Como a cafeína ajuda os atletas?

Por , em 3.08.2010

Para um atleta, esse “suplemento esportivo” pode parecer bom demais para ser verdade: aumenta a agilidade, a potência muscular, o tempo de reação e a resistência ao diminuir a fadiga muscular, ou pelo menos a percepção de fadiga.

Que suplemento seria esse? Hormônio do crescimento humano? Esteróides? Não. Na verdade, bastam apenas algumas xícaras grandes de café. O ingrediente chave é a cafeína, que tem sido estudada há tempos por causa de sua capacidade de melhorar os aspectos físicos e mentais do desempenho atlético.

Agora, pesquisadores do Reino Unido têm acrescentado mais uma prova de que a cafeína pode ser a chave para o melhor desempenho de um atleta: a alta dose de cafeína produziu um aumento na força muscular em ratos de laboratório, de acordo com um novo estudo. Também proporcionou um aumento na resistência para o “sub-máximo esforço”, que acontece durante atividades como corrida de longa distância, jogos de futebol ou até mesmo tênis, em que o esforço que o atleta faz gasta energia abaixo da sua capacidade total.

Segundo os pesquisadores, uma dose muito alta de cafeína, provavelmente em comprimidos de pó ou em líquido concentrado, é viável e poderá revelar-se atraente para um número de atletas que desejam melhorar seu desempenho.

Os pesquisadores descobriram que a dose de cafeína dada aos ratos foi suficiente para elevar o nível de cafeína no sangue a cerca de 0,014 gramas por litro de plasma. Essa quantidade fez com que os ratos tivessem um aumento de potência de cerca de 6%. Os pesquisadores dizem que o efeito poderá ser o mesmo em humanos.

Esse nível de cafeína é o máximo que normalmente pode ser alcançado no plasma sanguíneo de um ser humano. No entanto, concentrações de cerca de um terço a dois terços maiores do que essa não são incomuns em pessoas com alta ingestão de cafeína.

O World Anti-Doping Agency (WADA), que regula o uso de substâncias em competições desportivas internacionais, incluindo os Jogos Olímpicos, levantou a proibição de cafeína em 2004. No entanto, a cafeína ainda está na lista de monitoramento. Essa proibição nos faz pensar: qual a vantagem que a cafeína dá para o corpo do atleta?

Em um estudo recente, que resumiu os resultados de pesquisas publicadas nos últimos 15 anos, os pesquisadores concluíram que a cafeína possibilitou uma melhoria significativa em funções cognitivas como atenção, tempo de reação e processamento mental, bem como benefícios físicos descritos como aumento do tempo de “exaustão” e diminuição da “percepção de fadiga” no ciclismo e execução de testes. Tipos de exercícios que exijam resistência apresentaram melhores resultados do que os tipos que precisam de mais energia de curto prazo.

E como a cafeína age em nosso corpo para obter esses resultados? Segundo os investigadores, a cafeína altera os níveis de neurotransmissores no cérebro. Os produtos químicos em seu cérebro que faria com que você se sentisse cansado ficam bloqueados, o que lhe dá uma sensação de alerta permanente. Seu corpo ainda precisa dormir, a cafeína apenas atrasa a sensação de estar cansado.

Os benefícios fisiológicos também podem provir do fato de que a cafeína estimula a liberação de gordura na corrente sanguínea. Pode ser que o aumento do nível de ácidos graxos no sangue permite que os músculos usem a gordura como combustível e poupem o glicogênio (fonte de carboidrato do organismo), o que nos permite se exercitar mais. Outra teoria é que a cafeína estimula o sistema nervoso central, reduzindo a nossa percepção de esforço, de maneira que sentimos que podemos continuar em um ritmo cada vez maior por mais tempo. [LifesLittleMysteries]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • Dihoni:

    Ratos bombados estão por vir, aguardem 😛

  • Douglas Miranda:

    Por experiênci própria, quando tomo café antes de qualquer exercício eu fico mais ligado e realmente o rendimento é bem melhor. É como estar todo sonolento e de repente enfiar o dedo na tomada… o corpo reage muito bem.

    Mas eu não tenho hábito de tomar café o tempo todo, como quem fuma. Daí não sei se o efeito seria o mesmo pra quem usa cafeína 24h.

Deixe seu comentário!