Você não vai acreditar, mas estas mãos não são humanas

As cavernas Wadi Sura do deserto líbio escondem um segredo, algo que os cientistas desconfiam que não é o que parece. Datando de 6.000 a 8.000 anos atrás, as paredes das cavernas estão cobertas de pinturas antigas representando animais e pessoas, incluindo pouco mais de uma dúzia de pequenas mãos.

As cavernas foram descobertas em 2002, e em 2006 foram visitadas pela arqueóloga Dra. Emmanuelle Honoré, que ficou intrigada com as mãozinhas. Com seus dedos compridos, elas não pareciam humanas. Ela retornou mais vezes para aprender mais sobre as marcas, e para refutar a hipótese de que se tratam de mãos de bebês, crianças ou prematuros.

Mãos humanas
Mãos humanas

Depois de estudar cuidadosamente a forma e tamanho das marcas, a equipe da Dra. Emmanuelle comparou com marcas semelhantes feitas com mãos de bebês nascidos a termos e prematuros. Outros especialistas foram consultados para verificar se era possível que fossem mãos de primatas não humanos. Nada pode ser concluído.

Foi então que a pesquisadora resolveu entrar em contato com zoológicos e especialistas em répteis. Os dados obtidos com eles sugeriam que as proporções das mãozinhas eram bem parecidas com as de lagartos monitores, ou as patas de jovens crocodilos.

Mãos humanas?
Mãos humanas?

Esta é uma hipótese que ainda precisa ser verificada. Se for verdadeira, significará que aquelas pessoas do Neolítico usavam partes de animais para desenhar figuras nas paredes da caverna, um acontecimento até hoje não registrado em nenhum outro sítio semelhante.

O artigo sobre a descoberta foi aceito para publicação no Journal of Archaeological Science: Reports. [Gizmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)
Curta no Facebook:

2 respostas para “Você não vai acreditar, mas estas mãos não são humanas”

Deixe uma resposta