Menina de 4 anos tem QI de 159, apenas um ponto a menos do que Einstein

Publicado em 17.04.2012

Você deve estar se sentindo muito burro. A mais nova integrante do clube dos super inteligentes é uma menina de apenas 4 anos, com um QI de 159, apenas um ponto abaixo de famosos gênios como Einstein e o físico Stephen Hawking.

Heidi Hankins, de Winchester, Inglaterra, lê em um nível de 8 anos de idade, e já podia contar até 40 com 2 anos. Ela é sem dúvida especial. Mas se ela vai ser um gênio, mais inteligente que Einstein ou Hawking, só o tempo poderá dizer.

Segundo especialistas, não é possível comparar QI entre grupos etários. “Testes de QI comparam dentro de uma determinada faixa etária. Estamos dizendo que essa menina é mais esperta do que 99,5 ou 99,8% das pessoas da sua idade, mas isso não significa que você pode compará-la a um outro grupo etário”, disse Frank Lawlis, psicólogo americano.

Na verdade, as pontuações de QI em geral têm aumentado ao longo do tempo. Eles sempre foram padronizados para que a pontuação média fosse de 100. Pontuações mais elevadas são de pessoas, em teoria, mais brilhantes, pelo menos nos domínios medidos por meio de testes de QI.

Mas, em um fenômeno amplamente conhecido, chamado de “efeito Flynn”, as novas gerações normalmente têm pontuação superior a 100, em média.

Existem várias teorias para este efeito, incluindo melhor nutrição na infância, ambientes cada vez mais estimulantes, e um maior número de crianças que estão familiarizadas com testes padronizados e, portanto, se saem melhor.

“Este é um pensamento teórico, mas quem sabe um dia todos nós seremos tão inteligentes quanto Einstein, e Einstein se tornaria médio”, disse Lawlis.

Vida de gênio

Heidi faz parte da Mensa, uma sociedade formada pelas pessoas com QIs excepcionais. Ela reúne os 2% da população com maior QI. Victoria Liguez, coordenadora de marketing da Mensa Americana, disse que o mais novo membro da Mensa nos EUA tem 3 anos, tendo entrado para a sociedade aos 2.

O mais jovem membro em todo o mundo, Oscar Wrigley, supostamente entrou para a sociedade com 2 anos e meio, com um QI de 160. No geral, cerca de 110.000 pessoas em 100 países são membros Mensa.

Para os adultos, a Mensa oferece oportunidades de networking e grupos de interesse. Não é tão diferente para as crianças.
Eles oferecem passeios a museus, jogos de matemática legais e outros enigmas para professores e pais com dificuldade de desafiar uma criança superdotada.

Liguez e Lawlis não acreditam no estereótipo de “gênios esquisitos”, pois as crianças Mensa que eles interagiram são muito normais.

“A inteligência de uma criança é muitas vezes invisível”, disse Lawlis. “Você geralmente não sabe o que um garoto sabe a menos que você lhe pergunte. É mais como uma descoberta do que o cérebro de uma criança é capaz de responder”.[MSN]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

