Evitar o envelhecimento: Um truque que funciona

Por , em 8.07.2008
antienvelhecimento rejuvenescimento

No ano passado um estudo descobriu que ratos em dietas de baixas calorias estavam em melhor forma física na velhice, diminuindo as chances de deficiências físicas. Os ratos tinham também melhor aparência e possivelmente sentiam-se melhor. Aqueles com dietas normais perdiam quantidades significativas de tecido magro e adquiriam mais gordura, enquanto aqueles em dietas de baixas calorias mantiveram a massa magra enquanto envelheciam.

Roedores são bons análogos da fisiologia humana. Cães são ainda melhores.

Um estudo de 14 anos, feito com 48 Labradores Retrievers, descobriu que restringir sua dieta em 25% a partir das 8 semanas de idade estendeu suas vidas uma média de 1,8 anos. Para um animal que não passa da primeira adolescência esse é um grande número.

O estudo também mostrou que um corpo mais magro atrasa o surgimento de algumas doenças crônicas como osteoartrite. Este tipo de doenças da senilidade atingiu os cães que estavam em dietas de restrição calórica 2,1 anos mais tarde do que em outros.

Possivelmente funciona em humanos

Convencer humanos a comer menos e estudar os efeitos ao longo de uma vida é muito mais difícil. Mas uma pilha cada vez maior de pesquisas sugere que o que funciona em ratos e cães parece ser verdade em humanos.

Existem estudos sendo feitos com primatas que vivem entre 25 e 30 anos, e as indicações iniciais já são promissoras.

Um estudo em humanos em 2007 mostrou que cortar calorias em humanos reduz o dano oxidante em células musculares. Este efeito pode resultar em uma vida mais longa.

Mas os pesquisadores avisam que a natureza humana não facilita uma restrição calórica que dure a vida toda.

Buscando o equilíbrio

Sofrer anos para manter-se super magro não vai ajudar muito em termos de longevidade. A idéia de “viver para sempre” é comumente noticiada pela mídia. Tente manter um corpo saudável, mas não se prive de todos os prazeres. Moderação é uma solução mais inteligente.

E roedores são um bom exemplo disso: Camundongos vivem mais se a ingestão de calorias for reduzida em 10%. Se você restringir 20% eles vivem mais ainda. Corte suas calorias para a metade e eles irão viver ainda mais. Mas se você cortar 60% de suas calorias eles irão morrer de fome.

De acordo com pesquisadores não há nada no horizonte que estenda a longevidade em dez ou mais anos, até o momento.

Grande promessa

Outros especialistas estão otimistas que a pesquisa em dietas de restrição calórica levará a desenvolvimentos mais importantes.

Cientistas estão investigando compostos chamados de CR mimetics, compostos que imitam os efeitos da restrição calórica. Um destes elementos, que tem recebido bastante atenção, é o resveratrol, encontrado na casca de uvas roxas e, conseqüentemente, no vinho tinto.

A dieta dos franceses é rica em gordura, mesmo assim eles vivem vidas relativamente longas. O resveratrol e outros componentes do vinho tinto podem ser os responsáveis para esta vida boa.

Pesquisadores pensam que os esforços de vários ângulos combinados podem estender a vida em até 15 anos até o final deste século. [Fonte]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 3,00 de 5)

13 comentários

  • neutrino:

    exagerado também não

  • Como comer bem em self-services??? E como podemos viver bem-nutridos de energia e bem-estar??? | Bem-estar docente: dicas de Bem Viver para o professor:

    […] 1-    Coma menos. A formula para evitar o envelhecimento é muito simples: Coma menos. Isto pode adicionar anos à sua vida, dizem vários especialistas. E se feito com moderação pode, no mínimo, ajudar você a viver uma vida mais saudável. (fonte: https://hypescience.com/truque-antienvelhecimento/) […]

  • jamille:

    tento me equilibrar no que ingiro, mas não é fácil tem mais alimento que não presta do que presta e para realmente ter uma alimentação completamente saudável é preciso ter um poder aquisitivo um pouco melhor, mas existem muitas maneiras menos tendo pouquinho conseguir se cuidar bem, uma coisa leva a outra não é só a alimentação que nos ajuda a envelhecer mais rápido outros fatores também são importantes como usar protetor solar sempre no rosto e nas mãos e nos locais onde pega mais sol. hidratantes, cremes faciais, comer sempre frutas e verduras e legumes acho que todo mundo pode e moderar mais no sal para evitar reter liquido no corpo. coisas simples como essas acredito que ajudam e muito a envelhecer mantendo uma boa aparência além de estar e se sentir bem…

