Pegou, comprou

Por , em 18.01.2009

Você já deve ter ouvido algo mais parecido com “quebrou, comprou”, mas esse estudo é diferente mesmo. Quando você pegar um objeto nas suas mãos antes de comprá-lo você se predispõe a pagar mais caro por ele.

Foi descoberta uma certa tendência do ser humana a se apegar mais aos objetos ao manuseá-los antes de comprá-lo.

O estudo, liderado por James Wolf, ofereceu a um grupo de pessoas uma caneca. Após segurá-la em suas mãos por 10 ou 30 segundos, deveriam fazer uma oferta por ela, podendo ou não ver as outras ofertas já feitas. Os valores de venda estipulados pelos pesquisadores foram de $3,95 para as propostas abertas e $4,95 para as fechadas.

A conclusão foi de que o grupo que a segurou por 30 segundos ofereceu valores maiores pelo objeto. Em média, esse grupo ofereceu $3,91 na negociação aberta (contra $2,44 do outro grupo) e $3,07 na negociação fechada (contra $2,24 do outro grupo).

Esse estudo nos ajuda a compreender algumas estratégias de venda de concessionária de carros, por exemplo. Ao fazer um test-drive, você fica mais propenso a comprar o carro. Assim como ao brincar com um animalzinho de estimação na gaiola do petshop, você tem maior vontade de levá-lo para casa. Ambos são bem diferentes de xícaras de café, mas valem para o exemplo. [Live Science]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • Gray:

    Apenas provaram o que várioss lojistas já descobriram há muito tempo. Não por acaso, muitas lojas optam por abrir alguns produtos para manuseio.

  • FranChico – Hora de Relaxar:

    por isso que ao comprar qualquer coisa , pesquiso, pesquiso, pesquiso…

Deixe seu comentário!