Evidências de água em Marte: clima antigo do planeta era frio e úmido, com oceanos congelados

Publicado em 30.08.2011

Um novo estudo diz que a existência de um oceano frio antigo em Marte, cercado por geleiras, poderia explicar os minerais incomuns que compõem as planícies do norte do planeta.

Marte possui características que não podem ser explicadas pelos modelos atuais, que dizem que o planeta já foi frio e seco, ou já foi quente e úmido. Agora, as novas descobertas acrescentam elementos à ideia de que Marte foi na verdade frio e úmido.

Cientistas tentaram explicar por que a crosta inicial das planícies do norte de Marte aparentemente não tem um grupo chamado de minerais filossilicatos, quando comparada com a crosta similarmente envelhecida das terras baixas do sul do planeta. Estes minerais são comuns em sedimentos marinhos na Terra.

Para explicar isso, modelos climáticos e geoquímicos sugerem que, se um oceano norte existiu em Marte, ele teria sido congelante, perto de zero.

Além disso, as características em torno da bacia oceânica são consistentes com a presença de grandes geleiras, como trechos submarinos de detritos rochosos. Temperaturas quase congelantes e grandes geleiras impediriam a formação de filossilicatos.

“Nossas análises multidisciplinares oferecem uma explicação para a existência de um oceano no passado de Marte, consistente com a mineralogia detectada até agora por sondas orbitais”, disse o astrobiólogo Alberto Fairén.”Se houvesse oceanos em
Marte, eles eram glaciais, semelhante aos mares polares da Terra. As costas seriam circundadas por geleiras, e porções do oceano seriam cobertas de gelo”.

Existem atualmente duas ideias principais de como o clima de Marte antigo poderia ter sido. Uma delas é que era frio e seco, afirmando que vales e outras características geológicas, sugestivas de água líquida, eram, no passado, essencialmente resultados de rajadas de calor confinadas no espaço e no tempo, indicando que Marte não poderia ter sustentado oceanos.

A outra é que Marte já foi quente e úmido, o que implica que poderia ter tido lagos, mares e chuvas por longos períodos.

“Percebi a contradição entre as evidências geológicas, que apontam que a água líquida foi outrora abundante em Marte, e os modelos climáticos, que até agora não conseguem explicar condições de calor na água de Marte que a permitia ficar no estado líquido”, explicou Fairén.

Agora, os pesquisadores sugerem que Marte antigamente era úmido, mas não quente. “Marte frio e úmido parece ser uma solução adequada para esse quebra-cabeça, e um oceano glacial no norte se encaixaria perfeitamente nesse cenário frio e úmido”, disse Fairén.

Os cientistas estão em busca de provas adicionais de um oceano congelado em Marte em conjuntos de dados globais, incluindo a análise da evolução glacial e características costeiras do planeta, a procura de sinais de icebergs e modelos de baixa temperatura geoquímica.

Esta não é uma tarefa fácil, já que a evidência para o oceano em Marte está enterrada sob toneladas de materiais mais recentes, incluindo quilômetros de espessura de depósitos sedimentares e vulcânicos.[LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

10 Comentários

  1. penso que quando marte teve seu núcleo resfriado e perdido seu campo magnético ,os ventos solares teriam ejetado sua atmosfera para o espaço exterior,a pouca gravidade do planeta também deve ter sido um fator determinante para esse fenômeno, hoje pouco sobrou dessa atmosfera,a água deve ter sido evaporada junto com a atmosfera ou entranhado em meio ao solo do planeta,essa é a teoria de alguns cientistas e para mim também é a mais plausível .

    Thumb up 5
  2. marte é um planeta em tanto se n posse pela sua atsmosfera fraca podia haver vida como a terra .
    ai n presizacemos fazer sempre a mesma pergunta que todo mundo faz esamos sozinhos no universo !!!

    Thumb up 0
  3. Sem pressão atmosférica necessária(que se perdeu com o tempo), a água também foi embora(grande parte dela),Luís.

    Thumb up 1
    • E ainda á teorias plausíveis de que uma parte dessa água está abaixo do solo do planeta e congelada lá pela baixíssima temperatura!!

      Thumb up 0
  4. a nossa galaxia, a via lactea, tem cerca de 40 bilhoes de estrelas. se voce erguer um grao de areia, a parte do céu que ele esconde (atrás dele) tem cerca de 10 mil galáxias. este é o tamanho do universo em que vivemos.

    Thumb up 4
  5. kkkkkkk….quente………..frioooo…..um fato que o ser humano está cansado de saber é que já se passou quase 14 bilhões de anos e que nesse meio tempo pode ter ocorrido milhares de mudanças, como as já ocorrida por aqui, ou seja, essa ideia ou conceito já nasceu morta.

    Thumb up 1
  6. Na Terra não foi descoberto um oceano interior? Porquê não poderia ser a mesma coisa por lá? De repente um tipo de proteção para que o planeta não se torne totalmente inóspito…

    Thumb up 4
  7. “Marte no passado era frio e umido”
    Se no passado já era frio e atualmente continua, minha pergunta é: Onde foi parar esse oceano, essas geleiras e Icebergs. Se realmente existiram deveriam ter se mantido ou até congelado por completo na superfície. Acho que é mais uma das tantas teorias sem base

    Thumb up 6
    • Com a perda da temperatura do centro do planeta(como existe na terra), a perda do campo magnético e boa parte da atmosfera, pode ter feito a água e a atmosfera perder-se no espaço, e talvez fazendo com que uma parte da água tenha ficado subterrânea e permanecido lá congelada devido á baixa temperatura do Planeta… eu acho que é isso!!!

      Thumb up 2

Envie um comentário

Leia o post anterior:
Tempestades-solares1
Erupções solares vão aumentar de intensidade nas próximas décadas

Cientistas afirmam q...

Fechar