Buracos negros podem ser portais para outros universos

Cair em um buraco negro pode não ser tão definitivo quanto parece. Ao invés da morte certa, aplique a teoria quântica da gravidade a esses objetos bizarros, e a singularidade de esmagamento total em seu núcleo desaparece. Em seu lugar, surge algo que se parece muito com um ponto de entrada para um outro universo.

Embora muito provavelmente nenhum ser humano vá cair em um buraco negro tão cedo, imaginar o que aconteceria neste caso é uma ótima maneira de sondar alguns dos maiores mistérios do universo.

Mais recentemente, isso levou a algo conhecido como o “paradoxo da informação em buracos negros”.

Segundo a teoria da relatividade geral de Albert Einstein, se um buraco negro lhe engolir, suas chances de sobrevivência são nulas. Primeiro, você será dilacerado pelas forças do buraco negro, um processo chamado caprichosamente de “espaguetificação”. Eventualmente, você atingirá a singularidade, onde o campo gravitacional é infinitamente forte. Nesse ponto, você será esmagado a uma densidade infinita.

Infelizmente, a relatividade geral não fornece nenhuma base para descobrir o que acontece em seguida. “Quando você chegar à singularidade na relatividade geral, a física simplesmente para, as equações quebram”, explica Abhay Ashtekar, da Universidade Estadual da Pensilvânia (EUA).

O mesmo problema surge quando se tenta explicar o Big Bang, que os cientistas acreditavam ter começado com uma singularidade. Então, em 2006, Ashtekar e seus colegas aplicaram a teoria da gravidade quântica em loop para o nascimento do universo. Essa teoria combina a relatividade geral com a mecânica quântica e define o espaço-tempo como uma “teia” de blocos indivisíveis de cerca de 10 a 35 metros de tamanho.

A equipe descobriu que, conforme eles “rebobinavam” o tempo em um universo com gravidade quântica em loop, chegaram ao Big Bang, mas não chegaram a nenhuma singularidade – em vez disso, atravessaram uma “ponte quântica” em um outro universo mais velho. Esta é a base para a teoria do “grande salto” (Big Bounce, em inglês) das origens do nosso universo.

Gravidade quântica e buracos negros

Agora, Jorge Pullin da Universidade Estadual de Louisiana (EUA) e Rodolfo Gambini da Universidade da República em Montevidéu (Uruguai) aplicaram a teoria em uma escala muito menor – a um buraco negro individual – na esperança de remover essa singularidade também.

Para simplificar as coisas, o par aplicou as equações da teoria a um modelo de buraco negro simétrico, esférico e não rotativo.

Neste novo modelo, o campo gravitacional ainda aumenta à medida que você se aproxima do núcleo do buraco negro. Mas, ao contrário dos modelos anteriores, não termina em uma singularidade. Em vez disso, eventualmente reduz a gravidade, como se você saísse do outro lado do buraco negro e pousasse em outra região do nosso universo, ou em outro universo completamente diferente.

Os pesquisadores acreditam que a mesma teoria poderia banir singularidades de buracos negros reais também.

Isso significa que os buracos negros podem servir como portais para outros universos. Enquanto outras teorias já haviam mencionado isso, até agora nada poderia passar por esse suposto portal, devido à singularidade.

Futuro da descoberta

É pouco provável que a remoção da singularidade seja de uso prático imediato, mas a descoberta poderia, de fato, ajudar a resolver pelo menos um dos paradoxos envolvendo buracos negros: o problema da perda de informação.

Buracos negros absorvem informação juntamente com a matéria que engolem, mas também devem evaporar com o tempo. Isso faria com que essa informação desaparecesse para sempre, desafiando a teoria quântica. Mas, se um buraco negro não tiver singularidade, as informações não precisam ser perdidas – podem simplesmente fazer seu caminho até um outro universo.[NewScientist]

Por: Natasha RomanzotiEm: 29.05.2013 | Em Espaço, Principal  | Tags: ,  
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 5,00 de 5)
Curta no Facebook:

41 respostas para “Buracos negros podem ser portais para outros universos”

  1. Sou Leigo no assunto, mas eu estou começando a acreditar que esse nosso universo é resultado da reversão de matéria de outros universos através de buracos negros; e nós continuamos a denominar esse fenômeno de “Big Bang”.

