iCar e iCardio: estaria a Apple pensando em expandir seus horizontes?

Por , em 18.02.2014

A morte do criador e mentor da maior parte dos produtos da Apple, Steve Jobs, não fez a gigante do Vale do Silício parar. Agora, boatos alegam que a empresa está se expandindo para áreas totalmente inesperadas.

Já abordamos aqui as especulações em torno do iWatch, um suposto cruzamento de iPhone com relógio que a Apple estaria pesquisando, de modo que talvez os últimos boatos não peguem todo mundo de surpresa.

A empresa pode ter abordado Elon Musk, da Tesla Car, a fim de cravar suas garras no mercado de produtos de saúde, mais especificamente desenvolvendo uma tecnologia que possa prever ataques cardíacos.

Elon Musk já apareceu nas páginas do HypeScience: ele está por trás do Hyperloop, da SpaceX (e quase desligou o telefone na cara do presidente Obama) e do Tesla Car. A Apple estaria interessada neste último empreendimento.

Parece que a empresa está disposta a adquirir o fabricante de automóveis elétricos. As reuniões entre Musk e os figurões da companhia, como o CEO Tim Cook e Adrian Perica, chefe das incorporações e aquisições, sugerem que o interesse é sério.

Mesmo que uma aquisição não esteja nos planos da Apple, o jornal The Chronicle especula que talvez o painel do Tesla receba uma touchscreen Apple.

Quanto ao ramo de produtos médicos, o vice-presidente sênior Jeff Williams está liderando a empresa neste campo. Aparentemente, ele se encontrou com os chefes da Administração de Drogas e Alimentos americana e solicitou o registro de várias patentes, inclusive a de uma tecnologia que poderia identificar sinais importantes do coração do proprietário.

Outra indicação das intenções da empresa é que a Apple colocou o renomado engenheiro de áudio Tomlinson Holman para estudar o ruído relacionado ao fluxo sanguíneo, o que permitiria o desenvolvimento de programas e sensores que predizem ataques cardíacos.

Segundo analistas, uma ferramenta capaz de identificar o som que o sangue faz ao passar por artérias cheias de placas de gordura poderia ser uma incursão revolucionária no mercado de dispositivos médicos. [Reuters, AutoMPH]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!