Taxa de mortalidade infantil cai de 12 para 7,6 milhões nos últimos 20 anos

Por , em 21.09.2011

Uma ótima notícia para a humanidade: mais de 12 mil crianças estão sendo salvas a cada dia, graças a algumas melhorias de vida que estão chegando a países mais pobres, reduzindo a taxa de mortalidade infantil pelo planeta.

O número de crianças com menos de 5 anos que morrem anualmente caiu de 12 milhões em 1990 para 7,6 milhões em 2010, de acordo com um novo relatório da UNICEF e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

As duas agências da ONU afirmam que há muitas razões para essa melhoria de condições de vida, incluindo o maior acesso aos cuidados de saúde e medidas preventivas como a vacinação.

Os números são positivos, mas ainda é preciso fazer muito mais para que todas as nações alcancem as metas de desenvolvimento da ONU, que pedem a redução da taxa de mortalidade infantil em dois terços de seus níveis de 1990 até 2015.

Focar um maior investimento nas comunidades mais desfavorecidas poderá a salvar a vida de muito mais crianças.

“A notícia de que a taxa de mortalidade infantil na África subsaariana está declinando de forma duas vezes mais rápida do que era há uma década mostra que podemos fazer progressos, mesmo em lugares mais pobres”, afirma Anthony Lake, diretor executivo da UNICEF. “Mas não podemos, nem por um momento, esquecer o terrível fato de que cerca de 21 mil crianças morrem todos os dias por causas evitáveis”, completa. [Telegraph]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • David Sousa:

    Que ótimo… em breve teremos um planeta superpovoado.

  • Eddy:

    Qualquer melhora é positiva e bem vinda.
    Eu fico imaginando o ritmo que poderia tomar essa melhora se a corrupção política e humana de forma geral, enfocasse na solução definitiva desse problema vergonhoso como humanidade.
    Ou se passássemos as gordurinhas extras dos países obesos ao esqueléticos de outras nações? Obviamente me refiro aos hábitos.

Deixe seu comentário!