  2. Depois de ler esse artigo, li a publicação original, de fato a gravitação quântica em loop ou LQG é uma teoria feita com responsabilidade, contudo até agora não há qualquer observação experimental para a qual a LQG faça uma previsão não feita pelo Modelo Padrão ou Relatividade Geral. Isso a descreve com ouma teoria não pronta e não podendo ser provada. Alguns truques matemáticos tentam compensar a falta de uma evidencia mais conclusiva e por isso ainda não é uma teoria viável. Embora tenha feito avanços ao longo do tempo. A LQG precisa fazer uma previsão que possa comprová-la ou descartá-la como teoria científica, até lá o trabalho dos físicos Jorge Pullin e Rodolfo Gambini são meros truques matemáticos que fizeram a gravidade ser repulsiva na densidade de Planck.
    Não acredito que buracos negros sejam caminhos para nada, muito menos um novo big bang, aliás a maioria dos cientistas continua acreditando que o Universo nasceu de uma singularidade. Mas dizer que provém de um Buraco Negro de outro universo, ou teríamos um universo paralelo perto da eclosão (o que acabaria com o nosso), ou com pelo menos 1 bilhão de bilhão de bilhão de bilhão de bilhão de anos luz de tamanho….
    Mas quando um físico teórico fala coisa como: “Agora poderemos atravessar um buraco negro” é num sentido figurado e teórico nunca real.

    • Olha, eu não sei não ein!
      Veja se há lógica no q eu digo: A gravidade distorce o tempo e o espaço segundo Einstein, ou seja, quanto maior a gravidade, maior a distorção do tempo e espaço.Então…..o que aconteceria se a gravidade aumentasse a um montante tão grande q seria no mínimo o triplo necessário para uma distorção total de tempo e espaço? Ou seja, fosse tão forte, mas tão forte, q a distorção se romperia.O que acontece se vc rompe algo?Esse algo se quebra, se parte, se abre.Agora se quebrarmos o tempo e o espaço, então teríamos uma abertura por onde poderíamos passar, pois bem naquele local o tempo e o espaço estão rompidos.Seria como uma ponte para um outro tempo e espaço!
      Pra mim faz sentido. Bizarro não?

    • E o que seria um “rompimento” do espaço-tempo? Lembre-se que quando falamos em “tecido espaço-tempo” estamos usando uma metáfora. Da mesma forma, a distorção do espaço-tempo é apresentada com muitas metáforas em sites de divulgação científica.

      Então o teu exercício de imaginação distorce e rompe uma metáfora, mas isto acontece mesmo na realidade? BTW, a coisa mais maluca que tem nestas distorções de tempo-espaço são, para mim, os ‘buracos de minhoca’, que conectariam dois pontos diferentes do espaço. Acho que isto se encaixa na tua descrição de “rompimento do espaço-tempo”.

    • @Dante Bravus
      Nada é completamente certo, e de fato tudo pode ser verdade, desde que tenhamos evidências ou mesmo indícios.
      Por exemplo o físico português João Magueijo criou a VSL, onde a luz em situações específicas pode aumentar a sua velocidade no vácuo.
      É uma possibilidade, contudo, fora logo descartada pela maioria da comunidade científica porque não possui uma formação lagrangiana de onde as equações do movimento possam ser derivadas. Para um leigo ela seria descartada por ser uma sandice.
      A única chance da VSL conseguir respaldo é a existência das hipotéticas Cordas Cósmicas onde a luz teoricamente consiga se propagar a uma velocidade maior que c.
      Muito se estuda sobre os Buracos Negros e muitas teorias nascem e logo morrem, o que sabemos de fato é que as leis da física entram em colapso dentro dele.
      Este acaba virando um campo farto para especulações, mas é assim que a física avança.

