A consciência não está no cérebro

Publicado em 9.02.2010

cerebro consciência

Antigamente, considerava-se que o lar da consciência era o coração. Com a evolução da ciência, os estudiosos e neurocientistas acreditam que é no cérebro que está a “voz de nossa razão”. No entanto, mesmo atualmente, há uma parcela de céticos que contestam essa informação.

O fato é que a neurociência prega que há relações precisas entre a atividade cerebral e funções mentais, estados ou experiências. O pesquisador Harold Pasher da Universidade da Califórnia acredita que as relações apresentadas pela neurociência são mais precisas do que deveriam, devido aos métodos atuais de medição, que não são ideais. Além disso, ele afirma que dificilmente, em pesquisas da neurociência, o método exato para a obtenção dessas relações é informado.

» A arte de ensinar e a arte de aprender

Apesar de alguns verem as queixas de Pasher como irrelevantes – já que, com o avanço da ciência, novos métodos mais exatos poderão ser desenvolvidos e comprovar que a consciência realmente está no cérebro – a discussão é um pouco mais profunda. Se a neurociência diz que é possível relacionar consciência com atividade cerebral, a mesma neurociência, uma ciência física, pode dizer o que a consciência humana realmente é.

Os céticos acreditam que essas relações não podem provar a consciência. Digamos, a sensação de frio e uma atividade no hemisfério esquerdo do cérebro (apenas um exemplo não científico) não são a mesma coisa e nem aspectos da mesma coisa. A própria definição de aspectos depende de uma consciência independente de atividades cerebrais.

É lógico que a sensação de frio depende de estímulos que acontecem no cérebro, mas esses estímulos não são a mesma coisa que a sensação de frio.

Além disso, há um problema sobre a memória. Nos acostumamos a pensar em nossas memórias como arquivos armazenados em algum lugar do nosso cérebro. Mas quando lembramos de alguma coisa, estamos pensando em algo que é explicitamente do passado. As sinapses, as ligações que nossos neurônios fazem e que, de acordo com a neurociência, formariam nossos pensamentos, são estruturas físicas e só possuem seu estado presente. De acordo com os céticos, elas não podem ter um senso de passado, como nós temos, ou seja, o passado não existe em uma forma física em nosso cérebro, apenas em nossa consciência, que não seria física.

» Experiências à beira da morte: O que realmente acontece?

A falha da ciência em explicar a consciência vem da natureza contraditória da tarefa. É impossível explicar aparências usando uma abordagem objetiva. Enquanto o cérebro for visto apenas como um órgão com massa determinada e estímulos e a consciência for buscada na forma de sinapses e ligações, os céticos acreditam que buscar a consciência no cérebro é uma missão impossível. [New Scientist]

Autor: Cezar Ribas

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

72 Comentários

  1. “A consciencia é uma ilusão criadas pelo nosso cerebro.”
    No entanto, você é você e não outro. porque não considerar o nosso cerebro como uma emissora de dados autonoma com uma inteligencia artificial enviando informações para o seu eu verdadeiro que apenas recebe essas informações. A ciencia estaria satisfeita com essa versão, já que podem medir as atividades cerebrais, não podem negar essa hipotese. Os verdadeiros cientistas não nega a espiritualidade, apenas diz não foi detectada.

    Thumb up 1
  2. Para intender a consciência é preciso aumentar a consciência.

    Só vejo “bla bla bla”, mas ninguém se esforça pra tentar entender o outro. Você consegue adquirir mais consciência ao olhar o mundo com os olhos de outra pessoa, ou de várias outras pessoas. Você adquiri consciência quando as palavras “possível” e “impossível” somem, e quando o concreto se faz abstrato em sua mente.
    Einstein não se apegava apenas ao considerado “possível” pelas pessoas, pois se assim fosse não teria criado a teoria do espaço curvo.

