Abaixo-assinado reúne assinaturas para salvar as abelhas da extinção

Por , em 7.01.2011

Apesar de parecer impossível, pois elas sempre foram bichinhos abundantes na natureza, é fato que a população mundial de abelhas está drasticamente reduzida. E, pelo papel importantíssimo das abelhas na polinização de plantas, não são apenas elas que encontram-se ameaçadas, mas o equilíbrio de vários ecossistemas do planeta, assim como a produção de alimentos.

Como falamos nessa matéria, há, basicamente, 100 tipos de alimentos que funcionam como “base” para a alimentação humana atual – 90% de nossa dieta depende deles. Desses 100 alimentos, 71 dependem das abelhas para serem polinizados e se reproduzirem.

Segundo a organização Avaaz, que está divulgando o abaixo-assinado, se um certo tipo de pesticida fosse banido as abelhas, os ecossistemas e nossas plantações poderiam ser salvos.

Nos países europeus, por exemplo, esse tipo de pesticida já começou a ser proibido e as populações de abelhas estão se recuperando. No entanto, como isso não é interessante para as fabricantes do pesticida, as empresas estão fazendo lobby para garantir que o produto continue a ser utilizado.

Mas você, caro leitor, pode ajudar essa causa. Basta entrar nesse site e assinar a petição – e não se esqueça de pedir para sua família e seus amigos participarem também.

Para os leitores que não entendem inglês, nesse link você pode conferir a tradução para o português.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

28 comentários

  • Jorginho:

    Desde aquela presente data dei minha pequena contribuição…
    Se cada uma fizer sua parte, certamente os problemas diminuirão consideravelmente.

  • Paula:

    Vamos preservar as abelinhas *-*

  • Juliana Veneziani:

    Boa noite. Tem uma colmeia com um enchame de abelhas na esquina da Rua Joao Cachoeira com a Joaquim Floriano. Sao milhares de abelhas que surgiram la e nao sabem para onde ir. Ja tentei fazer com que o Ibama, Policia Ambienta, Prefeitura, Bombeiros, Butanta e Usp as retirem de la sem machuca-las nem mata-las. Mas ninguem quer me ajudar. Sei que no maximo ate este sabado se nao tirarmos estas pobres abelinhas do meio da cidade irao ser destruidas por algumas destas instituicoes, moradores ou camelos da regiao, pois sao muitoas. Sera que alguem pode me ajudar? Socorro, vamos salvar estas colmeias e estas pobres abelinhas!
    Aguardo.Obrigada.

  • dilson sardá:

    Como produtor, outrora; como consumidor, ha muito temnpo; e como observador, contumaz, de todas as questões relacionadas com o mel, entendo que as abelhas, na natureza, representam muito mais que insetos instintivamente organizados, pois produzem o mais importante alimento da natureza, cuja utilidade, até agora, não foi devidamente enaltecida pela sociedade humana. No momento em que se divulgue a importancia do mel, respaldada pela propria ciencia, poderemos avançar na direção das soluções de preservação desses insetos. E preciso que a ciencia explique não só a função polinizadora das abelhas, que é uma consequencia de sua mais importante função: produzir alimentos maravilhosos e de utilidades incriveis. Basta dizer que até seus venenos são uteis na salvaguarda de certos males. !!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • edeli kubin sarda:

    È necessário que se faça algo URGENTE em prol das nossas queridas ABELHAS que trabalham com tanta dedicação e esmero na construção das colméias para a fabricação deste alimento riquissimo para todos humanos e animais.

  • Lidia Maciel de Freitas Oliveira:

    SE NÃO AGIRMOS RAPIDAMENTE CONTRA A DESTRUIÇÃO DESSAS ESPÉCIES.. ACABAREMOS PERDENDO O VALOR DA VIDA!!! E RESTARÃO SO DESTRUIÇÔES!!!

  • Manuel Bravo:

    Não só os insecticidas devem ser controlados, como
    a extração e o consumo de mel devem ser reduzidos,
    para que as abelhas possam reproduzir-se mais.

  • jose paulo zabotto:

    eu me encontro com meus olhos cheio delagrimas
    o homem é ganansioso e pela a ganancia vai destruindo o praneta
    destruindo as politizadoras do nékita´poriço que o meu pe de chuchu naõ recebe mais as politizadoras ´tambem nao da mais chuchu e o meu pé de vargem mesma coisa

    coitada da geraçaõ que ai em vem

  • Rayssa:

    Uma grande pessoa disse uma vez que estamos sempre querendo mudar o mundo e nunca nós mesmos,mesmo sabendo que somos a chave da destruição do planeta. Acho que deveriamos mudar nosso ponto de vista para as coisas menores que o dinheiro,como as abelhas. O que vamos ser sem elas? Pó? Assinem o abaixo-assinado. E os que nao quererem,vão pensar em outro jeito de salvar o planeta e nao ficar reclamando,ok? Obrigada

  • reginaldo:

    A Avaaz, tem uma lista de assinaturas mundial, vale a pena assina-la.

  • claudemir da silva:

    vamos preservas abelhas elas grandes polinizadoras de alimentos sem falar do mel um importante alimento

  • Jô Freitas:

    Espero que isso nunca aconteça, pois seria a extinção de um dos alimentos mais completos da natureza, alem de muito saudavel. Adoro mel.

  • luciana:

    Luis das abelhas:
    Fico p da vida com a irresponsabilidade das autoridades brasileiras, Quem sabe se voce apelar para algum orgão internacional ou naturalistas, chame a atenção de alguem.

