Entrou no jogo das bolinhas: menino de 8 anos fica milionário vendendo bolinhas de gude pela internet

Quem diria que alguém poderia ficar rico com o simples jogo das bolinhas de gude, não é? Mas, como você vai ver logo a seguir, esse menino não só ficou rico, como ficou milionário. Entenda como:

Jogo das bolinhas de gude vira negócio digital

Não é segredo que os novos milionários são cada vez mais jovens. Em 2010, o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, entrou para a história após ter sido apontado como uma das personalidades do ano pela revista Times, sendo um dos bilionários mais jovens do mundo.

Mas, quando estamos falando do mundo dos negócios, os jovens têm sempre no mínimo vinte e poucos anos. Isso já é difícil de acreditar, porém é o mínimo aceitável. Só que já aviso que esse não é o caso de Harli Jordean. O mais novo empresário milionário do pedaço não terminou nem o ensino fundamental ainda. Com seus surpreendentes 8 anos, ele obviamente não completou nenhuma faculdade ainda. Mais obvio ainda é que ele não tem nenhum mestrado ou experiência em negócios.

Então como ele ficou assim milionário?

A resposta é surpreendente e, no mínimo, inspiradora. Ele enriqueceu praticamente do dia para a noite depois de criar um site de e-commerce para vender bolinhas de gude. É isso mesmo: ele ganhou a vida vendendo o jogo das bolinhas mais simples de todos os tempos.

O garoto sempre foi apaixonado pelas bolinhas e depois que teve sua coleção roubada por meninos mais velhos, pediu para que a mãe comprasse mais pela internet. Os dois perceberam que não havia muitas opções, e Harli resolveu criar um site dedicado exclusivamente à venda de bolinhas de gude – que cresceu surpreendentemente com pedidos do mundo inteiro.

Bom para a mãe e os irmãos que agora trabalham para Harli, o garoto que ficou milionário com uma brincadeira de criança. [OddityCentral]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Curta no Facebook:

33 respostas para “Entrou no jogo das bolinhas: menino de 8 anos fica milionário vendendo bolinhas de gude pela internet”

    • Rafael, tenho uma boa idéia p/ vc começar.
      Pq. não vender bons livros dedicados a lingua portuguesa?

    • Valter, deixa de ser bobo, erros de digitação acontece. Vais ganhar o troféu cata piolho, vá ser chato assim lá na…Eu mesmo sou professor e já várias vezes errei ao digitar, muitas vezes pela pressa. E olha que tenho curso de digitação e datilografia. Muitas vezes, com a pressa, a gente digita errado. Deixa de ser chato de galocha, ficas só procurando erros pra posar de bom em português.

  1. A necessidade do garoto foi o ponta pé inicial,porem,a mãe do mesmo teve a iniciativa de criar o site,assim como o resto da família ter dado apoio.
    Na verdade foi um conjunto de fatores que deu um bom resultado,caso contrário o menino não seria milionário.A internet é uma poderosa ferramenta para se ganhar dinheiro,mas é preciso um pouco de sorte, muita visão e ação,quem estiver atento a isso,com certeza conseguirá ganhar algum dinheiro.

  2. Não é sensacionalismo não!
    O garoto é um gênio e está muito a frente do nosso tempo.
    Os pais dele não fizeram nada.
    Rumores de que ele poderia ter contribuído para a matemática, física e astronomia com novas teorias, mas preferiu seguir seu sonho e vender bolinhas de gude mesmo.

    • Aparentemente um menino comum. Como ele com 8 anos poderia contribuir para a matemática, física e astronomia se simplesmente é uma criança normal que apenas decidiu vender bolinhas? Q idéia… Aff

    • Que gênio vc. Outro que pode contribuir para ciência… como cobaia.

  3. Não só o garoto mais toda sua família está de parabéns não só por ter ficado milionário mais pela brilhante ideia. Claro que mesmo a ideia tendo surgido do garoto todos contribuíram afinal família unida é capaz de vencer qualquer obstáculo no caso deles os tornaram milionários

  4. É evidente que o garoto é só propaganda, da idéia que levou a ver a oportunidade. Pois, no minimo, com certeza foram os pais os empreendedores, para começar, o garoto não deve ter a minima noção de programação para fazer o site, e nem pode legalmente ser um empresário, e contratar serviços de terceiros para construir um site… e não deve ter a minima noção de muita coisa.

    É apenas uma icone, uma figura que os pais criaram… foram os pais que ficaram milionários. É pura propaganda isso.

  5. Poderia ser difícil ter idéias, mas nem tanto. O difícil mesmo é realizar as idéias. Vai olhar por trás do garoto e verão toda uma estrutura onde ele, o garoto, não é o condutor mas sim o conduzido. Me entenderam?
    A idéia, parte fácil, foi do garoto, a realização, a parte difícil, foi feita por outros.

  6. Ah se essa idéia tivesse me ocorrido há uns anos atrás….ô dor!!!!!! mas minha coleção de bolinhas de gude (peteca, como chamamos na minha terra) ainda está intacta…rsrsrs.

    • Não vi motivo pra não ir com a cara do garoto. Ele tem 8 anos, nem tem personalidade formada ainda. Mas sim, com certeza o trabalho maior foi dos pais, o menino deve ter tido apenas a ideia inicial.

    • e voce fez oque de genial para o mundo? acordou e foi para o seu trabalho mediocre?

      olha a inveja hein, as vezes é melhor ficar calado!

    • Agora tudo é inveja? Se liga, não tenho inveja de ninguém. Respeite a opinião dos dos outros.

    • Concerteza o garoto deve ter tido a idéia de vender bolinhas de gude. Mas lógico que a iniciativa de fazer um site de vendas do produto veio de esforços dos país, que perceberam o quão lucrativo poderia ser a vendas das “velhas” bolinhas de gude. Ou seja, os responsáveis do garotinho uniram o útil ao agradável e posteriormente, após o sucesso dos negócios, atribuiram os créditos ao garoto, uma vez que tal fato chamou a atenção do mundo inteiro, gerando publicidade para o negócio da família.

Deixe uma resposta