Por que os olhos de algumas pessoas têm a pupila “vazada”?

Por , em 24.09.2013

A sabedoria popular consagrou que “os olhos são a janela da alma”. No caso de algumas pessoas, porém, seus olhos parecem mais com o buraco da fechadura para suas almas. Não se trata de nenhuma linguagem figurada ou da sinopse de um novo livro de romance. Quem possui as pupilas “vazadas” tem uma condição clínica chamada coloboma.

O corpo humano não para de encontrar maneiras de nos surpreender. O coloboma, também conhecido como “síndrome dos olhos de gato”, pode atingir uma das estruturas dos olhos, tal como a íris, a coroide, a pálpebra, a retina ou o nervo óptico. Isso pode acontecer em um ou ambos os olhos, e dá ao paciente um olhar que parece ser de outro mundo.

Embora a condição possa aparecer após um trauma, como uma pancada na região dos olhos, o coloboma acontece mais frequentemente enquanto o olho ainda está em desenvolvimento.

Os olhos começam a se desenvolver quando o feto possui apenas cerca de 22 dias, e o processo se dá em múltiplas camadas. A parte frontal do cérebro do feto inicia o desenvolvimento de duas pequenas bolas em hastes. Enquanto isso, a ectoderme – uma camada exterior de tecido – começa a ficar mais espessa sobre essas duas esferas. De repente, as bolas vão perdendo o conteúdo em seu interior e se tornando ocas. Imagine colocar o polegar em uma bola de massa e tirar o que tem dentro para moldá-la e transformá-la em um copo. Com exceção do polegar, é isso que acontece.

Esse “copo” começa a se desenvolver no tecido diferenciado, que irá formar a retina e a maior parte do olho. Repousando sobre o tecido está a ectoderme, engrossada, que irá se tornar o cristalino, considerado a lente do olho. Finalmente, quando o olho termina seu desenvolvimento, as paredes do tal copo se unem, fechando o cristalino e deixando apenas um pequeno buraco na frente – a pupila – e formando o olho como o conhecemos.

Um em cada 10 mil bebês apresenta um processo de selagem não totalmente concluído. Em vez de um orifício circular, a abertura pode ter o formato de uma fechadura de porta, da pupila de um gato (como sugere o nome popular da condição em português) ou simplesmente de um círculo “vazado”. É esse o sinal de que os tecidos não se uniram completamente no centro do olho.

original

O coloboma pode causar problemas de visão para os pacientes, em parte por conta do vazamento de luz ocasionado justamente pela pupila expandida. Outro possível problema diz respeito ao sistema circulatório: a falta do fechamento pode prejudicar a circulação de sangue no olho. Entretanto, na maior parte dos casos, o coloboma só resulta em uma visão ligeiramente embaçada e um incômodo a luzes fortes – além de uma vida cheia de pessoas lhe perguntando onde você conseguiu essas lentes de contatos bacanas. [io9]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

4 comentários

Deixe seu comentário!