Ser alto pode ser uma boa notícia para seu coração

Por , em 23.01.2012

Segundo um novo estudo, homens altos são menos propensos a desenvolver insuficiência cardíaca.

A descoberta não prova que alguns centímetros a mais protegem o coração. Os pesquisadores afirmam que é possível que pessoas altas e baixas sejam diferentes de outras maneiras, por exemplo, em suas dietas, e isso pode afetar seus riscos cardíacos.

Também é possível que alguma coisa na biologia das pessoas mais altas – como a distância entre seus corações e certos ramos das artérias e vasos sanguíneos – diminua o estresse sobre seus corações.

O cardiologista Jeffrey Teuteberg explica que altura não deve ser parte de uma consideração dos riscos cardíacos de uma pessoa. O estudo mostra que há muito mais risco de doença cardíaca em fatores mais clássicos, como obesidade, pressão alta e diabetes.

Os dados vieram de uma pesquisa sobre doenças cardíacas e câncer que seguiu 22 mil homens a partir dos 50 anos. Em uma média de 22 anos de acompanhamento, 1.444 homens, ou cerca de 7%, desenvolveram insuficiência cardíaca, condição em que o coração não é forte o suficiente para bombear sangue para o resto do corpo, ou em que não relaxa bem após cada batida.

Os pesquisadores descobriram que os homens mais altos tinham uma menor chance de insuficiência cardíaca.

Os homens mais altos do estudo, com mais de 1,83 metros, eram 24% menos propensos a relatar um diagnóstico de insuficiência cardíaca durante o período de estudo do que os homens com 1,77 metros ou menores, mesmo com outros fatores levados em conta, como obesidade.

Mesmo com estas considerações, o estudo não pode provar que a altura protege o coração, ao invés de algo estar por trás dessa relação entre altura e risco de insuficiência cardíaca.

Por exemplo, uma possibilidade pode ser o quão rica ou pobre foi a dieta dos participantes enquanto eles estavam crescendo, pois sua alimentação pode ter sido decisiva durante períodos chave do desenvolvimento.

Também existe a possibilidade de infecções na infância prejudicarem o crescimento e, finalmente, levarem à formação de placa nas artérias e pressão arterial elevada, que estão ligados à insuficiência cardíaca.

Ainda assim, é possível que a altura, em si, tenha influência nos riscos cardíacos de uma pessoa. O que está realmente por trás desse link é assunto para futuras pesquisas.

Os pesquisadores alertam que, por enquanto, os resultados não devem preocupar – ou aliviar – qualquer um com base na sua altura.[Reuters]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

  • alx:

    Ue, eu sempre achava que era o contrario, que por ser alto, o sangue demora para circular o corpo e por consequencia seria prejudicial para o coração e cerebro.

    • Elizabeth:

      Boa notícia para nós que somos altos(as), porém existe outro estudo que diz que os mais altos tem mais chance de ter câncer. 🙁

    • franbogado:

      Conheço varios homens de estatura media/alta que morreram do coração :/

Deixe seu comentário!