    Eu sou ateu, mas já previ minha própria morte da qual escapei apenas por ter previsto. Pra mim, a explicação para isso é o emaranhamento quântico, de alguma forma senti que o motorista que me atropelaria estava impaciente e dirigindo em alta velocidade. Essa história minha seria mais emocionante se conta por inteira.

    Conhecemos mais o lado de fora do que o de dentro, e por isso há coisas externas que fogem do nosso entendimento.
    Ilusão ou não, a consciência pode ser expandida de vários modos, nosso cérebro é tão perfeito quanto se imagina. O homem pode criar a tecnologia para melhorar o desempenho cerebral, algumas já existem.

    A dia que conseguirem conectar 2(ou vários) cérebros em uma rede que permita informações irem de um lado para o outro, será o principal passo para a evolução humana, evolução a qual a religião e o capitalismo congelaram á mais de 3 mil anos.

    Thumb up 10
    • Não vejo necessidade de pensar em algo extraordinário nessa tua experiência de escape da morte. Bem, você dentro do contexto que se encontrava poderia raciocinar instintivamente: “viche, dalí poderia sair um cara muito doido em condições emocionais precárias que pode estar em alta velocidade e me pegar de chapa”! Pronto, por instinto você se adiantou para se proteger e escapou. Tua suspeita poderia ser somente uma suspeita, poderia não vir veículo algum. É essa forma de pensar que salva um monte de vida na estrada: chama-se direção defensiva. Basta você pensar de antemão que pode vir uma criança repentinamente e reduzir tua velocidade a fim de salvar uma possível criança brincando inocentemente. Pra mim não é muito diferente disso.

      Thumb up 3
  3. Consciência é uma palavra que passou a ter uma conotação enganosa de ética e sua consequente moral.
    Embora os valores éticos e morais sejam abrangidos pela verdadeira CONSCIÊNCIA, está não se localiza no cérebro pois é propriedade da alma.
    Como a alma não é tema de competência da ciência, a verdadeira CONSCIÊNCIA, também não é.

    Thumb up 19
    • Excelente sua posição de raciocinio. Concordo.

      Dr. Daniel Gomes

      Thumb up 10
    • Mais uma vez a velha vontade do povo de determinar o que é competência ou não da ciência. E para piorar, lançam conceitos indetectáveis para apoiar suas crenças. Deixem os caras estudarem e desvendar os mistérios. Após descoberto, saberemos exatamente do que se trata. Alma, espíritos e poderes sobrenaturais não são explicações para nada, simplesmente porque esses conceitos necessitam estar escondidos pelo escuda da indetectabilidade. Porém, o problema é o seguinte: o que não pode ser detectado de forma alguma(por definição) simplesmente não existe.

      Thumb up 4
  4. como poderia a ciencia determinar as plenas caracteristicas do ser humano, embasada apenas em estudos elementares……ou suposições ? desconsiderando que, este, é uma entidade tricotomica e que seus fundamentos ainda estão em processo de descoberta ? O que temos como “constituição organica” regida pelas leis e processos quimicos , não podem controlar a lei das emoções , razão , sentimentos….. e o que dizer da vida espiritual ?? é um processo quimico ????? captado por maquinas e calculos ? eu sou um profeta e tenho visões e revelações e conheço outros tantos que tambem o são, e garanto que essas coisas ocorrem em nosso espirito…..

    Thumb up 9
    • Carlos, tá meio confusa a tua participação. De qualquer forma, eu fiquei muito intrigado pelo assunto, e descobri uma neurocientista que tem escrito alguns artigos interessantes, a inglesa Susan Blackmore, apontando que:

      1. o livre-arbítrio é uma ilusão. As decisões são tomadas por um mecanismo automatico e depois racionalizadas pelo córtex que simula a consciência.

      2. eu falei “simula a consciência”? é por que a outra conclusão perturbadora que a Susan apresenta é que a consciência é uma ilusão. O fluxo de sensações que definimos como ‘estar consciente’ é ilusório, não há tal fluxo.

