Transplante de coração: veja um vídeo aqui!

Por , em 10.07.2014

Quase meio século atrás, em 1967, o primeiro transplante de coração do mundo foi realizado na África do Sul.

Apenas cinco meses depois desse procedimento inédito, no dia 26 de maio de 1968, a equipe do médico Dr. Euryclides Zerbini colocou o Brasil na história da medicina mundial ao realizar o primeiro transplante de coração por aqui.

A operação foi realizada no Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. O lavrador mato-grossense João Ferreira da Cunha, conhecido como João Boiadeiro, foi o paciente que recebeu o coração novo, mas infelizmente faleceu 28 dias após a cirurgia. Muita coisa mudou desde então.

O transplante

De acordo com a Fundação do Coração, o procedimento geralmente leva entre três e seis horas e pode ser um de dois tipos de transplantes. O transplante ortotópico é o tipo mais comum, e envolve a remoção do coração doente através de uma incisão no meio do peito. Um coração doador é então colocado dentro do corpo do paciente.

Em raras circunstâncias, os pacientes selecionados podem ser submetidos a um transplante cardíaco heterotópico, que permite que o coração do doador conviva com o coração doente. Corações duplos são uma boa solução para pacientes com problemas cardíacos que causam pressão arterial extremamente elevada na artéria pulmonar, que é o vaso sanguíneo que transporta o sangue do coração para os pulmões.

A pressão que se acumula pode fazer com que o músculo do coração enfraqueça, uma condição conhecida como cardiomiopatia. Nesse caso, o coração do doador atua como uma bomba extra para ajudar o coração enfraquecido do paciente.

Como o procedimento funciona

Esse vídeo do Instituto do Coração mostra como é realizado o transplante: [ScienceAlert, Globo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 5,00 de 5)

4 comentários

  • Mayron Maia:

    parece comigo quando vou trocar uma peça do meu computador

  • Guilherme Matos:

    Fora de série.. muito legal mesmo!!!!
    não imaginava que fosse assim!!!

    • adenilson:

      fiquei imaginando a responsabilidade dessas pessoas. Um detalhe e vc perde uma vida!

  • adenilson:

    agora deu orgulho de ser humano!

Deixe seu comentário!