Pela primeira vez, cientistas flagram um lagarto respirando embaixo d’água

Por , em 26.12.2018

O ano de 2018 já está chegando ao fim, mas não sem antes nos deixar uma das coisas mais bizarras e incríveis já vistas no mundo animal: um lagarto respirando debaixo d’água.

10 tartarugas e lagartos de dar medo

As imagens de um lagarto do gênero anolis filmado recentemente na Costa Rica revelaram que a espécie Anolis oxylophus possui uma habilidade extremamente incomum: os lagartos dessa espécie respiram oxigênio armazenado debaixo d’água, algo que nunca foi visto ou documentado antes.

Os biólogos e cineastas Neil Losin e Nate Dappen capturaram esse comportamento incrível enquanto filmavam o documentário “Laws of the Lizard”, do canal americano The Smithsonian Channel. Estes lagartos costa-riquenhos sempre foram conhecidos por desaparecer debaixo d’água por alguns minutos, mas os cientistas pensavam que os répteis prendiam a respiração por bastante tempo.

Os lagartos do gênero anolis são pequenos e coloridos e vivem em uma ampla gama de habitats, desde florestas tropicais até quintais suburbanos, mas os biólogos até agora não sabiam o que acontecia quando este tipo específico de lagarto anolis da Costa Rica desaparecia na água, permanecendo lá por até 15 minutos.

Mistério: alguns lagartos têm um sangue verde que deveria matá-los

A ideia de observar o que acontecia embaixo da água foi do herpetólogo Luke Mahler, professor de ecologia e biologia evolutiva na Universidade de Toronto, no Canadá, que pediu aos cineastas que olhassem atentamente suas filmagens submarinas quando filmassem os lagartos, para ver se conseguiam identificar quaisquer pistas que explicassem o que eles estavam fazendo lá embaixo.

Embora Dappen e Losin não tenham visto nada fora do comum quando analisaram o vídeo pela primeira vez, eles o observaram mais de perto depois que voltaram para os Estados Unidos. Foi quando eles notaram. “Nós vimos esse comportamento de ‘respirar novamente’ que não havia sido documentado ou descrito antes”, diz Losin em matéria publicada no portal Live Science.

O vídeo mostra uma fêmea da espécie submersa se agachando no fundo do rio por quase 10 minutos. Uma pequena bolha repetidamente se expande e contrai no topo de sua cabeça. O animal parece estar reciclando seu ar, assim como um mergulhador humano faz com o oxigênio de um tanque. Veja abaixo:

Dappen afirma que essa capacidade pode permitir que estes animais permaneçam submersos por tempo suficiente para que possam evitar ameaças terrestres. Este tipo de tática ocorre em alguns invertebrados, como aranhas e besouros, mas este pode ser o único exemplo em animais terrestres vertebrados.

Dragões da vida real: conheça estes lagartos voadores

Ainda não se sabe como estes lagartos conseguem fazer isso, mas agora que os cientistas sabem que ele ocorre na natureza, o estudo deste comportamento pode seguir em frente. Mahler e seus colegas estão investigando a mecânica da respiração submersa. “Isso demonstra uma das coisas que os biólogos costumam descobrir, que há muitas coisas que não sabemos sobre a natureza”, diz Dappen ao Live Science. [Live Science, Science Alert]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (22 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!