Novo sinal de trânsito põe pedestres no poder

Publicado em 14.09.2009

novo sinal de trânsito porto alegre
Novo sinal de trânsito em Porto Alegre

Quando o novo código nacional de trânsito foi aprovado, em mil novecentos e vovô bolinha, a nova lei ditava que aqui, assim como na maioria dos países desenvolvidos, o pedestre tem preferência para atravessar a rua, ao invés dos veículos. Isto é, se você quer atravessar a rua em algum lugar da Europa ocidental — PASME — o carro tem que parar para você.

Já vi isso ser praticado aqui no Brasil lá em Jurerê Internacional, um balneário super-mega-ultra elitista de Florianópolis. Inconsciente da ‘novidade’, quase passei por cima de uma meia dúzia de milionários, entre eles velhinhas e crianças, até entender que lá os carros param para os pedestres atravessarem, quando estão na faixa de pedestres.

Em Porto Alegre foi criada uma campanha que ensina um novo sinal de trânsito e ele é a mão do pedestre. Quando o pedestre chega perto da faixa ele estica a mão, certifica-se que os motoristas o enxergaram, e atravessa. É louvável e todos esperamos que pegue.

Dando preferência para os pedestres incentivamos tirar carros das ruas lotadas e isto é ótimo (contanto que não seja o meu, é claro). [Novo-Mundo]

Autor: Miguel Kramer

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

33 Comentários

  1. Moro em São Paulo.Praia Grande, fui visitar minha cidade natal em novembro/2010 e fiquei abismada, pensei que estava em outro mundo. Foi em Cataguases/MG quando eu pisava na faixa de pedreste para atravessar, os carros paravam, fiquei surpresa. E só tem um semáfaro na cidade. e a cidade não é pequena. Parabéns os Cataguasenses continue assim, estaão de parabéns!!!!Aqui em São Paulo os carros passam por cima e vão embora sem prestar socorro.

    Thumb up 0
  2. EU TO AQUI PROCURANDO SOBRE QUANTOS ACIDENTES OCORREM NA EUROPA TÁ E NÃO SOBRE O QUE EU ACHO SOBRE ESSE NOVO SINAL DE TRANSITO.
    SE LIGA CARA.
    KKKKKKKKKKKK
    BJS
    MAS É LEGAL TAMBEM

    Thumb up 0
  3. Faixa inviável em cidades maiores?!
    Viaje a Londres, Toquio, Nova Iorque. Cidades enormes e as faixas são respeitadas.
    O problema no Brasil é a “macaquice”. É a lei dos mais fortes, traço típico de um povo subdesenvolvido.

    Thumb up 2
  4. Ótima iniciativa, sem dúvida alguma. Todo motorista também acaba sendo pedestre, não é mesmo? Respeito é fundamental.

    Thumb up 1
  5. Olha só não prescisa ser apenas na Europa que o transito é anos luz daqui…Afinal aqui perto no Uruguai, na fronteira XD, eles param quando tu quer atravessar, e é só ver a placa, alguns do Brasil ñ param já do Uruguai eles param.
    Sou morador de Porto Alegre e nunca utilizei deste sinal, mas conheço gente que já usou isso, mas sem resultados. Mas sei que aqui é bem caótico, tem que se cuidar principalmente com motos, já estudei em 2 escolas que passavam umas avenidoas sabem… tinha uma com dois sentidos e praticamente só dava pra passar no sinal vermelho…

    Thumb up 0
  6. Seria simplesmente otimo se isso acontecesse em todo o Brasil… mas acho q grandes cidades como São paulo e o Rio naum funcionaria..

    imagine como seria no centro se todos resolvessem atravessar… =D
    e outra você está com seo carro e dois homens fazem o sinal… você para, afinal, você segue as normas e respeita o proximo… então, os homem sacam suas armas e leva seu carro embora!!!

    naum… akii em sao paulo isso naum cola naum… so em cidades do interior.. ou cidades pekenas!!

    mas a ideia eh realmente perfeita!!!

    Thumb up 0
  7. Sem sentido? Não vejo porque.

    Para alguns pode ser sem noção dar preferência ao mais fraco, mas não tem essa de “lei do mais” forte. Na sociedade deve-se dar prioridade aos mais fracos. Afinal de contas, não vivemos na selva, pelo menos não me considero irracional para acelerar um carro ao me aproximar de uma fiaxa de pedestres com pessoas querendo atravessar a rua.

    Será tão difícil assim ao homem, ser capaz de obedecer uma simples regra? O verdadeiro condutor de veículos deve ser forte o suficiente para deixar que algo escrito em um papel o faça parar, sem a necessidade de uma multa ou ameaça. As leis funcionam assim, a sociedade moderna funciona baseada em regras que devem ser seguidas por todos, e não por alguns poucos “idiotas que obedecem os sinais de trânsito”.

    Espero que pessoas que pensam não precisar tenham que usar as faixas de pedestre de suas cidades mais e mais vezes. O trânsito está mais caótico cada dia que passa, e talvez um dia o carro seja mais lento que andar a pé.

    Thumb up 1
  8. é, aqui não é a Europa, os motoristas são uns cavalos, se funciona no primeiro mundo é porque lá eles são civilizados e aqui o motorista é um analfabeto arrogante que acha que tem que passar por cima e sair xingando porque tem dinheiro para comprar um automóvel… Se fizesem teste de educação ao invés de psicotécnico para distribuir licença aos motoristas, aí sim teríamos alguma chance… Como é que pode funcionar na Europa em cidades maiores que as nossas mas não funcionar aqui? Simples: lá não tem gente burra atrás de um volante…

    Thumb up 0
  9. Desculpe discordar da maioria de vocês…
    Isso pode dar certo sim, mas em cidades pequenas. Numa cidade um pouco maior já é completamente inviável e sem sentido. Acredito sim da nessecidade de respeitar o sinal (farol, semáforo,…), tanto o pedestre quanto o motorista!!! Mas o pedestre estender a mão e os carros pararem bruscamente? Não, aqui no Rio isso jamais daria certo e eu nunca me arriscaria a atravessar a rua dessa maneira. É + / – a lei do mais forte… já pensou em trombar de frente com um carro em movimento?

    Thumb up 0
  10. Aqui em São Paulo, se você fizer sinal com a mão roubam seu relógio.

    Se pisar na faixa, vira pastel.

    Thumb up 2
  11. Duvido que isso funcione no Rio, povo mal educado onde todo mundo se acha mais esperto que o outro ! Os acidentes de transito aumentariam uns 500%

    Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
funcho gigante-grande
Antigo medicamento chinês pode funcionar contra a gripe suína

Cientistas da Univer...

Fechar