Robôs ensinam inglês a crianças sul-coreanas

Por , em 3.01.2011

O Instituto Coreano de Ciência e Tecnologia desenvolveu 29 robôs ovais de quase um metro, como parte de um programa piloto de quatro meses patrocinado pelo governo sul-coreano, para ensinar inglês a crianças do ensino fundamental no país.

Os robôs possuem um painel com tela de TV no rosto, e deslizam pela sala de aula discursando, lendo livros, dançando e interagindo com as crianças. E como os robôs conseguem ensinar inglês?

Bom, não são bem os robôs que são tão espertos: por trás dos robôs existem professores de inglês filipinos. Câmeras detectam as expressões faciais desses professores, nas Filipinas, que podem ver e ouvir os alunos através de um dispositivo que os reflete no painel-face do robô.

E por que professores de inglês filipinos? Os criadores do sistema afirmam que os professores filipinos, bem-educados e experientes, são muito mais baratos do que seus semelhantes de outros lugares, como da própria Coréia do Sul. O governo também pretende enviar alguns robôs para zonas rurais remotas da Coréia do Sul, rejeitadas pelos professores de inglês estrangeiros.

Os robôs serão utilizados como reforços; eles não substituíram completamente professores humanos. A ideia é melhorar um setor estratégico, ao mesmo tempo em que se oferece às crianças mais interesse no que elas aprendem.

A introdução de robôs na sala de aula faz com que os alunos, especialmente os mais tímidos, se tornem mais ativos e participem mais. As crianças parecem amar os robôs, que são bonitos e interessantes. Alguns adultos também manifestaram interesse, dizendo que se sentem menos nervosos falando com robôs do que com uma pessoa real.

O governo sul-coreano pretende expandir o programa para todas as 8.400 salas de aula do jardim de infância do país até 2013. [DailyTech]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

4 comentários

Deixe seu comentário!