A beleza está no cérebro: estímulo elétrico pode te fazer considerar alguém mais bonito

Por , em 2.07.2013

Quem já exagerou no álcool sabe como ele pode mudar temporariamente os padrões de beleza de alguém. Usando um método diferente (e que não causa ressaca), uma equipe de pesquisadores conseguiu atingir um efeito similar, abrindo portas para novos tratamentos de doenças neurológicas.

A técnica, chamada estimulação transcraniana por corrente direta (tDCS, na sigla em inglês), usa dois eletrodos e uma pequena corrente elétrica (2 miliampères) para estimular áreas específicas do cérebro. Embora seja possível conseguir efeitos parecidos por meio de medicamentos, a tDCS tem a vantagem de ser mais direcionada (enquanto drogas podem afetar diversas áreas) e de não ter efeitos colaterais negativos.

Ela já é usada para tratar pessoas com depressão e ajudar na reabilitação das que sofreram derrame. “Contudo, até onde sabemos, praticamente nenhum dos estudos anteriores [envolvendo tDCS] examinou e correlacionou comportamento com atividade neural”, aponta o pesquisador Shinsuke Shimojo.

No estudo, 99 voluntários foram divididos em seis grupos, cada um com um padrão de estímulo diferente – com exceção de um grupo de controle, todos receberam estímulo em uma região cerebral ligada a recompensa. Enquanto eram monitorados por meio de ressonância magnética, os participantes viam fotos de rostos e diziam o quão atraente achavam as pessoas retratadas. Depois do estímulo, as “notas” dadas por eles subiram. Os autores acreditam que isso aconteceu por causa da liberação de dopamina (ligada, entre outras coisas, a emoções) influenciada pela tDCS.

Como os níveis desse neurotransmissor não podiam ser medidos por ressonância magnética, a equipe pretende fazer novos testes com a tDCS, mas desta vez com outra técnica de monitoramento.

Em relação ao tratamento de doenças, o estudo de Shimojo e seus colegas mostrou que o alcance do tDCS é maior do que se imaginava até então.[Medical Xpress, Translational Psychiatry]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!