  3. As matérias do site, assim como os comentários, são bem interessantes.Uma idéia que chamou a atenção, é a de que o buraco negro reune tanta massa, que chega um ponto que pode explodir, originando outro big bang: não sabemos ao certo todas as formas de origem de um buraco-negro, mas uma delas certamente é o colapso de uma estrela massiva que, apos queimar todo seu combustivel (converter o hidrogenio em helio e por fim em carbono), pois a massa restante implode sobre ela mesma, gerando esse pequeno ponto com massa incalculavel (o que transformado em integral, convenciona-se tendendo ao infinito), e por consequencia, densidade infinita. O modelo de Stephen Hawking e Kipp Thorn admite ainda, baseados na relatividade de einstein, que o ponto massivo do buraco negro não somente faz o espaço-tempo curvar-se, como causa um rasgo nesse continuum. O efeito desse rasgo – se uma explosão causadora de um novo big bang, ou simplesmente perda (ou reciclagem) da matéria, luz e informações – ainda não sabemos, porque, dentre outros vários motivos, não sabemos o que acontece além da singularidade.
    Outros teóricos, associam o universo, com todas as suas particulas (os muons, gluons , bosons ) aos bits e bytes de um grande computador: nesse caso, os buracos-negros funcionariam como uma “lixeira de reciclagem”, aspirando a informação codificada que chega ate ele, e a devolvendo em forma das particulas mais simples, a fim de compor outros tipos de particulas (ou ate mesmo outros universos, em outras dimensões). PS> sim, digo outras dimensoes, já que teoricos admitem, atraves de seus mirabolantes calculos, a existencia de algo entre 10 e 23 dimensoes.
    Uma outra teoria, a das branas, é mais organicista, comparando o universo conhecido tendo como estrutura, “”cordas”, que por sua vez formam as branas (sim, como as membranas celulares da biologia). então, de acordo com essa hipotese, o universo seria parte de um hiper-espaço (ou multiversos), sendo parte assim de um “organismo” de uma escala infinitamente maior..assim como membranas compoem celulas, que por sua vez compoem tecidos orgaos etc, até chegar o ser. nessa hipotese, os buracos-negros fariam parte de algum sistem excretório.

    • se a massa tende ao infinito então, necessariamente a gravidade tenderá ao infinito e com tamanha gravidade pressionando e comppactando, uma explosão bigbbangueante seria matematicamente e logicamente impossível.
      Além do mais me apresente um único exemplo ocorrido nos últimos 14 bi.
      Não acredito em BigBang mas em BigBag.

    • Orlando, o Big Bang, apesar do nome e de ser apresentado em vários lugares como ‘a explosão que deu origem ao Universo’, ele não é uma explosão.

      Além do mais, se a energia escura se tornar mais forte que a gravidade, então a expansão acontece. E se você quer um exemplo, aparentemente é o que está acontecendo AGORA com o Universo: a expansão está acelerando.

    • Oi Cesar.
      Eu pedi um exemplo de BN que tenha explodido.
      O universo está acelerando. Está é uma constatação universal mas para que o universo acelere precisamos de duas condições:
      1. Que algo tenha explodido antes da matéria universal (energia/matéria escura etc) para que atraía a matéria barionica do centro para os lados. +ainda não acharam um grama de matéria/energia escura.
      2. A E/A escura tem propriedades anti-gravitacionais. +Nunca encontraram um único grama de matéria A-G.

      Entao concluo que um outro universo dentro do nosso, maior e pre-existente ao nosso tenha cedido matéria barionica e esteja acelerando nosso universo.
      Este outro universo matriz, que chamo de U0 continua :
      1. fornecendo matéria ao nosso.
      2. trocando matéria através dos BN.
      3. interagindo e acelerando nosso universo.

      Proponho que cientistas usem magnetometros sensíveis o suficiente, provavelmente no ponto Lagrange, para detectar estas interacoes gravitacionais .

      O que acha ?

    • Pois é…
      Orlando, mesmo se considerarmos a massa do universo inteiro, incluindo a matéria escura, ela não tende ao infinito. É enorme, mas infinito é outra coisa.

