5 estados nos quais gastamos demais – e como evitar jogar dinheiro fora

Por , em 24.04.2013

Você chega em casa à noite cansado do dia de trabalho e desanimado com o próximo. Deita no sofá, começa a navegar pela internet e, para esfriar a cabeça, acaba comprando um monte de coisa de que não precisa.

Essa facilidade das compras online pode tornar a “terapia do banho de lojas” mais comum nos dias de hoje. As pessoas gastam como uma maneira de se sentir melhor.

Isso é o que especialistas em comportamento do consumidor chamam de “gatilho para os gastos”, um estado emocional que nos torna mais vulneráveis a jogar o nosso dinheiro pela janela.

A boa notícia? Se você conhece bem seus gatilhos, existem maneiras de evitar arrependimentos financeiros. Confira cinco estados em que as pessoas tendem a gastar mais, e que você pode fazer para evitar tal situação:

5. No mercado do amor

Não sei o que sai mais caro: ser casado ou ser solteiro. Embora a vida de casado leve a muitas despesas potenciais, pessoas solteiras definitivamente gastam mais com a perspectiva de um encontro. Estar no “mercado do amor” faz as pessoas gastarem mais com cabelo, maquiagem, roupa, depilação, entretenimento, etc.

Para evitar gastos desnecessários, lembre-se que as pessoas novas em sua vida – os potenciais parceiros e parceiras – não sabem se a sua roupa é nova ou se esse é seu look favorito. Sua melhor aposta para impressionar alguém é pedir a um amigo honesto que o conhece bem para ajudá-lo a escolher a roupa mais legal de seu armário, ao invés de comprar tudo novo.

Por fim, lembre-se que uma boa primeira impressão se resume não ao que você está vestindo, mas ao que você transmite. Sua linguagem corporal é mais importante que seu vestuário.

4. No mercado do entretenimento

Um amigo diz que vai dar uma passada na sua casa. Você compra mil ingredientes para fazer 300 pratos diferentes (e compra pratos de porcelana chiques, também), além de investir em taças e porta-copos que você provavelmente nunca mais vai usar a não ser que a rainha da Inglaterra te visite.

A necessidade de impressionar pode assumir muitas formas, e estragar qualquer orçamento. Como visto no exemplo acima, nem é preciso sair de casa para a palavra “entretenimento” representar diversos gastos.

Sua melhor aposta, nestes casos, é se planejar e consultar seu orçamento mensal conforme categorias (Alimentação, Entretenimento, etc) e ver quanto dinheiro você tem para gastar em uma determinada categoria naquele momento.

3. Nas férias

Você acaba de reservar a sua viagem dos sonhos e, uma vez que você só tem um número finito de dias de férias, esta escapadinha tem que ser perfeita (o que significa que você não pode economizar com nada).

Talvez, no seu caso, você ache que precisa de uma nova câmera cara, porque, para esta viagem, um smartphone só não vai ser suficiente. E, de repente, todas as suas roupas do verão passado não são boas o suficiente para este ano. Numa dessa, você já gastou todo o dinheiro que tinha separado para a sua viagem, e, se você não tiver cuidado, pode passar demais de sua previsão de despesa inicial.

Ou seja, priorize o que você deseja para suas férias e siga o seu orçamento. Ou, caso você possa, crie uma meta de poupança de férias e guarde esse dinheiro extra para todas as compras que você quer fazer. Mas tenha em mente que um resort nas montanhas pode não ser tranquilizador o suficiente quando você voltar para uma montanha de dívidas.

2. No mercado da beleza

Em geral, somos todos vulneráveis a gastar em qualquer produto que prometa nos fazer parecer mais jovens, mais bonitos ou mais magros. Nunca pensamos que estar em forma depende só da gente. É muito mais fácil se convencer de que, para atingir seus objetivos, é necessário aderir a uma academia (e consequentemente comprar roupa de ginástica, e, por que não, contratar um personal trainer), e assim por diante. Andar mais ou ir ao trabalho de bicicleta pra quê, se podemos começar a praticar um novo esporte que requer equipamentos caros?

Não que você não possa ir à academia ou praticar esportes; a ideia é aplicar com rigor um orçamento para cuidar da sua saúde, bem como levar a sério seu regime de treino. Decida quanto você tem para gastar por mês com isso, e cumpra sua previsão.

Você também pode estabelecer recompensas para se motivar. Digamos, para cada cinco visitas à academia, você se permite uma despesa de R$ 10 para alcançar seu objetivo de treino.

1. No fim do dia

Trabalhar demais ou estar estressado/cansado é o rei da situação “eu mereço comprar algo”. Todos conhecemos esse sentimento na forma da maravilhosa “terapia das compras”.

Se feita com moderação, não há nada de errado com ela. De fato, lotar as sacolas pode realmente nos ajudar a atingir nossos outros objetivos de vida. O problema surge quando tal “terapia” começa a afetar seu orçamento. Afinal, o que o faria feliz de verdade provavelmente seria chegar em casa em uma hora mais razoável, fazer exercícios ou dormir uma hora a mais – e não dá para compensar essas coisas com gastos.

Para combater a tendência das despesas excessivas, coloque uma barreira entre você e tudo o que tende a comprar em excesso. Por exemplo, tente selecionar as coisas que você deseja, mas espere até mais tarde para ver se você realmente precisa delas. Pesquisas psicológicas dizem que, após 48 horas, o “pique” de dopamina, a substância química do cérebro que nos incita a clicar em “comprar”, desaparece.

Se o seu estado de sobrecarga e cansaço for uma condição temporária, você vai perceber que realmente não precisa daquilo e a vontade de comprar deve desaparecer. Caso contrário, melhor visitar um médico, pois estresse, além de sumir com nosso salário, pode fazer muito mal a saúde.[Learnvest]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • Pedro Teruaki Kawakami:

    6. Na Steam.

  • grasisuperstar:

    De vez em quando eu me dou um presente mais caro, mas o meu problema mesmo, são as feirinhas de praça e as lojas de bugigangas ..é aí que eu me esbaldo e compro um monte se supérfluo. Mas a carapuça do artigo vai servir pra muitas leitoras….com certeza.

Deixe seu comentário!