Assista o primeiro vídeo da lua orbitando a Terra

Por , em 11.12.2013

A nave Juno da NASA nos presenteou com uma bela sequência da lua capturada em órbita pela Terra antes de seguir para seu destino final, Júpiter.

A sequência foi capturada quando Juno passou pelo nosso planeta em 9 de outubro de 2013. Nessa passagem, a nave acelerou a mais de 7,3 km por segundo, o que a colocou em rota para chegar em Júpiter dia 4 de julho de 2016.

Os cientistas testaram uma das câmeras da sonda espacial, otimizada para rastrear estrelas fracas, capturando esta vista incrível da Terra e da lua em sua dança eterna.

As câmeras que fizeram as imagens deste vídeo estão localizadas perto da ponta de um dos três braços da sonda, e fazem parte do instrumento de investigação de campo magnético de Juno (MAG, na sigla em inglês), normalmente utilizado para determinar a orientação de sensores magnéticos.

Estas câmeras olham para longe do lado iluminado da matriz solar, então, conforme a nave espacial se aproximava dele, quatro câmeras do sistema apontaram em direção à Terra. As imagens que mostram nosso planeta e a lua juntas foram feitas quando Juno estava a cerca de 966.000 quilômetros de distância, aproximadamente três vezes a distância que separa esses corpos celestes.

Durante o sobrevoo, Juno estava viajando cerca de duas vezes mais rápido que um satélite típico. Para fazer um filme que não deixasse os telespectadores tontos, o rastreador de estrelas da nave teve que capturar um frame (quadro) cada vez que a câmera ficava de frente para a Terra, exatamente no instante certo. Os frames foram enviados para o laboratório da NASA, que os juntou e os colocou no formato de vídeo.

“Com o sobrevoo da Terra concluído, Juno está agora em curso para Júpiter”, disse Rick Nybakken, gerente da missão. Quando a sonda entrar em órbita em torno do planeta em 2016, irá circundá-lo 33 vezes de polo a polo, e usar sua coleção de instrumentos científicos para observar através da cobertura de nuvens do gigante gasoso. Os cientistas devem aprender mais sobre as origens, estrutura interna, atmosfera e magnetosfera de Júpiter. [Gizmodo, NASA]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

6 comentários

  • Warlen Antonio:

    achei bem interessante o video!!!

  • Andre Luis:

    Vídeo de “lapse time” fantástico! É possível perceber também a rotação da Terra e suas nuvens movendo-se. Que este trabalho da sonda seja um sucesso!

  • Francisco Assis Gurgel Gurgel:

    esse movimento da Lua orbitando a Terra que aparece nesse vídeo, estar muito rápido parecendo um satélite ou um óvni quando na realidade este movimento da lua orbitando a Terra não daria para perceber, que ela fecha um ciclo a cada 27 dias é muito tempo para aparece tão rápido assim, nem mesmo as lua de júpiter que orbitam mas rápido, não dão para perceber seus movimentos.

    • Marcelo Ribeiro:

      O vídeo foi feito através de uma série de fotos. Isto chama-se vídeo de lapso de tempo e obviamente está adiantado.

  • pmahrs:

    Quando ver a meia lua, ela marca a trajetória da terra em volta do sol, ou seja, é naquela direção que estamos indo a mais ou menos 100 mil quilometro por hora e dentro de aproximadamente 4 horas estaremos naquele lugar.

  • Daum Comm:

    [MODO IRONIA ‘ON’] É tudo farsa, a prova é que não há estrelas. [MODO IRONIA ‘OFF’] kekekekeke Que piada!

    De fato um belo vídeo! Lembra a controversa decisão da equipe de controle das Voyagers, de virar a sonda para fotografar o sistema solar. No fim o fizeram, tornando as missões espaciais ainda mais populares; e virou tradição nos situarmos no cosmos, reflexo do desejo de sair para explorá-lo.

    Ah, e sem falar que lembra muito a dinâmica da física mostrada pelo diretor Stanley Kubrick no seu filme “2001 A Space Odyssey” de 1968.

Deixe seu comentário!