      Eu não entendi como magnetômetros podem ajudar a desvendar a existência de outro universo muito menos o que seria o ponto de Lagrange deste universo.

    • Walter,
      Ela tende ao infinito mas não é infinita, apê.as usei como ordem de grandeza.
      Errei. Pois não seria um magnetometro mas um gravitometro ou algo similar que medisse campos gravitacionais.
      Ponto Lagrange são locais próximos a órbita terrestre com gravidade quase nula.
      Mas coloco em discussão:
      Se num sistema como nosso universo inicial toda a massa universal estava compacta num único ponto, Entao logicamente toda a gravidade estaria também neste local ou centro. Entao como poderia emergir, sair ou explodir ?. Este sistema estaria eternamente compctado pois uma força anularia a outra, a não ser que aparecessem outras forças/atores no cenário ou eventos desconhecidos como forças centrifugas, Deus (Sim, uma hipótese), na singularidade de uma sopa atómica pré BB na existiria fenómenos gravitacionais. Aí entra a minha teoria do universo matriz que acelerou nosso universo até os dias atuais.
      Um abraço.

  4. Pois é!

    1- Nenhum ser vivo conhecido chega perto de um buraco negro com vida. Vejam bem não é cair em um buraco negro e sobreviver, mas CHEGAR PERTO e sobreviver. A gravidade nas proximidades de um Buraco Negro é tão intensa que não há como um ser vivo suportar. Aliás, não há como um ser humano suportar a gravidade da superfície do Sol (27 vezes maior que a da Terra) por exemplo, quem dirá a gravidade de um Buraco Negro. Além disso se o Buraco Negro estiver “engolindo” massa, as condições nas proximidades seriam tão extremas que, comparativamente, o calor da superfície do Sol pareceria um dia de primavera!!

    2 – Ah, os modelos!! Se modelos fossem tão bons para prever, as previsões do tempo seriam muito mais precisas. Claro que eles tem seu valor. Mas calma!! O que a matéria diz é que UM MODELO matemático conseguiu fugir da singularidade.

    3 – Universos paralelos sempre aparecem com possíveis explicações para o que não entendemos . Existem várias teorias sobre isso, a mais ousada delas é a Teoria do Multiverso que simplesmente diz que existem um numero INFINITO de universos coexistindo e que a cada momento são criados INFINITOS universos. Acho que esses caras mostraram o que é meter o é na jaca!! Ora, se os limites da física que conhecemos e a coerencia com o que podemos observar não precisa ser respeitados, então, qual é o limite?? Nenhum ! Mas ninguém nunca encontrou nenhuma evidencia de universos paralelos….

    4 – Alguém falou que o o Universo pode ser um Buraco Negro . Na verdade a massa estimada do universo poderia criar um Buraco Negro com um raio maior que o raio do universo observável. Ou seja, o Universo Observável satisfaz as condições para formar um Buraco Negro….

    • WalterZ

      1. Não é a gravidade que mata, mas a gravidade diferencial, ou seja, se você ficar “em pé”, a força que puxa teus pés é um pouco maior que a força que puxa tua cabeça. No caso extremo das proximidades do Buraco Negro, a diferença é tanta que teu corpo é rasgado ao meio. O resultado é a espaguetificação…

      2. Modelos matemáticos são excelentes. Eclipses e ocultações são previstas com uma precisão sem precedentes. O clima não, mas aí há um complicante, até onde sabemos há muitos fatores caóticos no modelo do clima. Uma brincadeira que vi algum tempo atrás dizia que previsões para a meteorologia de amanhã, com boa chance de sucesso, saem com uma hora, mas se você quiser 100% de precisão, e tiver dados suficientes, o computador vai levar 24 horas para calcular…

      3. É o desejo dos cientistas entender as coisas que não entendemos e para isto eles criam explicações e as testam depois. Universos paralelos surgem em um cenário específico, tem um monte de coisas que não entendemos e que ninguém usa universos paralelos para explicar, não tem?

