A acidificação dos oceanos pode acabar com nosso oxigênio?

Por , em 10.04.2012

O dióxido de carbono tem um sério impacto no clima global, mas também gera um efeito terrível nos oceanos. Quando o gás se dissolve na água, forma ácido carbônico, que resulta em acidificação. Alguns experimentos já demonstraram que organismos calcificados, como os corais, e também o fitoplâncton, são afetados por esse processo.

O perigo da acidificação dos oceanos

Cientistas demonstraram agora, pela primeira vez, o potencial da alga unicelular Emiliania huxleyi de se adaptar às mudanças de pH oceânico.

Essa espécie foi isolada nas águas costeiras da Noruega e cultivada com condições de CO2 previstas para o futuro oceânico. Após um ano e 500 gerações (já que se reproduzem muito rápido), as populações se adaptaram e se desenvolveram melhor do que as não adaptadas.

“Da perspectiva biogeoquímica, a descoberta mais interessante foi provavelmente o restauro parcial nos níveis de calcificação”, afirma o cientista Ulf Riebesell.

O que foi revelado nesse estudo foram os diferentes genótipos e a acumulação de mutações benéficas. Esse tipo de mudança não havia sido descoberta antes. “Com esse estudo mostramos pela primeira vez que os processos evolucionários têm o poder de agir nas mudanças climáticas e na acidificação dos oceanos”, afirma o biólogo Thorsten Reusch. “Precisamos agora levar em consideração a evolução nos próximos estudos das consequências das mudanças globais”.

Mas isso não significa que a evolução vai parar a acidificação dos oceanos. Essa espécie de alga foi escolhida para o estudo exatamente pela rapidez reprodutiva. Espécies de vida mais longa e menos reprodução possuem um potencial de adaptação muito menor. “A história da Terra mostra as limitações da adaptação. Mudanças ambientais comparáveis as que estão acontecendo agora nos oceanos já levaram à extinções em massa rapidamente, mesmo que essas mudanças tenham sido 10 a 100 vezes mais lentas do que as que observamos hoje”. [ScienceDaily]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 3,00 de 5)

6 comentários

  • Jean Carvalho:

    A notícia é de 2012… e agora já estão falando em “prospecção mineral do solo marítimo”, o q deve piorar ainda mais a situação… é, parece q a situação realmente não é muito animadora não…

  • D.D versao 2.0:

    Espero que acabe logo. Por essas e outras, não vou ter filhos. Quem quiser colocar inocentes no mundo para sofre e repetir seus erros fiquem a vontade.

  • Alberto Campos:

    TEMOS QUE REDUZIR A POPULAÇÃO MUNDIAL URGENTEMENTE. Uma coisa que nos faziamos era as guerras com muitas mortes e isto controlava a população. Isto está acabando e a população aumentando. Ou a gente controla este nascimento desordenado ou acabamos sufocados pela ignorância e pelas guerras.

  • Espectro:

    Devido à enorme massa que compõe os oceanos, imagina-se que é pouco afetada pelos estragos que estamos causando ao planeta. Ledo engano, quando nos dermos conta, será tarde demais.

  • vinicius gabriel:

    meu professor de biologia falou sobre isso, e que eh um problema serio que nao eh divulgado pela midia

  • JOÃO:

    conto com voces cientistas, pois o nosso planeta esta cada ves mais ascelerado em questão de aquecimento, e poluição.

Deixe seu comentário!