também for desprezível). Menos que isso, a gravidade puxa de volta. A velocidade de escape é calculada com base na massa dos dois corpos e a distância do centro de gravidade. Como estamos a 6500 km do centro, a velocidade não é tão grande.

    A gravidade depende diretamente da massa do corpo. Praticamente nada mais. Escrevi antes que, no caso da Terra, se fôssemos entrando num buraco, a gravidade diminuiria porque boa parte da massa da Terra ficaria para cima de nós. Mas e se, ao contrário, essa massa descesse junto? Ou seja, se o planeta encolhesse. Se o planeta de repente encolhesse sem perder massa, a superfície estaria mais próxima do centro com toda a massa compacta por baixo. Nesse caso, a gravidade superficial aumentaria, pois a massa permaneceria a mesma, enquanto que a distância do centro de gravidade ficaria menor.

    Se continuássemos espremendo toda a massa da Terra até que ela ficasse condensada num tamanho minúsculo, digamos, numa esfera de 8mm de diâmetro, então a gravidade superficial ficaria tão alta que a velocidade de escape seria mais alta que a velocidade da luz. Portanto, a luz não conseguiria escapar da superfície. Entretanto, a 6500 km de distância, a gravidade seria a mesma de antes. A Lua não sentiria efeito nenhum, continuaria na mesma órbita (nós, entretanto, cairíamos porque não teríamos nada que nos segurasse, como um chão – a uma certa distância seríamos transformados em sopa de partículas elementares por causa do efeito maré e depois engolidos ou ficaríamos em órbita para sempre no horizonte de eventos…)

    Abs

    Thumb up 5
  5. Bem, é muito interessante este artigo e muito mais. Existem vários outros mitos que pode ser detonados, outros não porque dentro da própria ciência existem correntes antagônicas sobre determinados assuntos.
    P.S.: Apenas os inquisitores e europocentristas achavam que a terra era plana; os egípcios, os africanos e as grandes civilizações pré-colombianas já sabiam que a Terra era redonda. Acho que até na Bíblia li que a Terra era redonda em algum lugar que não me lembro, embora não sei se os judeus acreditassem na terra redonda.

    Thumb up 2
  6. rapaiz e tudo conspiração o governo quer q nos acreditemos em coisas q nao existem kara O homen nunca pisou na lua “acreditem se quiser” HIV foi criado em laboratorio unica forma de uma doeça surjir de uma hr para outra…

    e tudu muito cinistro a igreja catolica domina o planeta ET’s existem e saum os q fizeram a ilha de pascoa ou o stone range e eu ainda creio q elis q comandam a igreja catolica … Pensem bem num mundo como o nosso obama vençer para presidente? “Realizaaa galeraa” Os americanos saum extremamente racistas -.-‘

    Thumb up 1
  7. Na busca da verdade. O que foi no passado uma verdade hoje se torna mentira (mito), não serão diferentes no futuro o que hoje afirmam serem verdades muitas serão quebradas. O importante é a busca constante de respostas e também elaboração de indagações a serem pensadas.

    Thumb up 1
  8. Quantos aos outros mitos concordo com a maioria, outros não tenho certeza, mas quanto ao buraco negro creio que estão enganados. O seu próprio nome “buraco negro” foi dado devido ao fato de sua força de gravidade ser tão forte que nem sua luz emitida consegue escapar e isso significa que ele “engole” tudo a sua volta. Isso sempre foi citado nos mais conceituados artigos/revistas cientificas. Claro que, devido a distancia da Terra em relação ao Sol, não sei se sua orbita seria afetada caso o Sol fosse um buraco negro.
    Fico grato se alguém esclarecer melhor esta questão aqui.

    Thumb up 1
  9. Bem, quanto a ressaca, o álcool não “engana” o organismo, na verdade ele bloqueia os receptores de ADH (Anti-Diuretic Hormone), o que permite que os rins não filtrem de volta a água que é usada na preparação da urina, ^^.

    Thumb up 1
    • Na verdade a ressaca é consequência do efeito vasodilatador do álcool. Esse efeito também ocorre no cérebro e, por isso que no dia seguinte, quando os vasos estão retornando ao seu calibre normal, há a dor de cabeça.

      Thumb up 0
  10. Gustavo, em outros países também se especifica chá. A palavra vem de um termo chinês e não significa “infusão” em português necessariamente.

  11. Então, informações erradas não passam só de boca-a-boca. Segundo as informações acima, caso estejam realmente corretas, tenho pelo menos alguns livros de Geografia e História errados. Ainda bem que no Concurso que prestei pra minha atual profissão, cobraram na prova só o que li de “mentira” em meus livros… curioso né?

    Thumb up 0
  12. Pertienentes essa “descobertas” que para muitos se tornaram mitos, fantasias, contos ou histórias que se erradicaram. O importante é aprende com a vida, a cultura, o legado dos antepassados e a experiência da atualidade, que se faz também tendo como base o que já foi ensinado. “Nihil novum subsolo” Não há nada de novo sob o sol. Mas vale a pena auscultar a natureza, as pesquisas e o que se pode apreender do que fica para a posteridade.

    Thumb up 0

Envie um comentário