4 provas de que você não é extremamente evoluído

Por , em 21.04.2014

Como seres humanos, é tentador pensar que somos o auge do progresso evolutivo, as melhores coisas que já existiram na Terra.

Hum… Não é bem verdade. Não somos sequer o melhor que podemos ser. A evolução só pode trabalhar com o que está disponível, resultando em um corpo que é um conjunto de escolhas e compromissos.

Confira alguns deles:

Pés

Os nossos tornozelos e pés começaram como ferramentas flexíveis feitas de muitos pequenos ossos para podermos subir em árvores. Mas todos esses pequenos pedaços são muitas oportunidades para quebrar ou torcer algo. A forma como nossos ossos e tornozelo são orientados para podermos andar significa que não podemos pousar sobre os lados dos pés com segurança, ou seja, tornozelos torcidos são uma especialidade humana.

Sistema Imune

Os seres humanos têm uma longa história de convivência com parasitas, como ancilostomídeos, de forma que temos evoluído respostas imunes para proteger nosso organismo. Mas, no mundo desenvolvido, estes tipos de infecções não são tão comuns como costumavam ser. A ausência das infecções parasitárias pode ser uma das razões pelas quais o sistema imunológico de muitas pessoas agora exageram na resposta a coisas inofensivas, criando taxas exorbitantes de alergias e doenças autoimunes.

Metabolismo

Nosso amor por alimentos ricos em calorias era útil no início de nossa história evolutiva, quando mal tínhamos o que comer, mas, agora que a comida é abundante, essa mesma predileção acaba contribuindo para a epidemia de obesidade. Infelizmente, a evolução não vai oferecer sua própria solução, ao menos por um longo tempo. Por exemplo, 9.000 anos se passaram entre o momento que algumas culturas começaram a domesticar vacas e o momento em que até 90% dessas populações eram capazes de digerir a lactose no leite.

Pelve

A pélvis de uma mulher é quase estreita demais para dar à luz às grandes cabeças dos bebês humanos, o que faz com que nosso parto seja de maior risco do que o de outros primatas. Mas nossa pelve não pode ser mais espaçosa do que já é, ou andar ereto seria muito difícil para nós. Felizmente, a evolução nos equipou com uma ferramenta social para lidar com partos difíceis. Usando nosso comportamento cultural, somos capazes de amenizar os perigos do parto com instrumentos médicos, remédios e parteiras. [POPSCI]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

6 comentários

  • jose Senen de Alencar:

    Evolução é infinita. Tem que evoluir a parte física, a emocional, a mental, etc.

  • Pablo N.Hess:

    Este post me lembrou isso aqui: “10 Worst Evolutionary Designs”

  • garretereis:

    Estamos acostumados a entender a evolução como um processo que chegou ao seu ápice, ao invés de algo contínuo e sem um fim. A escola e os meios de divulgação muitas vezes nos fazem entender dessa forma. Mas o fato é que existem espécies mais adaptadas e menos adaptadas. Um exemplo são as rãs: estão em franco processo de extinção, acredita-se por causa do aquecimento global. Não existe evolução completa. Existe equilíbrio com o meio. Bacana este artigo mostrar isso usando o próprio Homem!

  • Cesar Grossmann:

    Todos os animais tem mais ou menos gambiarras evolutivas, que funcionam em certas situações e em outras não, e o nosso corpo não é diferente, é só abrir os olhos e se perguntar “isto tem que ser assim?”, “quais os defeitos que acontecem aqui?”

  • Solemar Junior:

    Eu acho que o comportamento religioso de cada grupo de cultura diferentes irá produzir especies notavelmente diferentes nos seres-humanos futuros.

    (Lê-se “religioso” como algo que é feito de forma arduamente repetitiva)

    • A.S.S.:

      Exato, até já temos diferenças, olhe os japoneses por exemplo:

      -Vivem mais tempo;

      -Tem a aparência;

      E já podemos ver pessoas que já estão mais evoluídas, e temos prova disso em vários locais, por exemplo, o programa “super-humanos”, é realístico e mostra pessoas com capacidades maiores que a nossa, por exemplo:

      -Um cara que conseguia desligar os nervos e não sentir dor;

      -E um que resolveu DEZ cubos mágicos vendado, ele é brasileiro;

      Nunca iremos parar de evoluir, a…

Deixe seu comentário!