Google patenteia estranho “pega moscas” de pedestres

Por , em 20.05.2016

Se você não vê a hora dos carros autônomos do Google virarem realidade, mas ao mesmo tempo se preocupa com a segurança desses veículos, saiba que a gigante da tecnologia está fazendo de tudo para garantir que eles sejam perfeitamente cautelosos.

É praticamente impossível que os carros sem motorista não entrem em nenhum acidente – talvez até mesmo um envolvendo pedestres. Por isso, a empresa patenteou uma solução única para minimizar as lesões nestes casos: um “pega moscas” humano.

Adesivo de gente

A patente, concedida no início desta semana, descreve “uma camada adesiva posicionada na extremidade dianteira do veículo”, de forma que os pedestres “grudem” ao carro no evento de uma colisão.

Isso garante que a pessoa permaneça com o veículo até que ele pare, ao invés de ser lançada para longe, evitando um impacto secundário entre o pedestre e a superfície da estrada ou outro objeto.

Conforma nota a patente, muitas lesões de pedestres não são resultado da colisão inicial, mas sim de quando o pedestre é jogado para longe do carro.

Logo, o “pega moscas” humano pode ser de fato um grande aliado do pedestre.

Sem sujeira

Dirigir por aí com um revestimento adesivo em seu carro significa que ele vai ficar todo coberto de sujeira e insetos, certo?

O Google pensou nisso. A empresa prevê uma “casca de ovo” exterior para cobrir a camada adesiva. Ela iria “quebrar” instantaneamente em caso de acidente.

Problemas

Transformar veículos em cola humana pode ajudar em algumas situações, de fato, mas em outras pode piorar tudo.

Conforme observou o especialista em carros de autocondução Bryant Walker Smith, da Universidade Stanford, um pedestre que talvez não fosse ser lançado ao chão poderia acabar preso ao veículo mesmo assim, e em seguida colidir com outro veículo ou superfície, o que de fato o machucaria.

Em outras palavras, as soluções muitas vezes criam os seus próprios problemas.

Protegendo pedestres

Apesar disso, muitos pesquisadores aplaudem o Google por pensar na segurança de outros agentes envolvidos no trânsito, além de condutores e passageiros.

A patente observa que outros fabricantes têm tentado diferentes mecanismos para evitar lesões de pedestres durante uma colisão. Por exemplo, a Jaguar criou um sistema que levanta o capô do carro depois de um impacto, a fim de fornecer uma zona mais suave para o pedestre durante o impacto. A Volvo implementou airbags para fora do carro.

No entanto, estes artifícios não abordam as possíveis lesões que ocorrem quando um pedestre é jogado para longe do carro. [TheVerge]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

6 comentários

  • richard:

    Infelizmente no Brasil esses carros serão usados para grande parte do povo mover processos contra o Google por atropelamento.

    • Cesar Grossmann:

      Dash cams. Funciona na Rússia, vai funcionar aqui.

  • Paulo Felix:

    Legal. Mas e se o carro desgovernado atropelar o pedestre e se esborrachar numa parede?

    • Paulo Felix:

      Fico imaginando o pedestre vendo a parede chegar, ele tentar rolar pra longe do carro e não conseguir.

    • Cesar Grossmann:

      O que acontece mais, alguém ser atropelado e lançado ao ar, ou alguém ser atropelado e esmagado depois?

  • Cesar Grossmann:

    Para quem fica “mosqueando” no meio da rua…

Deixe seu comentário!