32 planetas são descobertos fora do Sistema Solar

Publicado em 25.10.2009

exoplaneta

A descoberta de 32 dos chamados “exoplanetas” – aqueles fora do nosso Sistema Solar – foi anunciada. A descoberta foi realizada através do uso de um instrumento de alta precisão instalado em um telescópio chileno. O instrumento, chamado de Harps, consegue detectar leves alterações nas estrelas, quando elas reagem à gravidade dos exoplanetas. Esta técnica, conhecida como método de velocidade radial, é o mais eficiente na procura por exoplanetas.

O Harps consegue detectar movimentos pequenos como alterações de velocidade de 3,5 quilômetros por hora e foi construído com a colaboração de 14 países europeus.

» Acidente cósmico é avistado: Uma colisão de planetas

Com a descoberta dos 32 novos planetas, o instrumento soma as suas descobertas a um incrível número de 75 exoplanetas de todos os 400 já conhecidos. Estes 75 planetas se encontram em 30 sistemas planetários diferentes.

“Harps é um instrumento único e de alta precisão, ideal para descobrir novos mundos”, afirmou Stephane Udry, da Universidade de Genebra, responsável pela declaração em nome do consórcio internacional que construiu o aparelho.

De acordo com Udry, Harps já cumpriu o seu papel durante o período de uso de cinco anos, e agora os pesquisadores esperam que o instrumento possa servir para encontrar planetas semelhantes à Terra, por exemplo.

Em declaração, Udry afirmou que a equipe já tem vários outros planetas que ainda têm que ser observados por mais tempo antes de serem formalmente anunciados e estudados.

“Estas observações ajudaram os astrônomos a compreender a diversidade dos sistemas planetários e ajudam-nos a entender como elas se formam”, afirma o pesquisador Nuno Santos.

O Harps também ajudou na descoberta de vários planetas chamados de super-Terras – planetas com uma massa pouco menor que a do nosso planeta. Das 28 super-Terras conhecidas, Harps facilitou a descoberta de 24.

» Imagens do início do universo

Outra importante contribuição do instrumento foi na descoberta da formação de três planetas em volta de estrelas com deficiência de metais – uma condição pouco comum, de acordo com Udry. [CNN]

Autor: Cezar Ribas

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

35 Comentários

  1. não sei por que sempre tive muito interesse sobre esses asuntos do nosso planeta.ja há muitas descobertas sobre o assunto mas acredito que muitas outras viram.
    no caso de existir vida em outro planeta,acredito que sim.
    um enorme beijo.acompanho as noticias!!!!!!

    Thumb up 11
  2. Muito interessante , acredito sim que haja vida em outros planetas , não só em um ,mas em milhares de outros planetas mesmo por que temos bilhões de outras constelações e todo o infinito do universo para abrigar milhares de de bilhões de planetas não é mesmo?

    Thumb up 11
  3. Àqueles que questionam a existência de vida inteligente extraterrestre, simplesmente por não terem feito contato conosco, digo que não fizeram contato exatamente por serem inteligentes.
    O que acrescentaria à alguma civilização, muito evoluída, pois somente assim teriam chegado até nós, se aqui observaram uma raça que mata o semelhante, polui o planeta onde vive, destrói o próprio ecosistema e dizima animais?
    Realmente eles são muito inteligentes e por isso mesmo desistiram de fazer contato.

    Thumb up 15
  4. gostei muito de saber que existem muitos mais planetas.
    sou uma menina muito curiosa.
    eu tenho uma amiga que queria saber se existia mais planetas fora do sistema solar.
    achei interessante
    meus parabens por esta descoberta
    muito obrigada pela atençao
    DE UMA MENINA CURIOSA

    Thumb up 8
  5. achei muito legal terem encontrado esses 32 planetas fora do sistema solar!!!!!!!!!!!!!!!

    Thumb up 10
  6. Uma tal de Ana ai colocou:divia ter mais de tres planetas no sistema solar.se tem 10 planetas e contando com osol e alua são 12.

    Thumb up 9
  7. Dizem por ai que encontraram mais 3 planetas fora do Sistema Solar . :) seria muito bom ter mais 3 planetas no Sistema Solar ^^

    Thumb up 12
  8. Maneiro descobrir novos planetas e muito interesante gostei do comentario da sarah gostei de praticamente do todos ne.Mais tem alguns que e sem sentido.Em uma noite,um astronomo observou como o microscopio um ponto muito brilhante e distanteno mar.Deu a esse ponto o nome de estrela.O seu objetivo e situar os animais no espaço e no tempo,explicar seus movimentose suas origens.Assim ele continua suas observaçoes todas as noites para ver oque mais pode-se descobrir nesse imenso universo.Descobri o erro

    Thumb up 8
  9. achei muito legal,mas queria saber quantos exoplanetas existem e quais sao seus nomes

    Thumb up 13
  10. gente legal é super d+ o sistema solar e as descobertas…….
    amo vcs beijinhos….