42 Comentários

  1. Não conhecia este site, achei muito interessante e temas bacanas. Gostei do tema e dos comentários sobre, mas há dois pontos que eu considero: “Os medíocres se sentem ameaçados pelos gênios. Tem muita gente com atitude superior em relação a esta menina mas que está com medo, simplesmente” (dito por César). Simplesmente também, concordo com ele. Outro é, em parte, “… pais com dinheiro querendo status. Puro negócio e narcisismo” (dito por Igor.R). Agora a minha posição sobre o tema. Eu acredito em uma classificação de inteligência: diversa, inferior e superior. Diversa por ex. Einsten x Da Vinci, sendo a inteligência de um mais forte voltado para o campo físico e a de outro para o campo artístico. Quanto à inteligência inferior e superior, faz-se notar que ela existe, infelizmente, por fatores genéticos e do meio ambiente em que se forma. Quanto menos instrução, condições de vida subumana oferecerem aos filhos, menos essa criança terá uma visão, um leque intelectual. A escola não faz milagre se de casa a criança não vem com ‘N’ opções. Meu conceito é, “ninguém é melhor do que ninguém em tudo, mas todos são (podem) ser melhor em alguma coisa utilizando-se do dom que herdou geneticamente e com a formação educacional ao longo do tempo”. Sim, todos temos dons, e todos podem ser ótimos exercendo esses dons. Existem pessoas muito inteligentes para determinado campo, mas talvez não para outro campo. Ninguém é Deus para saber tudo e ser melhor que todos. Se alguém discorda disso, paciência. Por fim, termino dizendo algo que muito me entristece, o que é nada mais que fato! Vou pegar o meu país como maior exemplo. O que vemos na mídia são pessoas que se tornam “artistas” no meio popular e ganham fama, status, dinheiro. O que quero dizer com isso? Quero dizer que, não somos um país que cuida para que invistam, incentivem novos cientistas, novos pensadores, novos empreendedores, porque essa é a política de países desenvolvidos, não a nossa. O país não valoriza a educação, o nível de inteligência dos jovens e não preparam para assumir o futuro da nação. A imagem de Brasil para um gringo qualquer é carnaval e mulher pelada. E não é mentira, é tão verdade que há pessoas comuns que hoje são famosas, não por conta de uma descoberta científica rara, ou um estudo sobre determinado tema, mas por conta do corpo sarado, da beleza ‘física’, de um desfile em uma escola de samba (chamando para si todos os holofotes), de uma apresentação vulgar na internet ou mesmo em programas de televisão, ganhando espaço como ‘apresentador(a) de televisão, repórter ou mesmo profissão de ‘atriz/ator’. Pessoas que não passaram pelo crivo do que consideramos correto: estudar, formar, trabalhar e conquistar com o próprio suor. Eu seria hipócrita se dissesse que não é estou criticando essa valorização que o país oferece. Para mim, quem deveria ter pompa, ostentação, fama, merecimento, salários altos, deveriam começar pelos professores do nosso Brasil. Isso é valorizar a inteligência e não rotular a burrice, pois, melhor ser inteligente e ter uma vida modesta, que falar “nois vai nois vem” e ter grana no bolso. Desculpa se eu sou modesta, mas inteligência, caráter e um bom vinho são coisas que eu dou muito valor.

    Thumb up 1
    • intelingencia e saber q todo ser humano,,,, nasce com as mesmas habilidades, CAUSA E EFEITO, independe de convençoes ,

      Thumb up 0
  2. QI não mede idéias, abstração, entendimento, etc.

    Quem quer medir a capacidade de um ser humano como um “robô” está cometendo o mesmo erro dos burros, para mim, não há diferenças.

    É antitético falar de QI em crianças, quem se preocupa com isso normalmente são pais com dinheiro querendo status. Puro negócio e narcisismo.

    Thumb up 7
    • bem, pessoas com o QI mais alto tem capacidade de acumular mais sabedoria, claro, não quer dizer que ela é mais inteligente ou entende mais que outras pessoas, só quer dizer que enquanto a capacidade máxima de uma esta em 5, a dela está em 10

      Thumb up 2
  3. Bom para a garota!! hahahahahaha

    Só não entendo por que ainda usam Einstein como referência para tudo que se relaciona a inteligência. Houveram inúmeras pessoas que não só contribuíram muito mais que ele, na ciência, nas artes, em outros setores. Por que não usam Nikola Tesla, Da Vinci, Turing, Neuman???

    Outra coisa: andei notando que o HyperScience tem dado muito destaque para garotas superdotadas. Onde estão os garotos?? Que tipo de discriminação é esta?? Em nome do Politicamente Correto?? Isto não é “ciência”, como eu chamaria. Acredito que hajam muito mais garotos que garotas representantes do Intelecto Superior. Onde estão eles??

    Agradeceria se publicassem mais sobre.

    Thumb up 6
    • Acho que Einstein é usado como comparação por que realmente foi um gênio e por que ele fez teste de QI. Sobre Tesla e Leonardo, acho que só podemos inferir o QI deles. Sobre Turing, acho que por mais inteligente que fosse, ele ainda é eclipsado por Einstein.