      Eu ainda não consegui digerir os artigos dela, se você quer dar uma olhada, ela tem uma página em que ela registra os artigos que publica: http://www.susanblackmore.co.uk

      Olha os tópicos que a doutora escreve artigos, relatando experiências dela e de outros neurocientistas, discute os problemas, e aponta as conclusões e o próximo passo a seguir:

      Alien Abductions
      Atheism and Religion
      Consciousness
      Drugs
      Free Will
      Lucid Dreams
      Memes
      Near-Death Experiences
      Out-of-body Experiences
      Paranormal Belief
      Parapsychology
      Zen and Meditation

      Só que está tudo em inglês. É um conteúdo imenso, eu eu ainda nem comecei a desbravar.

      Thumb up 18
    • Acho que esta tal -cientista-, no mínimo não sabe do que está falando. Ora, se a consciência é uma ilusão, então como então é possível constatar esta ilusão? E como então se manifestam as imagens mentais? Lembranças, raciocínio geométrico, sonhos (muitos dos quais extremamente vívidos), o próprio fenômeno da visâo, em que é relativamente fácil descrever a fisiologia do olho, más até o momento tem sido impossível explicar o fenômeno da visão em si, e por aí vai… Acho que esta doutora é uma ‘incapaz introspectiva’, ou então ela é uma espécie de andróide (Rsss…). Não adianta querer extrair consciência de um cérebro com uma pinça! Esta estória de ‘céticos’, já está pra lá de batida; na realidade, quase todos (ou todos) não passam de uma legião de histriões que nada explicam, e como não conseguem entender do que tratam, gostariam que não fosse explicado, o que no caso da consciência, ainda estamos bem longe de qualquer entendimento.

      Thumb up 5
    • Diones, sem ler o trabalho desta cientista você não vai fazer mais do que mostrar que não sabe do que está falando…

      Faça um pouco de esforço mental, leia e tente entender as experiências feitas, o raciocínio, as conclusões.

      E tenha um pouco de humildade ao falar do trabalho de algum especialista. Eles não são especialistas só por querer, mas por que estudaram e trabalharam, e o que eles falam é o resultado de anos de estudos e experimentação. É bom ter um pouco de respeito por quem trabalha, não acha?

      Thumb up 18
    • Cesar, o que está cientista diz, não é algo novo, pelo contrário, é uma teoria antiga, mas que eu não me recordo o nome agora.

      E por mais perturbadora que seja, essa teoria é uma consequência obrigatória do pensamento ateísta.

      Se a consciência está no cérebro (este físico) sendo fruto de reações químicas, a escolha não existe, e a consciência é sim, uma ilusão…

      Thumb up 2
    • Fausto, o que a Susan aponta é que existem evidências empíricas: testes feitos em laboratório que indicam que as decisões racionais são na verdade acontecimentos posteriores à tomada real da decisão, e que o fluxo de consciência é uma ilusão.

      Este do fluxo de consciência ser uma ilusão, tem um teste simples que qualquer um pode fazer. Durante o dia, em vários momentos, pare tudo que estiver fazendo e se pergunte “estou consciente”? Pergunte-se também “e um minuto atrás, eu estava consciente”?

      À medida que você repete a pergunta para si, acaba sempre chegando à conclusão que quando você se pergunta se está consciente, a resposta é “sim”, mas que você não tem certeza se estava consciente um minuto atrás. A consciência, o estar vigilante e atento ao tue redor e ao teu mundo interior, parece que é uma coisa que só aparece quando você procura ela. O resto do tempo…

      Thumb up 6
    • Gostei muito do comentário. Isso precisa ser ensinado nas escolas e universidades. O povo está carente de informações desse nível e com essa direção. estou escrevendo um livro sobre A tricotomia do ser humano. Preciso de mais fontes de consulats para concluí-lo.

