Um casamento gay no ano 100 d.C., coisas que não entendemos sobre o cérebro humano… e mais!

Por , em 2.08.2013

Reveja os 10 artigos mais curtidos da semana de 28/07/2013:

O casamento gay no ano de 100 d.C.

1 - casamento gay

O casamento gay soa como uma idéia ultracontemporânea, mas há quase vinte anos um estudioso católico em Yale chocou o mundo ao publicar um livro repleto de evidências de que os casamentos homossexuais foram sancionados pela Igreja Cristã durante uma era comumente chamada de Idade das Trevas.

10 fatos deprimentes sobre a humanidade

9

Embora muitos busquem soluções (ou, ao menos, explicações que permitam criar soluções), nem todo estudo científico é animador, e há descobertas que, ao invés de dar esperança às pessoas, podem fazer com que desanimem. Confira 10 conclusões científicas “deprimentes” a respeito da humanidade.

8 coisas que nós simplesmente não entendemos sobre o cérebro humano

k-bigpic

Apesar de todos os avanços recentes da neurociência e dos processos cognitivos, ainda há muito sobre o cérebro humano que nós não sabemos. Aqui estão 8 dos problemas mais desconcertantes enfrentados atualmente pela ciência.

Uma visita alienígena é mais fácil do que se pensava

k-bigpic (1)

Um novo estudo sugere que, usando tecnologia avançada e efeitos gravitacionais, as vastas distâncias do tempo e do espaço podem ser superadas dentro das leis da Física, permitindo um contato imediato com uma facilidade surpreendente.

5 maneiras científicas de criar um hábito

k-bigpic (1)

Começar a frequentar uma academia, fazer aulas de espanhol, aprender a tocar piano… certas práticas parecem difíceis de encaixar na rotina, enquanto outras simplesmente passam a fazer parte dela sem que você sequer perceba. Para ajudar os leitores a terem mais controle sobre os hábitos que desejam criar, confira cinco dicas baseadas em estudos científicos sobre motivação e disciplina.

Como tornar-se mais resiliente

balance_scale

Como faço para tornar-me mais resiliente? Como aprimorar minha resiliência para uma resposta mais rápida?

Cientistas descobrem uma nova força, maior que a gravitacional

k-bigpic

Os cientistas sabem há muito tempo que corpos negros produzem radiação e que a radiação cria um efeito repulsivo. No entanto, de acordo com um novo estudo, há uma outra força em jogo, que age um pouco como a gravidade e atrai objetos ao corpo negro. Esta nova descoberta foi nomeada “força de corpo negro”.

A síndrome psicológica que imita o veneno do Coringa

ku-xlarge

Lembram-se do filme do Batman de 1989, em que o Coringa, interpretado por Jack Nicholson, envenenava as pessoas com uma poção que os forçava um sorriso assustador no rosto e os levava à loucura? Acontece que você não precisa de veneno. O sorriso por si só pode enlouquecer as pessoas.

Por que música triste nos deixa feliz?

adele

Embora ouvir músicas tristes deveria nos deixar igualmente para baixo, nós temos uma tendência para, na verdade, meio que gostar delas. Um estudo de 2008 descobriu que as canções tocadas em escala menor soam mais tristes do que a música em escala maior, mas as pessoas acharam as primeiras mais simpáticas.

Como cientistas “congelaram” um feixe de luz por um minuto

k-bigpic

Para você, um minuto pode parecer pouco. Para um feixe de luz, é tempo suficiente para dar mais de vinte voltas ao redor da lua – se ele estiver com sua velocidade máxima (300 mil km/s), pelo menos. Mesmo com toda essa rapidez, cientistas da Universidade de Darmstadt (Alemanha) conseguiram “parar” um feixe de luz durante um minuto inteiro.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 3,67 de 5)

Deixe seu comentário!