      Sobre os garotos superdotados, pode apontar algum que tenha sido notícia?

      Thumb up 5
  4. Os medíocres se sentem ameaçados pelos gênios. Tem muita gente com atitude superior em relação a esta menina mas que está com medo, simplesmente.

    Thumb up 11
  5. Mudando um pouco de assunto… porque o site nao publicou nada a respeito de dois assuntos em pauta hoje no meio cientifico
    1.Astrônomos não encontram matéria escura.
    2.Aumenta mistério sobre origem dos raios cósmicos.

    Chega de marasmo…

    Thumb up 6
  6. Ser inteligente é bom para a humanidade mas melhor ainda é ter uma moral elevada e um espírito civilizado construtivo. De que adianta termos gênios fazendo melhores armas de destruição ou planejando como fazer grandes escravizações como o Hitler.
    Portanto antes das genialidades é preciso entender os binômios (ódio-amor, humildade-arrogância, perdão-vingança, autoridade-soberba, bem-mal, responsabilidade-liberdade, eu-nós) que permitem os inteligentes construir ou destruir.
    Não ir com muita sede ao pote.

    Thumb up 23
    • Primeiro, aprenda a digitar: ‘Como faço um teste de Q.I.?’, logo em seguida procure alguma organização séria, como a Mensa por exemplo, mas tenha em mente que estes testes, nunca são 100%. Até mais, felicidades.

      Thumb up 15
    • É isso aí, ۞Criptobiose Eterna۞. Querer fazer teste de Q.I escrevendo errado já é motivo pra rever os conceitos, pois já significaria baixa inteligência em línguas.
      No meu caso, tenho curiosidade mesmo em saber o meu Q.I. aproximado.
      Como você disse, isso não é exato, pois muitas vezes a pessoa tem inteligência pra algo que não é o foco do teste.

      Thumb up 4
  7. ‘Uma capacidade assimiladora’… Tome este biscoito, e agora sente.

    Thumb up 4
  8. Além da inépcia generalizada, beligerância instituida o que mais os br-nuts conseguem fazer? Ah! sim, sambar, tomar pinga e brigar por futebol!
    COMENTE A MATÉRIA, NÃO OS COMENTÁRIOS! BR-NUTS…

    Thumb up 6
    • A gente já viu que você consegue fazer uma auto-crítica. Eugenista.

      Thumb up 2
    • Você entendeu o que ele falou?

      Thumb up 2
    • Inépcia= imbecilidade, absurdo…
      Beligerância= conlito, guerra…
      “Comenta a matéria, não os comentários!”
      Agora junta as “peças” :D
      Me desculpa mas a sua capacidade de compreensão é mutio fraca ^_^

      Thumb up 1
    • Esse cara é apenas um Troll. Nem dê atenção.

      :)

      Thumb up 3
  9. hahahha q bonitinha. ^^ mas acho que nao tem como medir q.i por faixa etária .Li que o pico do q.i é em media de 20-25 anos. e as crianças armazenam mais informaçoes e tem facilidade de aprender. conforme vai passando a idade , o q.i tende a dimunuir(isso a partir da média ) . aos 23 anos meu q.i foid e 121 :) acho q ele ainda se mantém . o q nos resta é aproveitar antes dos 25 hsauhsaashausa

    Thumb up 0
  10. Ter inteligência é bom, mas é melhor ainda saber utilizar ela de forma produtiva e prazerosa. Mais ainda, é importante desenvolver um senso crítico e um ceticismo saudável.

    “A mind is a damned thing to waste” – Malcom X

    Thumb up 14
    • Também é importante não deixar de ter uma vida saudável, com exercícios, brincadeiras e amigos, como toda a criança precisa e merece.

      Thumb up 5
    • Acho que as chances dela ter uma vida feliz atualmente são maiores que 50 anos atrás. Hoje existe uma consciência muito maior de que as crianças tem real necessidade de brincadeiras apropriadas à sua idade, mesmo que sejam superdotadas ou gênios.

      Thumb up 4
    • Malcon X, E u g e n i s t a!