      Dr. Daniel Gomes- direitocomercial_daniel@yahoo.com.br

      Thumb up 3
    • Ih cara, foi mal… sentimentos já são manipulados apenas estimulando regiões específicas do cérebro. Você ouviu falar do caso da paciente com depressão profunda que teve sua tristeza eliminada apenas com descargas elétricas pontuais no cérebro? Incrível, hoje ela é uma pessoa totalmente de bem com a vida e com suas emoções estabilizadas. Pois é, colocar espírito no meio da converça não é muito interessante para o mundo real.

      Thumb up 1
    • Prezado Cesar,
      O problema não é comprovar a consciência dos falantes em um dado instante, nem mesmo a existência da consciência de forma permanente, mas sim, o que é a consciência? Minha consciência me diz que ela está aqui e agora… A consciência será sempre motivo de estudo da neurociência e de debate das pessoas (talvez comuns) mas. bastantes inteligentes para que cheguem a se preocupar com temas desta magnitude. Qualquer observador que estiver numa posição que lhe permita uma visão um pouco acima de uma multidão em movimento, naturalmente percebe que todos estão conscientes, no antes, no agora e no depois. Senão seria um atropelo sem fim. No entanto meu distinto Cesar! O grande problema que nos escapa à percepção e ao entendimento, é a maneira e a forma de como a nossa consciência interage com o cérebro e nos permite tomar conhecimento do nosso mundo exterior, ou mundo físico, refiro=me aos mundos citados por Schopenhauer. Existe uma barreira entre estes dois mundos, que os torna comunicantes somente numa direção, do mundo interior para o exterior! Não há comunicação na direção contrária. Disto resulta a inacessibilidade da nossa consciência. E assim, o tema permanecerá para sempre.
      Se for do teu interesse! Busca-me no Google, > Edimilson Santos Silva Movér, No momento discorro num ensaio em construção o tema “CÉREBRO”.

      Thumb up 0
  5. Se a ciência diz que não tem como determinar que a consiência é carne, como tem gente aqui que tem o poder de dizer que sim, a consciência é carne(cérebro)???

    Eu acredito que o cérebro é uma “máquina de escrever” de sorte que precisa de “algo” para bater as teclas.

    Esse “algo” que é a cosciência, até que provem que carne pensa.

    Thumb up 9
    • EXATAMENTE. Faço ainda outra analogia com o computador.
      O procesador é o cérebro. A consciência é o operador que digita o teclado ou que adiciona um software. Sem isso, o processador (cérebro) não faz absolutamente nada. O cérebro é burro, a inteligência vem da consciência.

      Thumb up 7
    • puxa vcs complicam? né se usar mesma lógica que vcs eu logo irei dizer que consiencia = universo logo consiencia perde todo seu significado por isso vcs estão errados para começo das contas nos reagimos ao mundo real essa minha perceptiva e que reagimos,memorizamos,simulamos o que esta a acontecendo a nossa volta e extremamente similar computador concordo porem universo que faz nos funcionar tudo que esta em constante movimento em outra analogia o computador somos nos e homem que digita e universo em si que cada movimento faz que nos reagimos de formas diferentes

      Thumb up 0
    • desculpe erros de portugues queria fazer comentario rapidamente.

      Thumb up 0
  6. A CONSCIÊNCIA NÃO ESTÁ NO CÉREBRO. Bem,onde está então? Quando você sai em corpo astral ou eu psíquico e vai a qualquer parte do mundo, você vai com a consciência em um corpo metafísico, glorioso, mas o corpo físico fica na poltrona. Então a consciência segue com o outro Eu, ou seja, você já é outro, bem solto,refinado, passa através das paredes, visita lugares que ainda não esteve com o seu corpo, trata até doentes. Então, o armazém da memória, realmente, é algo cosmicamente fantástico, eterno e imortal. Eu não posso considerar de outro modo, pois desde os 14 anos que ando nesse veículo e posso dizer de cadeira o que já senti, as sensações de êxtase e o convívio com outras personalidades, bem difeentes das que eu conheço. Lí muitos comentários e ví que se acendeu uma lâmpada pois dentre os que se manifestaram existem psicólogos, cientistas, médicos, médiuns espíritas, místicos, esotéricos, enfim, o assunto despertou e acendeu uma fogueira. Parabens a todos e principalmente quem escreveu o artigo. é assim que conduzimos verdadeiros e sinceros buscadores à Luz e compreender o Eu Real, superior, o ID cósmico que herdamos desde a eternidade. Valeu Hiper.