      4. http://www.scientificamerican.com/article.cfm?id=universe-blackhole-collapse

    • Cesar.
      Muito bem colocado. Bom debater em alto nivel. Mas tenho duas consideraçoes:

      1 – Concordo que a “espaguetificaçao” é o destino final do individuo que se aventurar próximo ao horizonte de eventos de um buraco negro. Mas quando isso acontecer ele já estará morto devido a intensa força gravitacional que esteve submetido antes de chegar tão próximo a ponto de ser espeguetificado. Uma gravidade equivalente a do Sol (na superficie) já acaba com os órgãos internos de uma pessoa. E a gravidade do Sol é quase desprezível se comparada a gravidade no horizonte de eventos de um Buraco Negro;

      2 – Modelos Matemáticos são excelentes para a predição do comportamento de sistemas com fenomenologia bem dominada e
      de baixa complexidade. Acho que um buraco negro não se enquadre como algo bem dominado e certamente não de baixa complexidade. Não há como modelar com rezoável grau de certeza algo que não dominamos nem algo com grande complexidade como a previsão do clima por exemplo. Aliás, esta é minha praia.

      Uma braço

    • Não!

      Trabalho com Fluidodinamica Computacional em combustão, abrangendo turbinas, caldeiras, fornos e motores a combustão interna.

      Mesmo nestes sistemas bem restritos, os modelos servem para reduzir e orientar os experimentos. Não dá para confiar nos resutados sem comprovação experimental

  5. não sei fazer cálculos de fisica pra chegar a conclusões mas eu tenho uma teoria toda montada sobre o big bang e buracos negros. sabemos que um buraco negro é de tamanha gravidade que distorce MUITO o tecido de espaço-tempo. imagino eu que, um buraco negro após absorver mais matéria do que ele pode aguentar, toda essa matéria acumulada em uma singularidade que esta localizada em um ponto distorcido do tecido espaço tempo dentro do buraco negro explode dando origem a um Big bang em um novo universo. gostaria de que alguém com um conhecimento maior que o meu de física me apontasse quais as chances dessa ideia ser uma teoria de verdade.quais os erros dela e tudo mais

    • Bem, estamos tratando de algo tão diferente do nosso mundo e ainda tão inacessível que poucas coisa podem ser confirmadas ou descartadas com razoável grau de certeza. Assim a sua ideia, (um Buraco Negro explodir por excesso de massa) pelo menos até onde eu entendo, não pode ser refutada com alguma base.

      Por outro lado também não pode ser confirmada. O que se sabe é que existe pelo menos um buraco negro com massa de 18 bilhões de sóis (que é uma quantidade absurdamente enorme de massa) e ainda não explodiu. E se algum já explodiu ao longo de toda a história do universo não deixou nenhum rastro.

    • Sim, já existe uma teoria que diz que os buracos negros dão origem a novos universos. E também existe outra que diz que Universos são como “BOLHAS” em expansão, flutuando no hiperespaço. Se você já não ouviu falar, pesquise sobre o Multiverso e sobre a teoria do Macro átomos.

    • Walter segundo minha linha de pensamento, o buraco negro explode numa segunda linha de espaço tempo, podendo continuar ativo na nossa… absorvendo materia na nossa linha de espaço tempo e jogando na nova criada por ele… ta certo que pra isso ser possivel seria preciso ser observado algo jogando materia diretamente na nossa linha de espaço tempo… porem isso pode durar um tempo finito e o que era o buraco negro que criou nosso universo talvez ja não exista mais… enfim é só uma ideia louca sem embasamento cientifico nenhum… algo que fica remoemdo na minah cabeça

    • Hehe…

      Se isso fica remoendo na sua cabeça, vá em frente, busque uma forma de comprovar ou de embasar esta ideia. A princípio, esta ideia não pode ser descartada a luz do conhecimento atual

      Teorizar, conjecturar, etc é a origem das teorias que por sua vez são a base do conhecimento. Mas tenha sempre bem presente o que é hipótese e o que é real.