      Thumb up 0
  11. Mas como é que Einstein, sendo Eugenista pode ser considerado inteligente? Tsc-Tsc!

    Thumb up 4
    • Albert Einstein? Eugenista? Esta é nova para mim. Li o livro dele “Como Vejo o Mundo” e não vi nenhuma defesa ou apologia ao Eugenismo.

      Que Albert Eisntein era inteligente não resta dúvida. Agora, que ele era eugenista… Para mim isto é calúnia.

      Thumb up 9
  12. 1. Já vi crianças pela internet com Q.I considerado o triplo dela.
    2. Teste de Q.I são defeituosos eles são incapazes de testar o cérebro por completo não se pode resumir a capacidade de uma complexa estrutura numa folha de papel isso é a piada da humanidade…
    muitas vezes penso que certas pessoas funcionam feito calculadoras podem até calcular bem agora para infinitas coisas do mundo real e não só to dizendo para uma folha de papel e sim do próprio consciente inteligente se isso realmente existir.
    3.Se uma pessoa tem Q.I alto não quer dizer que ela seja um gênio(a) ‘Vida de gênio’….

    Thumb up 0
  13. Vislumbro uma possibilidade de comentar sobre a organização mensa: Ter alto Q. I. nesse país é fácil, basta não ser tão imbecil como a massa ululante. Difícil é entender porquê deveria dar somas em dinheiro para ser filiado a mensa, quem não pode pagar não desfruta do que seja lá o que for que eles ofereçam ( se é que oferecem algo ).
    É difícil alguém me convencer de que devo dar dinheiro para organizações…
    Na condição de descapitalizado, uso a resposta do célebre Grouxo Marx: “Não faço parte de clubes que me aceitem como sócio”!

    Thumb up 4
  14. Impressionante, uma garotinha de de apenas 4 anos com um intelectual tão poderoso como esse! É bem difícil compara o pessoal inteligente com Einstein, por alguns motivos, Einstein nunca fez teste de QI,e também ele tinha um poder “imaginativo” muito grande, tipo de capacidade que teste de QI não mostra, não estou dizendo que a menina é burra, muito pelo contrario, ele pode ser muita mais inteligente do que o teste mostra, pois o teste de QI mostra um resultado o mais próximo possível de sua inteligencia, e não sua inteligência!

    Thumb up 2
  15. Eu me sinto um símio com um graveto comendo formigas quando vejo progressos como esse… O desenvolvimento intelectual humano é progressivo no geral, mas por vezes dá saltos como esse. O potencial humano futuro, na mesma progressão e com saltos equivalentes, chega a ser espantoso e maravilhoso só de pensar. Tomara que se desenvolva para o lado do bem. Boa sorte Heidi Hankins. ;)

    Thumb up 30
    • Na verdade isso é muito relativo. Lembram daquele garoto que com 12 anos passou em Havard? então forçar crianças a serem gênios trazem para elas grandes complexos independente de seu QI. Espero que não, mas essa menina é próxima a querer seu “gato branco” que não existe. O desenvolvimento do intelecto tem de ser progressivo e não agressivo, separar crianças mais inteligentes de pessoas normais é propor em toda sua vida que o mundo em que vivem não é o mesmo que terão que viver quando crescerem.

      Thumb up 8
    • Alguém pode ser forçado a ser gênio? Esta para mim é nova… Sempre achei que genialidade era que nem polidactilia, ou você nasce assim, ou então não.

      Thumb up 3
    • A maior parte do “processo de desenvolver a inteligencia” não é genético, é claro que uma pequena parte é genético, mas boa parte é da forma como a criança cresceu, isso é, o ambiente, alimentação, isentivos, e muito outras coisas, uma prova de que inteligência não é genético, pelo menos em boa parte, é porque os pais, avós, bisavós, não foram gênios igual a seus descendentes!? e concordo com o Glauco, a criança não pode ser isolada pelo fato de ser inteligente, e muito menos forçada a aprimorar isso, pois é uma criança, por mais talentosa que seja ela só vai crescer bem se crescer como uma criança, é claro que tem que aproveitar a inteligencia superior com uma educação especial, mas sempre passando a ela o que toda criança tem quando criança!
      PS:. você não prestou atenção no que o Glauco escreveu!

