Como bloquear a internet de um país inteiro?

Publicado em 2.02.2011

Para silenciar dissidentes, em janeiro de 2011, o governo egípcio fez um movimento sem nenhum precedente: desativou a internet em todo o seu território. Como eles fizeram isso? E a mesma coisa poderia acontecer em outros países, como os Estados Unidos?

Segundo o cientista da computação David Clark, cuja pesquisa se concentra na arquitetura e desenvolvimento da internet, a capacidade de domínio de um governo sob a rede depende de seu controle dos chamados provedores de acesso à internet (em inglês Internet Service Providers, ISPs) – empresas privadas que concedem acesso à rede para seus clientes.

Há muitas maneiras de desativar os ISPs tecnicamente, quando o governa ordena que o seja feito. Uma delas é desligar os dispositivos (o que pode ser comparado a “tirar da tomada”) ou alterar as tabelas de roteamento. Nesse último caso, seria como matar digitalmente um serviço específico, permitindo que outros à escolha continuem funcionando.

Portanto, o que acontece em qualquer país depende do controle que o estado tem sob seus provedores de acesso. No caso do Egito, o principal prestador de serviços de telecomunicações, o Telecom Egypt, é estatal. Em outros lugares, como a China, os ISPs são regulados de forma ainda mais pesada e, no passado, já foram desativados em várias regiões.

Porém, é errado pensar que não há formas de se burlar o bloqueio. No Egito, as pessoas puderam utilizar smatphones para se comunicar com a rede global, as empresas puderam acessar à intranet de forma privada, e prestadores de acesso à internet com suas próprias conexões internacionais poderiam ignorar os circuitos da Telecom Egypt e continuar oferecendo suporte aos seus clientes.

Desativar a internet é uma questão de regulamentação. Segundo especialistas, no entanto, mesmo em tempos de crise não é possível que isso aconteça em países como os Estados Unidos – o presidente ou qualquer outra pessoa não tem acesso a um “interruptor” que desligue fisicamente a internet, e também não tem controle sobre os ISPs.

Isso pode mudar, no entanto, caso um projeto de proteção ao ciberespaço, introduzido no Senado norte-americano no ano passado, for aprovado. O projeto daria poderes efetivos ao governo para desligar fisicamente a internet, em caso de emergências no ciberespaço. Ao invés do bloqueio da liberdade de expressão, o plano pretende proteger a infra-estrutura dos ciberterroristas, mas ainda assim causa preocupação em muitos ativistas.

Para os especialistas, a cada dia a internet cresce de forma mais complicada, o que torna mais difícil seu desligamento completo. A rede está ricamente interconectada, e seria preciso trabalhar muito para encontrar um pequeno número de lugares onde seria possível prejudicar a conectividade. Além disso, a habilidade para controlar ou desativar o acesso à internet é uma guerra em curso. Novos tipos de ataque estão surgindo constantemente, assim como novas defesas. [Life’s Little Mysteries]

Autor: Nayara Brante

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

11 Comentários

  1. A internet tá aí e todos tem livre arbítrio para usarem, agora vai da consciência de cada um usar para o bem ou para o mal. O que ajudaria a melhorar o uso seria o governo criar um programa de educação nas escolas desde o ensino fundamental até superior conscientizando cada um dos riscos e benefícios criando leis novas e fiscalizando, pois não adianta ter tantas leis assim como o Brasil e não serem fiscalizadas.

    Thumb up 2
  2. É ISSO AÍ,ESSE TIPO DE ATITUDE SÓ PROVA Q/ SEMPRE TEM GENTE QUERENDO MAQUIAR OU ESCONDER A VERDADE,VAMOS FICAR DE OLHO E RECLAMAR,FAZER O Q/ TIVER AO NOSSO ALCANÇE PARA À VERDADE FLUIR.

    Thumb up 4
  3. estou com 38 anos acesso a net a 5 anos e antes disso nem sabia o que era a net, o que mudou foi que hoje sou viciado na net, foi só o que mudou. Muito importante isso na minha vida. só pra lembrar, o fumante tb não quer ficar sem cigarro.

    Thumb up 4
  4. Nossa , já estão pensando em bloquear o acesso a informação aos cidadãos , isso é grave , é coisa de governos corruptos que querem deixar o povo na escravidão , não deixem que façam isso , senão nem o Hipercience poderá se acessado já pensaram , é uma ameaça ruim mesmo .

    Thumb up 8
  5. Você pode achar que a internet não é a vida em si para alguém, mas acredite, sua “vida” depende dela hoje em dia.

    Thumb up 5
  6. por acaso a internet é vida pra alguém? a questão é que só em ouvir que a sociedade vai cumprir uma regra, pronto todo mundo entra em pânico, estamos dependentes de coisas que a 20 anos não sabía-mos nem o que era.acho que estamos todos com uma psicose.

    Thumb up 1
  7. Querem calar o povo, a Internet é das únicas ferramentas livres de informação que temos, exemplo da china que o governo ditador não dá acesso a todos, querem controlar a informação em todo mundo que tristeza. Porque será?

    Thumb up 20
  8. Irônico, isso para dizer o mínimo. A Internet não foi criada para ser imune a desligamentos? A única forma de comunicação global no caso de um caos total, como numa grande guerra mundial? Hummm…

    Thumb up 14

Envie um comentário

Leia o post anterior:
gravidaflor
Tudo o que você precisa saber sobre sexo durante a gravidez

Futuros papais e mam...

Fechar