Buracos negros dançarinos são encontrados por astrônomos

Publicado em 5.03.2009

buracos negros
Visão artística do sistema binário de buracos negros por P. Marenfeld, NOAO
Pesquisadores, finalmente, reuniram evidências da existência de um sistema binário de buracos negros, resultado da colisão entre duas galáxias. A teoria consiste em dois buracos negros, orbitando um em volta de outro, no centro de grandes galáxias.

Espera-se que os buracos negros irão se fundir em um dos eventos mais energéticos do universo, segundo astrônomos.

As novas evidências surgiram de um estudo da luz de 17.500 quasares; objetos extremamente brilhantes. A comunidade científica desconfia que sua energia venha dos buracos negros.

Gigantesco buraco negro é catapultado para o espaço

Faz algum tempo que os astrônomos aceitam que, no centro de grandes galáxias, há sempre buracos negros com massa gigantesca. Também são consideradas comuns colisões entre galáxias – até nossa Via Láctea está em rota de colisão com sua “vizinha” mais próxima, a galáxia de Andrômeda, embora a colisão só esteja programada para daqui a alguns bilhões de anos.

Combinando essas teorias, pode-se concluir que, finalmente, os buracos negros que ficam no centro dessas galáxias também irão se chocar.

Em uma galáxia recentemente formada pela fusão de outras duas, os buracos negros interagem com outras massas no espaço próximo – estrelas, por exemplo – e tendem a perder energia orbital e vão parar no centro da galáxia.

Mas, uma vez no centro, interações com outras estrelas são raras, e os buracos negros passam a interagir entre si, orbitando um em volta do outro. Sendo assim, em algum momento, eles podem se chocar.

Quem veio antes a galáxia ou o buraco negro no seu centro?

Foi com isso em mente que os astrônomos detectaram os sinais de dois buracos negros, separados por uma distância mínima (em termos espaciais) de 0.1 parsec. – equivalente a 13 vezes a diferença entre o Sol e a estrela mais próxima dele, Alfa Centauro.

Os pesquisadores também conseguiram estimar as massas do “par”. O menor pesa o equivalente a 10 milhões de “sóis”. O maior 1 bilhão de sóis. [Live Science, BBC]

Autor: Cezar Ribas

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

2 Comentários

  1. jonas os buracos negros nunka vao se colidir por causa de sua força que fazera eles dança e rodea um o otro entao isso e meio dificil acontecer rss

    Thumb up 2

Envie um comentário

Leia o post anterior:
crianca-comendo-g
Estimular a imaginação da criança melhora seu apetite

Os pais conseguem co...

Fechar