Como criar crianças felizes e saudáveis com ajuda da ciência

Por , em 15.03.2014

Todos queremos criar filhos felizes e saudáveis, mas às vezes é mais difícil do que parece. Será que a ciência pode ajudar?

De fato, existem vários estudos que analisaram o que realmente afeta a felicidade e o bem-estar infantil. A maioria não descobriu nada de surpreendente – crianças que se sentem rejeitadas por seus pais são mais propensas a ter problemas emocionais, por exemplo -, mas outros podem nos mostrar caminhos que não tínhamos considerado antes. [Happify]

Amor e cuidado – da mãe e principalmente do pai

1
Crianças com mães que são atenciosas e carinhosas têm cérebros maiores. Um estudo descobriu que esses filhos têm um hipocampo (parte do cérebro que lida com estresse e memória) 10% maior quando chegam a idade pré-escolar.

2

Outro estudo descobriu que se sentir amado pelo pai é mais importante para o bem-estar, a felicidade e a satisfação com a vida da criança do que pela mãe.

CUIDADO: crianças que se sentem rejeitadas ou não amadas por seus pais são mais propensas a ser hostis, agressivas e emocionalmente instáveis.

A felicidade dos pais também importa

A satisfação de vida da mãe é mais importante para o filho do que:

  • Seu grau de educação;
  • Sua renda;
  • Se ela tem um emprego ou não;
  • A quantidade de tempo que a criança passa em uma creche.
3

SER OTIMISTA TAMBÉM É SUPERIMPORTANTE: crianças que aprendem a ser otimistas aos 10 a 12 anos de idade têm menos da metade das chances de se tornarem depressivas durante a puberdade. Até mesmo crianças de 5 anos entendem os benefícios do pensamento positivo para lhes fazer se sentir melhor. Elas aprendem a ver o lado bom das coisas assistindo como seus pais reagem aos problemas.

Evite ao máximo os elogios vazios

Crianças que são elogiadas por suas habilidades de inteligência ou por sua beleza (“como você é linda!”), ao invés de seus esforços, têm mais dificuldade em lidar com o fracasso.

4

Customize a educação de seu filho

Nem todas as crianças são iguais, então elas não podem ser tratadas de maneira igual. O estilo de educar dos pais deve corresponder à personalidade do filho, caso contrário, ele será duas vezes mais propenso a ter ansiedade e depressão.

  • Se seu filho for bom em regular suas próprias ações e emoções, ele vai precisar de menos estrutura e mais autonomia da sua parte;
  • Se ele for ruim nisso, vai precisar de mais estrutura e menos autonomia.

Conflitos não são sempre ruins

5

A MANEIRA COMO OS PAIS DISCUTEM IMPORTA: Comparadas a crianças com pais menos hostis, as que crescem com pais “brigões” vão pior na escola, são mais propensas a beber e usar drogas e têm pior saúde emocional.

Crianças também buscam significado na vida

Até mesmo crianças de 8 anos são mais felizes se elas sentem que suas vidas têm significado e valor. Eles podem ser ensinadas a:

6

ENCORAJE ATOS DE GENEROSIDADE: atos altruístas ou bons tornam as crianças mais felizes, e mais amadas por seus colegas e amigos também. Estes atos podem ser tão simples quanto enviar uma mensagem a um amigo triste, compartilhar algo com um irmão, elogiar uma criança que elas não conhecem ou passar tempo com algum membro mais velho da família. Estudos mostram que até mesmo bebês ficam mais felizes ao dar algo do que ao receber algo. Eles ficam inclusive mais felizes em dar algo igual ao que eles já têm, do que coisas que eles não têm.

Encoraje seus filhos a se exercitarem

Brincar ajuda as crianças a desenvolverem habilidades motoras, criatividade, estabilidade emocional, cognição e habilidades sociais. No entanto, as crianças de hoje têm 8 horas a menos de tempo livre para brincar (por tempo livre, entende-se qualquer momento do dia em que não estão sendo monitoradas para praticar certas atividades específicas).

Sendo assim, estimule seu filho a praticar um esporte por diversão ou a se juntar a algum time, já que isso pode o tornar mais feliz e bem comportado. Se sentir capaz é chave – crianças que pensam que são boas em um esporte têm maiores níveis de bem-estar do que crianças que realmente são boas.

O importante é convencer seu filho a sair do sofá.

7

Que país tem as crianças mais felizes?

8 fontes

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!