Astrônomo encontra evidência de sistema com nove planetas

Um estudo conduzido pelo astrônomo Mikko Tuomi, da Universidade de Hertfordshire, no Reino Unido, revelou que o sistema planetário ao redor da estrela HD10180 pode ter mais planetas em sua órbita do que nosso sistema solar.

Tuomi realizou sua análise na qualidade de membro da rede de pesquisas intitulada RoPACS – cujo enfoque é descobrir e estudar planetas extrassolares ao redor de estrelas frias.

Em 2010, os cientistas tinham provas de que a estrela só era orbitada por sete planetas. Mas, agora, o estudo de Tuomi indica a existência de 9 planetas. Os dois novos planetas são os classificados como planetas superquentes, com períodos orbitais de cerca de 10 a 68 dias.

A estrela da qual falamos está localizada há 130 anos-luz de nós, portanto não está no campo de visão das viagens espaciais, mas parece estar nas vizinhanças do sistema solar.

A descoberta é significativa e quebra um recorde, pois a maioria dos sistemas descobertos têm, de longe, menos planetas. Mas mais pesquisas se fazem necessárias para colocar o HD10180 como o sistema planetário mais rico de que se tem notícia. [ScienceDaily]




Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars


Curta no Facebook:

3 respostas para “Astrônomo encontra evidência de sistema com nove planetas”

  1. Se sistemas multiplanetários se mostrarem cada vez mais comuns e haver ainda uma profusão de planetas errantes (sem sol) zanzando pela galáxia, é grande a probabilidade de superarem as estrelas em quantidade.
    A vida é terráquea na Terra, venusiana em Vênus e marciana em Marte, somos muito limitados na exploração do espaço, eu não estou sendo otimista em afirmar que poderemos descobrir vida no sistema solar antes de acha-la ao redor de outra estrela em sua zona habitável. Num pensamento amplo, de um viajante intergaláctico, seria muito mais provável achar vida no Universo do que achar na Terra…

Deixe uma resposta