    Thumb up 16
  11. Gostei muito gosto muito de saber essas curiosidades sobre o sistema solar,nao só ele mas exatamente outros tambem !
    Muito obrigado por dar me informaçoes

    Thumb up 23
  12. eu acho isso muito sinistro, e acho q apesar desses outros planetas q ainda os cientistas não chegaram, não existe vida pq é provável q não existe vida em outro planeta, pq é fora do sistema solar e não sabemos ainda se existe oxigênio o sufiente para alguem sobreviver, e como não tem sol, não tem o bastante pra poder viver, deve ser + frio o alasca então vim comentar isso mais achei q esses outros planetas deviam ser mais pesquisados, ao invés de disser q existe extraterrestre nesses planetas e q se pesquisassem mais q não inventassem histórias, pq é melhor disser a verdade do q a mentira,e q se existisse outras coisas, rastros de qualquer outra coisa, seria muito legal estudar, pq eu sou uma garota e sou ajudante de cientistas e sei muito bem o q eles descobrem então não inventem mentiras q eu vou saber se é verdade ou mentira.
    gostei muito do site!
    um grande beijo!
    xau!

    Thumb up 21
  13. eu acho que existe vida sim fora do planeta porque seriamuito egoismo nosso se achacemos que mora nesse universo enorme nao e igla a todos sao ets

    Thumb up 8
  14. Astronomos já descobriram mais de 230 planetas circulando outros astros que não o nosso Sol, mas a maioria desses mundos provou ser gigantescas esferas gasosas semelhantes a Júpiter. Para aqueles dentre nós que vivem em um planeta diferente – uma pequena esfera rochosa rica em água na forma líquida -, é difícil imaginar como poderia ser a vida no escaldante Júpiter.
    Por isso, engenheiros da cidade de Boulder estão construindo a próxima geração de sistemas de caça a planetas da Nasa: um observatório espacial de US$ 559 milhões que realizará buscas por planetas semelhantes à Terra -lugares capazes de abrigar vida tal qual a entendemos – em mais de 170 mil sistemas solares.

    “Nós procuraremos planetas habitáveis, nos quais água em forma líquida possa existir em um corpo celeste de tamanho semelhante ao da Terra”, disse Monte Henderson, gerente do projeto da missão Kepler na Ball Aerospace and Technologies, em Boulder.

    “Se não for possível encontrar um planeta desse tipo”, disse Henderson, “a hipótese de que talvez estejamos sozinhos no Universo ganharia credibilidade” . Isso não parece provável, disse Chris McKay, astrobiólogo da Nasa e especialista em busca de vida em outros planetas. “Acredito que nós obteremos um número incontável de retornos positivos”, afirmou.

    Henderson também comandou o projeto Deep Impact, da empresa, uma sonda de perfuração que disparou uma cápsula de cobre contra um cometa para a Nasa, em 2005, revelando o interior do cometa e sua natureza frágil, semelhante a uma nuvem de poeira.

    O projeto Kepler, que terá por base equipamento semelhante ao usado no Deep Impact, deve ser lançado em novembro de 2008.

    Depois de três anos de atraso e uma elevação de US$ 250 milhões no custo do projeto, os engenheiros agora estão montando a espaçonave, de tamanho semelhante a um ônibus, em um sofisticado armazém localizado em Boulder. O estouro dos custos é lamentável, disse William Borucki, o principal encarregado do projeto Kepler na Nasa, “mas, quando se está tentando fazer alguma coisa que nunca foi feita antes, incidentes como esse precisam ser esperados”.

    O sistema óptico do Kepler depende da maior lente já enviada ao espaço, disse Borucki, um imenso espelho de 55 polegadas diante do qual está montado um “corretor” feito de safira pura.

    O observatório espacial não pode sofrer oscilações ao observar a mesma região do espaço durante quatro anos, disse Borucki. Uma oscilação curta como uma piscada pode fazer com que a sonda perca a minúscula oscilação na luz de um astro causada pela passagem de um planeta de tamanho semelhante à Terra entre a lente e o astro do sistema em observação.

    O Kepler procurará planetas por meio desse método de “trânsito”, segundo McKay, da Nasa. Duas outras técnicas que estão em uso são ótimas para localizar planetas de grande porte, segundo McKay, mas não servem para os menores, nos quais vida em forma reconhecível poderia existir.

    No começo do mês, cientistas europeus anunciaram ter descoberto um planeta rochoso, pequeno e quente o bastante para ter água. Essa descoberta “afortunada” , segundo Borucki, foi propiciada por um telescópio de base terrestre apontado para uma única estrela e usando o método oscilatório.

    Os planetas exercem uma pequena atração gravitacional sobre seus astros, e a oscilação resultante pode dizer um pouco aos cientistas sobre a natureza de um planeta em órbita.

    Thumb up 33
  15. Essas descobertas são muito excitantes,falta descobrir um planeta habitado.Uma pequena correção:” chamados de super-Terras – planetas com uma massa pouco menor que a do nosso planeta”seria no caso de massa um pouco maior…

    Thumb up 8

Envie um comentário

Leia o post anterior:
mulher-linda-grande
Como a mídia afeta a auto-estima das mulheres obesas ou magras?

Mulheres acima do pe...

Fechar