O segredo por trás do bico do tucano

Há séculos os cientistas estão intrigados com a razão do bico do tucano ser tão incrivelmente grande, mas agora uma equipe de pesquisa pensa ter encontrado a resposta.

Na revista científica Science os pesquisadores afirmam que o enorme bico do tucano serve como um radiador.

Com câmeras infravermelhas os cientistas observaram o animal dissipando calor através de seu bico, para ajudar a regular a temperatura de seu corpo.

O tucano tem o maior bico em relação ao tamanho do corpo do que qualquer outra ave, chegando a 1/3 do seu comprimento total.

Segredos quentes

Darwin pensava que o bico do tucano era usado para atrair o sexo oposto e outras idéias recentes vão desde descascar frutas até depredação de ninhos e alertas visuais.

Para investigação, pesquisadores da Universidade Estadual de São Paulo (UNESP) e da Universidade Brock, no Canadá, analisaram o tucano toco (Ramphastos toco), que tem o maior bico de todas as espécies de tucanos.

Usando câmeras de infravermelho (visão térmica) para observar a ave, descobriram que a temperatura do bico dos tucanos varia de 10 a 35oC.

Se o ambiente esquentava o bico dos tucanos se aquecia em questão de minutos, funcionando como um radiador que dissipa o calor do corpo da ave, permitindo que ela permaneça resfriada.

O oposto também foi observado, pois quando as temperaturas são mais brandas pouco calor irradia através do bico, permitindo que a ave conserve o calor.

O bico do tucano tem uma rede de vasos sanguíneos que podem aumentar ou restringir o fluxo de sangue. Ao alterar este fluxo na superfície do bico os tucanos podem conservar ou liberar o calor corporal para se resfriarem.

A grande área do bico e o fato do mesmo não ser isolado significa que o fluxo de sangue ali leva à liberação de calor, resfriando a ave. Em seguida o calor é dissipado no ar.

Radiador eficaz

Outros animais também usan partes de seus corpos para regular a temperatura do corpo. Elefantes e coelhos irradiam calor através das suas orelhas para se resfriarem.

O estudo também mostrou que o tucano é extremamente eficaz para controlar a própria temperatura corporal com seu bico: O bico pode eliminar 100% do calor corporal ou apenas 5% caso o fluxo sanguíneo seja interrompido.

Os pesquisadores explicam que como as aves não suam, necessitam utilizar seus bicos para regular a temperatura corporal.

A equipe planeja estudar como outras aves regulam a temperatura corporal. [BBC]

Por: Eduardo MartinsEm: 23.07.2009 | Em Animais, Mistérios, Outras  | Tags: , , ,  
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)
Curta no Facebook:

6 respostas para “O segredo por trás do bico do tucano”

  1. Olá, realmente este artigo é muito interessante. E como proposto pelo autor, parece que esta função de radiador da estrutura trata-se uma exaptação, ou seja, uma função adicional que não a original da estrutura. Este mês vou apresentar um seminario sobre este conteúdo. Seria muito interessante eu apresentar este video, não consigo baixa-lo de nenhum lugar. Será que alguém pode me ajudar nisso?

    Muito obriga e parabéns pela postagem.

  2. Legal, pelo vídeo é bem claro que o bico deles fica com a maior parte do calor existente no corpo…

    O que me leva a pensar se é para isso mesmo é o fato deles passarem em frente a minha casa só quando o sol esta baixo, em torno das 6hs da manhã ou as 5hs da tarde…

    Será que ele não passaria o dia todo sendo o bico um “radiador” ?

  3. Bem,. creio que o bico do tucano não contraria em nada Darwin, afinal esta ave encontrou em seu bico a melhor forma para sobreviver.

    conforme a notícia ufanista de um possível DI citada aqui http://www.michelsonborges.com/

    não há nada de design incompetente, digo, inteligente, uma vez que diversas espécies possuem seus radiadores naturais. Como exemplo podemos citar: orelhas em elefante africano, o suor da pele humana, placas nas costas de crocodilianos, a vela nas costas do basilisco, provavelmente a vela de dimetrodontes e de espinossauros.

    Evoluir não tem propósito, é a melhor forma para se viver por enquanto, mas design tem, pois qq coisa fora do desenho projetado, pode mandar de volta para a prancheta.

Deixe uma resposta