  • Evitar o envelhecimento: Um truque que funciona | Bem-estar docente: dicas de Bem Viver para o professor:

    […] Evitar o envelhecimento: Um truque que funciona […]

  • Rosangela:

    Quero receber matérias por email
    Rosangela

  • Joseh:

    O problema das anorexas é psicológico. Na vida temos que manter o IMC (Índice de Massa Corpórea) nos níves normais (18 A 25)
    Para saber seu IMC (http://como-emagrecer.com/calculo-de-imc.html).
    Com certeza os gordinhos viverão menos. Você já viu alguém com 80 anos gordo.
    Luiz não se Indigne com a lei que proíbe dirigir embriagado. Nem todos tem a sua consciência.
    Michel, é muito pessoal. O que você considera uma vida proveitosa, pode não ser considerada por outra pessoa.
    Acredito que não comer carne evita diversos problemas. Talvez o homem não tenha sido feito para comer carne. Mas teria que passar muito tempo comendo outras coisas para compensar.
    A vontade de comer depende muito do que você tem à disposição. Se você é criado com uma mesa farta e sem educação e informação será um obeso. Talvez chegue um tempo
    Em que somente ingerindo uma cápsula passemos o dia com nossas necessidades supridas e não precisemos comer. Atualmente a regra é coma de tudo que você gosta moderamente e o que você não gosta, que faça bem à saúde, de vez em quando, sempre mantendo seu IMC na média.

  • Bruno Cesar Boisson:

    Concordo com o Michel Aparecido. Já que a morte chega para todo mundo, e através de várias maneiras, o que vale mesmo é aproveitar a vida intensamente. Comer é uma das principais delícias da vida e mais importante, que pensar em dimininuir a quantidade, é se preocupar com a qualidade do que é ingerido com bom senso e sem radicalismos.

  • wilson roberto:

    não sou gordo, mas tenho alguns quesitos:
    é dificil moderar a vontade de comer
    comer, principalmente aquilo que gostamos, é ótimo, volta ao primeiro item
    hoje, temos de tudo a nossa disposição, vota ao topo
    não inventaram algo que realmente sacie e não faça mal.
    talvez cmc em cápsula, alguem pode falar sobre isto. saldaçoes a todos

  • Silvia Reis:

    Concordo , que uma dieta balanceada, aumenta a espectativa de vida! Há 7 anos não como carne vermelha, e me sinto muito bem! ja fui mas radical com a alimentação hoje estou mais relaxada, mas sei que o ser humano se acostuma com tudo, inclusive se alimentar direito sem comer porcarias e fast food!Com o tempo nem sentimos mais tanta falta, e os beneficios são tantos na aparência, na qualidade de vida enfim!!!!!!!

  • Michel Aparecido:

    Difícil entender o que deve ser mais valorizado: Uma vida mais prolongada cheia de restrições, ou uma mais proveitosa de tempo mais curto. Colocando na balança prefiro seguir a segunda opinião já que a morte pode vir de todo canto. não só com o envelhecimento.

  • Luiz Fanchin Jr:

    Concordo que comer menos trás mais saúde. Eu (71 anos) por ex., à noite tomo apenas uma sopa ou um lanche leve. Em casa não abro mão da minha dose de uisque. Quando não trabalho na minha chacrinha, cortando lenha, limpando os tanques, etc. faço uma caminhada de mm uma hora. Bebo moderadamente e estou indignado com a lei seca. 50 anos de volante sem nunca ter causado um acidente a não ser uma pequena esbarradinha no portão ao sair de manhã após o café matinal. 2 multas na vida: uma por ultrapassar um caminhão (pista única) em velocidade acima da permitida, para nossa própria segurança, outra num radar de Curitiba ao exceder a velocidade de 40 kmh, eu estava a 50 kmh. Quando vou com a esposa a jantares em restaurantes ou casa de amigos, como moderadamente, tomo vinho ou cerveja e muita água. Continuo sóbrio e consciente, tanto que procuro dirigir na velocidade mínima permitida.

  • Heitor Fernando:

    Interessante…
    Mas tenho uma pergunta. Significa que, talvez de alguma forma, os “gordinhos” tem espectativa de vida Menor que a dos “magrinhos”?

  • Jorge de Melo:

    Só tem um problema: as anoréxicas ganharam mais munição para suas dietas malucas.

Deixe seu comentário!