Planeta Nove, cada vez mais real

Por , em 29.03.2016

As evidências se acumulam a favor da existência de um planeta gigante além da órbita de Plutão. Chamado pelos seus proponentes de “Planeta Nove” (“Planet Nine”), ele não tem ainda um nome oficial, por que na verdade ainda não foi encontrado.

Recapitulando, o professor Mike Brown, astrônomo planetário que trabalha na Universidade Caltech, propôs a existência deste planeta a partir do comportamento de outros objetos do cinturão de Kuiper (KBOs, ou Objetos do Cinturão de Kuiper).

As simulações apontam para um planeta 10 vezes mais massivo que a Terra, e com quatro vezes o seu tamanho, que tem uma órbita super alongada, que demora entre 10.000 e 20.000 anos para ser percorrida.

planeta-nove-ganha-mais-evidencias-3

Agora, um novo KBO foi encontrado, e seu comportamento reforça a tese do Planeta Nove. Brown mandou um tuíte no fim de semana, afirmando “Alô, fãs do Planeta Nove, um novo KBO excêntrico foi encontrado. E está exatamente onde o Planeta Nove diz que ele deveria estar.”

planeta-nove-ganha-mais-evidencias-2

Seis KBOs foram identificados até recentemente, com um estranho comportamento, eles pareciam estar “alinhados”. Nenhuma explicação conseguia dar conta disso, exceto a presença de um planeta. Agora, um sétimo KBO, uo3L91 se junta à lista.

O sétimo KBO foi descoberto por pesquisadores usando o Canada France Hawaii Telescope, ao executar a Outer Solar System Origins Survey (OSSOS, ou “Invetigação das Origens no Sistema Solar Exterior”, em tradução livre), e parece ter sido jogado em uma estranha órbita por alguma força enorme, a cerca de 149 bilhões de quilômetros do Sol, ou 75 vezes mais distante que Plutão, local previsto para o Planeta Nove.

Brown admite não ter feito o cálculo estatístico, mas ele suspeita que a probabilidade de ser uma flutuação estatística seja tão baixa quanto 0,001%, ou algo assim. Ele também aponta que enquanto as descobertas não forem confirmadas por outros cientistas, devem ser tratadas como descobertas preliminares.

Por enquanto ficamos assim, os sete KBOs são uma forte evidência a favor da existência do Planeta Nove, mas como ele está muito longe para ser “visto”, a evidência circunstancial a favor de sua existência tem que ser incrívelmente sólida para ser admitida sua existência. Ainda não existe esta evidência, mas os cientistas estão procurando. [The Verge, Science Alert, FindPlanetNine]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!