Reclamar pode ser uma coisa boa?

Por , em 21.11.2011

Todo mundo diz que é importante ter “pensamento positivo”. Pois bem: de vez em quando, bom mesmo é ter pensamento negativo. Na verdade, dois estudos recentes exploraram o lado positivo do pensamento negativo.

Aparentemente, às vezes, acreditar que tudo está pior do que poderia ser vem a calhar. Saiba por quê:

Em primeiro lugar, reclamar pode ajudar a inspirar as pessoas a mudar uma situação ruim. “A fim de realmente mudar o sistema, você tem que saber o que há de errado com ele”, diz India Johnson, um estudante de pós-graduação da Universidade Estadual de Ohio, EUA, que conduziu um estudo na faculdade.

Os participantes do estudo leram sobre um estudante da Universidade de Ohio que não estava feliz com a sua experiência de orientação de calouro. Algumas das histórias detalhavam uma tentativa bem sucedida do estudante de melhorar esse processo de orientação, enquanto outras falavam sobre o fracasso do aluno nessa mesma tarefa.

Em seguida, os voluntários receberam uma revisão externa da universidade, vinda do Departamento de Educação – eles poderiam escolher entre ler um relatório positivo ou negativo.

Curiosamente, os estudantes que haviam lido sobre as mudanças bem-sucedidas feitas com a orientação do calouro foram mais propensos a escolher ler o relatório negativo. “Para que as pessoas sintam que podem realmente afetar o mundo e fazer alguma coisa, elas têm de ver o mundo como mutável. Se você quer que as pessoas sejam capazes disso, as leve a esse ponto, e então elas estarão dispostas a buscar a informação negativa”, diz Johnson.

Em segundo lugar, as quatro melhores palavras para motivar um especialista podem ser: “Você é muito ruim!”. Segundo um novo estudo, novatos prosperam se receberem um feedback positivo, mas quando você está lidando com um profissional, pode ser melhor falar a verdade de uma vez.

Os pesquisadores Stacey Finkelstein e Ayelet Fishbach, ambos da Universidade de Chicago, EUA, examinaram as reações de estudantes iniciantes e avançados de francês. Aqueles que estavam apenas começando a aprender a língua eram mais propensos a melhorar se seu instrutor lhes desse um feedback gentil; já os veteranos, prosperavam com duras críticas.

Como o estudo da Universidade Estadual de Ohio, essa pesquisa sugere que as palavras negativas podem trazer mudanças positivas. Ou seja, comente aí: do que você tem a reclamar hoje? Quem sabe não sai algo de bom.[MSN]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

4 comentários

  • Eu:

    Desculpa aí… mas pra mim isso é a coisa mais óbvia do mundo.

  • Clara Telis:

    Muito bom artigo ! Me identifiquei ! kk Mas que fotinha mais nojenta ,não ?

  • Yasmin:

    Muito bom artigo.
    Concordo q com os novatos é bom motivar com elogios e os profissionais com críticas.
    Só uma ressalva. Críticas q sejam construtivas e não as destrutivas como acontece na maioria das vezes.

  • Bruno:

    muito boa, por falar nisso ka a seleção brasileira ?

Deixe seu comentário!