Cientistas detectam galáxias distantes escondidas em poeira espacial

Por , em 9.11.2010

A partir de agora, os cientistas podem entender melhor sobre a formação das galáxias e do início do universo. Astrônomos descobriram galáxias antigas que estavam escondidas atrás de véus de poeira. As galáxias foram detectadas através de um efeito causado pelas distorções espaço-tempo na grande distância entre elas e a Terra.

Mesmo com os maiores telescópios disponíveis, galáxias distantes são normalmente difíceis de detectar, especialmente aquelas cuja luz fraca fica envolta em pó espacial. No entanto, os astrônomos foram capazes de aumentar a eficácia de seus telescópios, baseando-se em determinadas galáxias maciças ou aglomerados de galáxias.

Essencialmente, o que acontece é que a força gravitacional de objetos maciços distorce o espaço-tempo, um efeito que pode desviar a luz. Este efeito de “lente gravitacional” pode aumentar a visibilidade das galáxias distantes, ou, eventualmente, fazer com que os pesquisadores consigam ver imagens de várias delas.

Normalmente, encontrar lentes gravitacionais é um processo muito demorado. Porém, usando os dados do Telescópio Espacial Herschel, uma grande equipe internacional de pesquisadores descobriu que as galáxias com lentes gravitacionais podem ser facilmente detectadas em comprimentos sub milimétricos de onda de luz, se uma área suficientemente grande do céu for pesquisada.

Os objetos observados em intervalo sub milimétrico são geralmente galáxias distantes empoeiradas, que estão passando por uma rajada forte de formação de estrelas. Esta intensa atividade gera poeira que obscurece essas galáxias.

Para detectar as galáxias, os pesquisadores utilizaram um método mais simples do que as técnicas anteriores. Eles procuraram por radiação sub milimétrica no céu, identificaram os objetos mais brilhantes e eliminaram alguns “contaminantes”, tais como galáxias próximas. Tudo o que restou foram as galáxias formadoras de estrelas. No pedaço de céu que os cientistas analisaram, eles descobriram o que parece ser cinco novas galáxias formadoras de estrelas com lentes gravitacionais.

Segundo os pesquisadores, as cinco galáxias descobertas são apenas a ponta do iceberg. A perspectiva é continuar com o estudo e descobrir mais de 100 dessas galáxias. Os dados recolhidos até agora correspondem a cerca de 3% da área total que será mapeada pelo telescópio.

Ao capturar detalhes ampliados pelo efeito de lente gravitacional sobre um grande número dessas galáxias, os cientistas esperam entender melhor como elas se formaram e evoluíram. [LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

8 comentários

  • ENAX:

    Se todo o dinheiro gasto com a estação espacial fosse canalizado para a construção de um grande telescópio no espaço a humanidade ficaria um pouco menos ignorante. O maior mistério é onde nosso universo termina e não será com nossos atuais recursos que desvendaremos esse mistério. Muito dinheiro é jogado fora com projetos que não levam a nada, seria muito melhor a humanidade se unir para trabalhar num grande projeto espacial de construção de um telescópio com capacidade de “enxergar” os limites do universo, detectar exoplanetas, estudar melhor os buracos negros, achar asteroides perigosos para a humanidade, entender a energia escura, etc…

    • gilberto paulino dos Santos:

      Para ENAX.
      O problema é que nós humanos estamos muito aquém de evoluirmos socialmente, vivemos sempre medindo forças e competindo para sermos uns melhores que os outros, ainda que isto chegue ao ponto de destruirmos a nós mesmos. Se uníssemos esforços no sentido de evoluir como se fôssemos um só corpo trabalhando para atingir os mesmos objetivos, com certeza hoje estaríamos alguns milênios à frente. Massss… A esta altura dos acontecimentos, basta olhar ao redor e visualizar os rumos que estamos tomando a caminho da auto destruição e da destruição da nossa única casa, a mãe Terra.

  • Adilson Machado:

    Vejo que não somos os únicos que ocupam o espaço nesta imensidão do universo. Acredito que mais dia ou menos dias, nós estaremos ocupando outros sistemas. Fantástico, não.

  • Severino Vila Nova:

    A descoberta de galaxias distante ,em condições especiais,mostra que o ser humano,ainda não consegue imaginar a imensidão do unvierso.
    Todo mecanismo celete funcionando perfeitamente,seguindo leis que ainda desconhecemos, vem provar que tem um poder supremo que controla tudo, DEUS.

    o

  • Neto:

    Se estamos achando varias galaxias atraz da poeira, imagine o que deve estar escondido do outro lado de nossa galaxia!

  • mileny:

    É fantastico como Deus faz as coisas bem feitas, na terra e no universo a pura bela que o homem não toca, não faz, não monta, não age na terra. as misturas de cores que passam a serem imitadas o nascituro da vialaxia começa a copiar a própria nascente. Pensem que as pinceladas das estrela faz elas enriquesserem à si mesmas.

  • Marte:

    CP: concordo que a referência é importante. A da foto deste artigo é a Galáxia Girassol: NGC5055. Muito bonita mesmo.

  • cp:

    todos os sites que colocam fotos de galáxias deveriam, por dever ético, colocar as referencias…(NGC….)??

Deixe seu comentário!