  • Milton Mourão:

    Se não bastasse os trangênicos, o aquecimento global, a poluição ambiental, dentre inúmeras outras agressões ao meio ambiente, agora esses pesticidas letais…
    Ou tomamos medidas enérgicas para revertermos esse estado de coisas ou a nossa espécie (homo sapiens sapiens) está fadada a desaparecer em relativamente pouco tempo. Aliás, essa espécie já devia estar na lista de animais em vias de extinção.

  • josias:

    Francamente, ainda não vi alguém preocupado com o pecado, que tem sido o grande perigo desde o Éden. Respeito a intenção desse pessoal que fala na defesa do planeta, mas devo dizer que isso é um engodo. Imaginem os iluminados defendendo o planeta, junto com vocẽs.

  • Marco Antonio Papalardo:

    Se alguns Homens,não estão nem aí para outras coisas que estão desaparecendo, em virtude de querer sempre Ganhar mais e mais, Dinheiro, irá se preucupar com um Simples Inseto, que alem de manter o Mundo mais coloridos pelas Flores, ainda ajudar a Sanar algumas doenças, o que é opara eles um simples “INSETOZINHO”
    Papalardo

  • Luís:

    Tenho um sítio onde mantenho algumas caixas de abelha para o consumo de mel e para polinização dos pomares.
    Inicialmente tinha 16 caixas e nessa época do ano era comum ver elas enxameando(uma rainha com uma parte do enxame deixando a caixa e procurando outro lugar e formando nova comunidade). Ano após ano os enxames foram morrendo sem causa aparente. Em algumas caixas o enxame morreu todo com a mesma farta de mel, isso quer dizer que não foi por falta de alimento. Atualmente sobraram apenas 4 caixas e esse ano ainda não pude ver nenhuma enxameando. Não foi citado, mas ouvi dizer que os herbicidas utilizados para matar o capim no plantio direto seriam os responsáveis, não posso afirmar se isso é correto mas o que posso dizer é que todas as propriedades aqui em volta o utilizam. Já assinei, espero que as autoridades competentes hajam independente dos interesses econômicos para a suspensão da venda desses produtos ou que essas empresas que o produzem utilizem parte do lucro já obtido para desenvolver um subtituto não letal.

  • Rogério Vicente Domingos da Silva:

    Mesmo naum gostando de abelhas, não tem como não assinar um abaixo assinado desses…
    só espero que elas reconheçam isso e não me “ataquem” mais rsrsrs

  • Eduardo Amaral:

    Não apenas as abelhas estão em extinção, pois vários outros tipos de insetos também estão. O avanço da urbanização sobre as áreas rurais, aliado ao uso inconsequente de pesticidas, são fatores que devem ser olhados com cuidado.

  • Daniel de Oliveira:

    hahaha as abelhas se ferraram!

  • Jorginho:

    Conseqüência do progresso a qualquer preço.
    A conta já está sob a mesa…

    Esse fato me faz lembrar de um produtor de morango que dizia: ” Esse plantio é para minha família e aquele é para o consumo externo”…

  • Jose51:

    Einstein terá dito que “Se as abelhas desaparecerem, ao homem restarão apenas quatro anos de vida”. Esta previsão catastrófica voltou à lembrança de todos, devido a um estudo bastante recente, feito por um conjunto de investigadores nos Estados Unidos. Isto porque a verdade é que está a verificar-se nos Estados Unidos o desaparecimento súbito de muitas comunidades de abelhas.
    Os cientistas resolveram investigar o facto e acreditam que a origem do problema poderá estar nas radiações provocadas por telemóveis e outros aparelhos do género.
    A má notícia é que o desaparecimento das abelhas, que começou nos Estados Unidos no último Outono, já se está a alastrar a vários países da Europa, incluindo Portugal. A verdade é que as abelhas são, cada vez mais, uma espécie quase em vias de extinção.

  • Peter Limer:

    Bem, eu morava na “CAPITAL MUNDIAL da LARANJA” lIMEIRA ,hoje com o uso da pesticida não tem mais laranja,temos que comprar de muito longe.
    Acabaram com as abelhas,com os “BARÕES da LARANJA”,com a economia da cidade,ETC:_.
    Agora passaram 40 anos e então apareceram os “CERICULTORES”,as Abelhas,muito mel,muitas flores,ETC:.
    Tudo isso com o fim das “PESTICIDAS”.
    Obs :_ Bom seria se estivesse desaparecido aqueles “HOMENS EGOISTAS”que destruiram a sua cidade e o troco foi uns miseráveis “DÓLLARES”.

  • Antonio Tacito de Souza e Silva:

    Tudo por um mundo melhor, mesmo que não seja para nossa
    geração, mas será para as nossas futuras.

  • GEOVANI:

    Os seres humanos estão ferrados…Não vejo a hora da raça humana ser banida desse planeta, nós não merecemos estar aqui.

  • fabricio:

    ja assinei ^^

  • luiz carlos da rosa:

    o mel de todos os dias, esta ameaçado pelo simples excesso de cada um de nós…para e pense como voçe age em relação ao consumismo desemfreado??

  • Inri Cristo:

    Para as novas tecnologias empregada na agricultura não é mais necessario a polinização, pois os trangenicos já vem prontos para a germinação….e as abelhas um agente importante para isto esta sendo extinta em larga escala…assim como os demais.
    Exemplos de Países Europeus não são exemplos de preservação de nada visto serem pequenos e quase com um biodiversidade homogêneo sem muitos animais, além disso com pequenos territórios o que é muito fácil dar soluções…. o que necessitamos é uma mudança radical em todo o planeta…porque quem será extinto serão os humanos que para a natureza não é um elemento ou animal útil e sim destruidor.
    Amem…….
    Assino qualquer manifesta para mudar o nosso planeta.

Deixe seu comentário!