      Thumb up 1
    • ‘Ninguém nasce sabendo…’ Hum, acho que o senhor deveria levar isto em conta, na hora de comentar, sempre achei que conhecimento era adquirido com o tempo, mas se diz que esta criança nasceu com ‘geniliadade’ kkk… Não preciso nem continuar, para lhe mostrar que vosso comentário foi estupidamente, estúpido, não? Uma pergunta: Porque comparaste o erro genético denominado de ‘polidactilia’, com alguém, que possui maior facilidade de aprendizagem? Sinceramente, fiquei curioso com vossa comparação “metamorfósica”. Sobre esta garota: Interessante, acredito que isto teve incentivo dos pais, tais como Robert Dehin, cita no livro dele, enfim, não acredito que um teste de QI possa avaliar a capacidade cerebral de ninguém, assim como dizem que William James Sidis, possuía somente 300 de QI, isso é ridículo, mas fazer o que, se estas mesmas pessoas acreditam que, a raça Homo Sapiens, tenha surgido do barro não? Kkkkk, coisa que não difere muito da descrita na Bíblia (…), mas isto, é assunto para um próximo comentário.

      Thumb up 2
    • Amiguinho, minha comparação não é tão profunda, é mais simples: ninguém adquire polidactilia, já nasce com. Da mesma forma, acho que a genialidade também é uma coisa que você já nasce com ela. Se vai desenvolver ou não é outra coisa. Se tem origem genética é outra coisa bem diferente também. Pode ser uma combinação de fatores genéticos e ambientais, podem ser fatores ambientais, ou pode simplesmente ser alguma coisa casual e fortuita. Eu não fiz absolutamente nenhuma inferência deste tipo, e meu comentário não é infeliz, infeliz é a sua pobre interpretação de textos…

      Thumb up 1
    • Não á como comentar em cima do que disseste sobre o que escrevi, então, vou colocar aqui mesmo: Minha pobre interpretação de texto? Obrigado pela a piada, estou rindo litros aqui haha. Escute meu senhor, eu entendi vosso comentário (não posso dizer o mesmo da vossa pessoa), só achei desnecessário sua comparação e crítica desconstrutiva, sem nenhum aproveitamento. Algo mais desconstrutivo ainda, foi o que digataste agora. Notei que gostas de criticar opniões, expondo vosso ponto de vista limitado, não lhe culpo, mas sim a inclusão digital. Não existe certou ou errado, mas o que digitou ali, tenho que descordar totalmente, ‘fatores ambientais’? Kkkkkkkkkk, pelo o amor de Lúcifer, se não tens o que falar, não critique estes sim? Infeliz é sim, a vossa existência, vivente de Urântia, mas mesmo assim, obrigado por não ter esclarecido a minha dúvida. Bom, espero ter sido educado, assim como foi com a minha pessoa, se fui muito rude, peço-lhe desculpas, pois não vejo necessidade alguma de discussões aqui. Dunke.

      Thumb up 4
    • Concordo com o método de que essas crianças merecem uma educação especial e direcionada por que elas são especiais, mas seria um crime isola-las de uma convivência com outras, porque é universal a necessidade de interação com diferentes pessoas e ideias e mesmo de diferentes níveis intelectuais para um crescimento saudável.

      Thumb up 4
  16. Não sei se eu fico feliz das crianças estarem cada vez mais inteligentes ou se fico triste por saber que comparado a eles eu estou ficando pra trás.

    Thumb up 16
    • Louis Armstrong cantava: “Eu vejo bebês chorando, os vejo crescer, e eles aprenderão muito mais, o que eu jamais saberei…”

      Thumb up 35
    • Não pensei que iam gostar tanto desse post… mas podem ver essa bela musica inteira e traduzida aqui:

      What a Wonderful World

      Um abraço.

      Thumb up 1

Envie um comentário

Leia o post anterior:
boy-fingerpaints
Visão humana: como as cores ganharam seus nomes?

Existe uma hierarqui...

Fechar