Ser rejeitado torna você mais criativo

Por , em 21.10.2012

Leitor, se você se sente “fora de contexto” quando está no trabalho ou no colégio/faculdade, não desanime: essa situação, embora desagradável, pode reforçar sua criatividade. “Se você encontrar a maneira certa de lidar com a rejeição, sentir-se diferente pode lhe ajudar a encontrar soluções criativas”, aponta Jack Goncalo, professor de comportamento organizacional na Universidade de Cornell (EUA).

Junto com outros pesquisadores, ele conduziu três estudos que demonstraram os possíveis benefícios de uma “rejeição social”. “Ao contrário de pessoas que têm uma forte necessidade de pertencimento, algumas pessoas socialmente rejeitadas combatem a rejeição com uma atitude de ‘gente normal não me entende e eu mereço algo melhor'”, explica Goncalo.

Se a pessoa tiver um considerável senso de independência, o fato de não estar “presa” a um grupo social ou círculo de amizades específico pode ser útil na hora de buscar soluções originais, sem se limitar àquilo que já é aceito como “bom”.

“Para aqueles que são socialmente rejeitados, a criatividade pode ser a melhor vingança”, aponta. Mas Goncalo também faz uma ressalva: “Não estamos descartando as consequências negativas que a rejeição social pode provocar em muitas pessoas”. Há muitos casos em que a pessoa precisa de ajuda profissional para lidar com a rejeição. Se estar “de fora” não a incomoda, porém, pode ser um bom sinal.[ScienceDaily]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 4,75 de 5)

6 comentários

  • Fathima Gommes:

    Gente! pode ser verdade isso , sempre fui rejeitada desde pequena , nunca fui a preferida nem do meu pai nem da minha mãe, então sempre fui a mais alegre,a mais feliz sem ter nada , minhas irmãs eram sempre as mais inteligentes , as mais bonitas,e eu tive que ser criativa o suficiente para lidar com isso ao longo da vida . Resultado sou a mais criativa , maluca e de bem com a vida, levo tudo para o lado positivo e me tornei uma artista plástica autodidata em arte com reciclagem, modesta part

  • Toni Rocha:

    Rejeitado socialmente e pelas mulheres… Nobel, aí vou eu…

  • Toni Rocha:

    Nossa, então eu estou um gênio.

  • Evelyn Luz:

    Isso aconteceu comigo, após várias tentativas frustradas de me encaixar em grupos, resolvi ficar comigo mesma e me considero muito criativa.

  • Samuel Alencar:

    TALVEZ TENHA FUNDAMENTO,ACHO QUE ESTOU INSERIDO DIRETAMENTE NESTA SITUAÇÃO,JÁ QUE SOU MODERADAMENTE ARREDIO DOS COLEGAS DE TRABALHO E ATÉ DOS FAMILIARES.

  • Murilo Mazzolo:

    Kurt Cobain era, além de rejeitado socialmente na adolescência e vivenciar brigas entre os pais, era um “estranho” e revoltado… E esse sentimento junto com Seu talento, o permitiu ser Criativo ao máximo no Nirvana!! Uma LENDA hoje!!!

Deixe seu comentário!