Câmaras secretas são encontradas na tumba de Tutancâmon

Por , em 30.09.2015

Nefertiti foi uma rainha icônica do Egito Antigo. Reconhecida pela sua beleza, ela foi a esposa principal do faraó Aquenáton, anteriormente Amenófis IV, durante o século 14 aC.

Famosa principalmente devido ao seu busto alojado no Museu Egípcio de Berlim, seu corpo nunca foi encontrado. Então, onde está enterrada essa rainha tão importante?

O arqueólogo britânico Nicholas Reeves tem uma teoria ousada. Ele acredita que ela está escondida em uma câmara funerária bem debaixo dos nossos narizes: ao lado do túmulo de Tutancâmon, filho de Aquenáton com outra mulher.

Enquanto não havia evidência física para essa teoria até agora, a sorte mudou para o lado de Reeves. Foram encontradas duas câmaras mortuárias secretas na tumba do rei, e é possível que uma delas abrigue Nefertiti.

A suspeita

A descoberta é o resultado de inspeções físicas do túmulo conduzidas por Reeves e pelo ministro de antiguidades do Egito Mamdouh Eldamaty, em conjunto com exames de imagens a laser feitas pela empresa espanhola Factum Arte.

As digitalizações foram utilizadas para construir uma réplica da tumba do jovem faraó, mas a equipe as tornou publicamente disponíveis para qualquer um com interesse, de modo que Reeves aproveitou a oportunidade para provar suas suposições.

Ele encontrou linhas distintas por trás do gesso que cobrem as paredes oeste e norte do túmulo, o que poderia representar traços de portas que foram encobertas. Suas ideias foram reforçadas por observações feitas durante uma investigação física da sala que contém o sarcófago de Tutancâmon.

NGS Picture Id:964371

A inspeção na tumba de Tutancâmon

“Primeiro de tudo, vimos que no próprio teto há uma linha distinta”, disse Reeves à National Geographic. “Isso sugere que o quarto foi na verdade um corredor”.

Há também o fato de o material de cobertura da parede não parece consistente através dele, com a parte central diferindo do emplastro que o rodeia, o que pode ser indicativo de uma porta no meio.

A sugestão é interessante, mas vamos ter que esperar até que um radar detalhe melhor as dimensões do túmulo para confirmar a presença de cavidades ocultas.

Mesmo assim, não vamos necessariamente descobrir o que tem dentro delas, porque a parede da tumba de Tutancâmon é coberta em uma pintura de valor inestimável. Uma permissão para escavá-la não será fácil de se obter.

Será que é mesmo Nefertiti?

Outro problema: ainda que houver câmaras secretas no túmulo, que abriguem outros corpos, em última análise, não há promessas para a descoberta de Nefertiti.

As chances disso são razoáveis, no entanto. Tutancâmon morreu inesperadamente antes de chegar aos 20, então é possível que não houve tempo suficiente para construir-lhe uma tumba nova. Ao invés disso, ele foi enterrado às pressas em um túmulo originalmente proposto para outra pessoa, talvez Nefertiti, que morreu uma década antes.

Mas há muitas dúvidas. Alguns estudiosos creem que, se o filho de Aquenáton fosse enterrado ao lado de algumas de suas esposas, não seria Nefertiti, e sim Kiya, uma esposa secundária que acredita-se ter sido a mãe do garoto. Em outras palavras, poderia ser Kiya por trás das paredes. [IFLS]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!