Dieta vegetariana pode causar mudanças genéticas de longo prazo

Por , em 31.03.2016

Pesquisadores da Universidade de Cornell (EUA) encontraram evidências de uma variação genética em populações com um histórico de dieta baseada em vegetais.

Esta variação, ou alelo, parece ter se desenvolvido ao longo de centenas de gerações, permitindo que os vegetarianos processassem mais eficientemente ácidos graxos ômega-3 e ômega-6.

Isso faz com que tais ácidos sejam melhor convertidos para ajudar no desenvolvimento do cérebro.

Adaptação

Populações Inuit da Groenlândia, cujas dietas são baseadas principalmente em torno de frutos do mar, não têm os mesmos blocos de construção de DNA que comunidades em grande parte vegetarianas.

O alelo vegetariano tem uma inserção de 22 bases (blocos de construção de DNA) dentro do gene, inserção esta que foi eliminada do alelo dos frutos do mar, sugerindo que ao longo de gerações nossos corpos se adaptam aos tipos de alimentos que estamos comendo.

“Na história da evolução humana, quando os povos migram para diferentes ambientes, às vezes comem uma dieta baseada em vegetais e às vezes comem uma dieta à base de animais marinhos. Em diferentes períodos de tempo, alelos diferentes se tornam adaptativos”, disse um membro da equipe de pesquisa, Kaixiong Ye.

O estudo

O estudo foi baseado em uma amostra de 234 índios e 311 moradores dos Estados Unidos principalmente vegetarianos. O alelo vegetariano foi encontrado em 68% dos índios e apenas 18% dos norte-americanos.

A equipe também usou dados recolhidos a partir do Projeto 1000 Genoma (abrangendo vários milhares de indivíduos) e constatou que o mesmo alelo vegetariano estava presente em 70% dos sul-asiáticos, 53% dos africanos, 29% dos leste-asiáticos, e 17% dos europeus.

Em cada caso, a variação genética é mais comum em áreas com dietas de preferência tradicionalmente vegetarianas.

Isso significa que, se você se tornar vegetariano hoje, não vai ver o seu genoma mudar. No entanto, ao longo de gerações, se a sua região é uma que dá preferência à dieta vegetariana, o DNA das pessoas nascidas ali pode ser diferente.

Nutrição personalizada

“Uma implicação do nosso estudo é que podemos usar essa informação genômica para tentar adequar nossa dieta ao nosso DNA, o que é chamado de nutrição personalizada”, sugere Ye.

Mas pode haver efeitos colaterais indesejáveis: enquanto o alelo vegetariano ajuda as pessoas a metabolizar mais rapidamente ácidos graxos dentro do corpo, há também um aumento do risco da criação de ácidos inflamatórios ligadas a doenças cardíacas e câncer de cólon, especialmente em combinação com óleos vegetais.

“Mudanças na dieta podem contribuir para o aumento das doenças crônicas visto em alguns países em desenvolvimento”, disse Tom Brenna, outro pesquisador do estudo. “A mensagem para vegetarianos é simples: prefira óleos vegetais baixos em ácido linoleico ômega-6, tais como azeite”.

Os resultados do estudo foram publicados na revista Molecular Biology and Evolution. [ScienceAlert]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

18 comentários

  • Ademar Souza:

    Leonardo e Cesar. Sou neurocientista e sei do que estou falando. O Cesar é desnecessariamente arrogante, irônico e agressivo. Inté.

    • Cesar Grossmann:

      Ademar, não tem nenhum estudo que apoie a tua afirmação. Todos, absolutamente todos os estudos que você apontou dizem que a dieta foi importante para o desenvolvimento do cérebro humano, mas absolutamente nenhum deles informa que a mudança para uma dieta vegetariana cause alguma “regressão”. Dizer que é neurocientista não torna qualquer afirmação, verdadeira.

  • Ademar Souza:

    Celso Grossmann vc impôs regras e transformou uma conversa em Inquisição. Não preciso disso e não perco tempo em debates com vegetarianos.

    • Cesar Grossmann:

      Eu não impus regra nenhuma e não sou vegetariano. Eu acho que se você faz uma afirmação, ou ela é baseada em estudos, ou em fatos, ou então é só achismo. A ideia de que o vegetarianismo causaria o enfraquecimento mental da raça humana é achismo, todos os artigos que você citou apontam que o desenvolvimento do cérebro foi influenciado pela dieta, MAS NENHUM DELES AFIRMA QUE A MUDANÇA DE DIETA CAUSARIA O EFEITO CONTRÁRIO. Aliás, um neurocientista apontou que mesmo no caso de uma mudança de dieta, a raça humana hoje tem acesso a uma abundância de alimentos, que foi o que fez a diferença na evolução do cérebro.

      Desculpa aí ser rigoroso demais contigo, esqueci que na Internet todo mundo pode ter a opinião que quiser e não ser questionado. Não quis tornar este fórum em uma inquisição em busca de coisas toscas como fatos e estudos científicos.

    • Leonardo Castro:

      Ademar siga os conselhos do nosso amigo Cesar, e dê uma pesquisada antes de fazer afirmações em um site como este, achismo não é legal aqui.

  • Ademar Souza:

    Posso lhe passar não a minha opinião, mas sim dados de fontes absolutamente confiáveis. [link editado]

    • Cesar Grossmann:

      Ademar, pode postar o título do trabalho e o nome do autor. Acho que cabe nos 140 caracteres.

  • Ademar Souza:

    Leia sobre Evolução e Adaptação. Você vai entender. Se você tiver vontade de receber mais info a respeito, podemos fazer isto via e-mail.

  • Ademar Souza:

    Peixes de caverna acabaram sem olhos. [link removido]

    • Cesar Grossmann:

      Sim, mas não somos peixes em cavernas, e seu exemplo não parece estar relacionado com dieta vegetariana em humanos.

  • Ademar Souza:

    com proteína animal, cérebro pode se desenvolver Sem, vai ter que se adaptar e depois de muito tempo involuir. Leia sobre evolução adaptação

    • Cesar Grossmann:

      A dieta vegetariana vai afetar o desenvolvimento do cérebro no útero ou quando da primeira infância, quando a criança recebe leite materno?

  • Ademar Souza:

    Cesar, aguardo retorno seu. Se não posso postar links aqui, mando os dados de outros jeito. Impossível em tal limitação de caracteres.

    • Cesar Grossmann:

      Eu li os artigos que tu postou, Ademar, mas eles não afirmam que a dieta vegetariana vai causar uma regressão no desenvolvimento do cérebro.

  • Ademar Souza:

    Cesar, se eles ingerem leite, o problema já está resolvido. A reversão demoraria uns 50 mil anos, ou mais.

    • Cesar Grossmann:

      Algum fundamento na sua afirmação, Ademar? Ou é só achismo seu?

  • Ademar Souza:

    Com uma dieta pobre em proteínas e aminoácidos essenciais poderá ocorrer reversão do desenvolvimento cerebral, idiotizando os humanos.

    • Cesar Grossmann:

      A única proteína de origem animal que os indianos vegetarianos ingerem é o leite materno. Acho que a sua afirmação não encontra eco na realidade.

Deixe seu comentário!