  6. bla bla bla,nunca esses cientistas entenderam um buraco negro,se baseiam na teoria de albert einstem,primeiro que o primeiro buraco negro foi descoberto quando einstem já estava morto,e na teoria de einstem que nem sabia da existencia desses buracos negros,dizia que que uma massa super maciça teria em seu espaço o tempo nulo e gravidade infinita,é só uma esfera super maçissa na teoria dele,agora descobriram esses buracos e deduzem que seja o que einstem calculo,pelas fotos da nasa parece mesmo ter uma super gravidade,pois transformou uma estrela em pó,que entrou como a agua entra num ralo no buraco e depois foi cuspido pelos polos do buraco a uma velocidade imprecionante pelo espaço,agora nem 10000000…einstem conseguira explicar a fisica dessas imagens

    • Os buracos negros são com certeza intrigantes e uma hora vamos entender perfeitamente o seu funcionamento, pois o ato de tentar nos leva a conseguir, premissa da qual que você provavelmente desconheça.

    • 1. Betinho, impressionante é escrever “imprecionante” !!!
      2. Gabriel, o verbo descobrir deveria estar no passado, não ? (descobriram)
      3. Marcos, véio, vc pode até entender perfeitamente o funcionamento de um motor… mas há mistérios no universo que nem adianta tentar… é como vc subir no telhado e tentar sair voando por seus próprios meios, como se fosse um pássaro. O buraco negro é mais embaixo !
      Mas, como teorizar é permitido, gostei da “sacada” do Zancheta: o buraco negro vai acumulando matéria até explodir em um novo Big Bang ! No mínimo é poético, me parece perfeito em beleza criativa de algo muito além de nossa compreensão.

  7. Isto só vem ratificar o que a anos proponho neste site: A da existencia de um outro universo contiguo ao nosso, não ao lado do nosso mas entre nosso universo. Fazendo uma analogia simples como se o ar fosse este universo e o restante da matéria fosse nosso universo.
    Está minha teoria lançaria luz em muitos mistérios e responderia perguntas como:

    De onde veio a matéria universal ?
    Veio deste outro nível dimensional através de furos ou buracos entre estes dois universos. Isto explicaria também de onde vem a matéria que emerge do fenômeno do ponto zero. A matéria que emerge não está sendo criada mas emergindo deste universo, aliviando a pressão sobre a lei de conservação de energia que é a base de todo edifício científico natural.

    O que é energia\matéria escura ?
    Seriam influências gravitacionais deste outro universo. Por isto jamais acharam a matéria responsável por este efeito. Nunca a acharao pois ela não está presente em nosso universo e existe apenas as influencias gravitacionais que aceleraria a expansão universal.

    No Big Bang a matéria não explodiu mas emergiu e foi acelerada, até porquê no início do universo a gravidade seria infinita e assim o universo não poderia Jamais explodir. Um buraco enorme na teoria do BB.

    • E de onde veio o outro Universo? ele também está entrelaçado em um outro universo e se for assim existiriam infindáveis universos numa espécie de queijo de energia quântica, Aonde bolhas cheia de universos se formam e somem sem parar. E o nosso universo seria um deles?

  8. “A equipe descobriu que, conforme eles “rebobinavam” o tempo em um universo com gravidade quântica em loop, chegaram ao Big Bang, mas não chegaram a nenhuma singularidade – em vez disso, atravessaram uma “ponte quântica” em um outro universo mais velho”

    POR FAVOR, ALGUÉM ME DESENHA ISSO!!!

    • eles tentaram descobrir a origem do universo de outro jeito e nao deu pau(igual as outras), ao inves disso descobriram que nosso universo pode ter vindo de outro (a parte da ponte quantica eu fiquei confuso tbm)

    • Pelo que acho que entendi, ‘antes’ do Big Bang havia um universo mais antigo gerando, em algum ponto (buraco negro?), uma compactação que estourou em direção a outras dimensões espaciais, gerando nosso universo…

    • Quando tento ler este artigo em modo dinâmico, parece haver a formação de um buraco negro no meu cérebro, criando um verdadeiro paradoxo entre espaço e tempo!!!!!

Deixe uma resposta