    Thumb up 2
  7. Sem querer parecer evolucionista:
    1-Cérebros de peixes a pequenos anfíbios
    Economia de energia (sossego, paz) e Reação rápida (susto).
    2-Cérebros de répteis a pequenos pássaros
    Reconhecimento mútuo (aconchego) e mais os dois anteriores.
    3-Cérebros de pequenos e grandes predadores homeotérmicos:
    Territorialismo (bravura, egoísmo) e mais os três anteriores.
    4-Cérebros de grandes herbívoros e mamíferos graciosos:
    Expressão vocal (conversas) e mais os quatro anteriores.
    5-Cérebros de grandes predadores gregários:
    Estratégia (matemática básica) e mais os cinco anteriores.

    Embora estes seis grupos zoológicos possam incluir quase todo cérebro, inclusive e de muitos dos que se dizem deuses, é preciso lembrar que falamos de consciência.
    6-Cérebros de humanos:
    Consciência (capacidade de reflexão) e mais os seis anteriores.
    ?-Cérebros de grandes humanos:
    Transcendência (capacidade de saber-se) e mais os sete anteriores.

    Leiam o capítulo 9 do livro bíblico de Eclesiastes sem a presunção de é algo muito antigo aliás , leiam a Bíblia toda assim. A religião e a ciência sinceras não se contradizem, só enriquecem a conversa com diferentes pontos de vista. Transcendem-se para alcançar a Economia de energia que nos organismos mais complexos da terra (dos cordados cerebrados aos impérios multinacionais) caracteriza a satisfação. Transcendamos-nos, pois!

    Thumb up 1
  8. Dizer que a consciência está além da matéria equivale a abandonar todos os esforços que a ciência tem feito até então no funcionamento do cérebro. Há um longo caminho ainda a percorrer. Eu acho que so um estudo ao nível quântico das sinapses e outras interações de uma idéia de como a consciência é formada no cérebro. E até credito que, em um futuro não muito distante, cérebros artificiais eletrônicos (ou fotônicos, spintrônicos, ou outra tecnologia disponível no futuro) imite em 100% o nosso cérebro, incluindo tudo: raciocínio, emoção, etc.

    Thumb up 2
  9. A consciência está além da Matéria.
    Se vocês se interessassem por assuntos espirituais talvez poderiam entender isso.

    Thumb up 0
  10. No computador, a programação está representada em estados elétricos, na mente, a memória é representada de forma simbólica, e está armazenada nas sinapses, as conexões entre os neurônios.

    Só que, diferente de um computador, no cérebro a programação (que é em parte introduzida via interação social, parte já vem “pronta”, como os instintos de sobrevivência) altera a própria estrutura do cérebro. Experiências traumáticas deixam marcas indeléveis no cérebro, marcas que se traduzem em traumas e fobias.

    No momento que a pessoa morre, a sua consciência se desfaz, à medida que as sinapses vão se desfazendo e os neurônios vão morrendo. Por isto um acidente que resulte em asfixia pode causar traumas tão sérios no cérebro. Também aneurismas costumam comprometer regiões do cérebro resultando em perda de memórias e perda de habilidades, que tem que ser reaprendidas (a pessoa passa a treinar outras regiões do cérebros para fazer aquela atividade que era responsabilidade da região perdida).

    Não tem computador no mundo que funcione desta forma. Você pode, por exemplo, copiar a memória de um computador em outro computador, e os dois terem a partir daquele momento exatamente o mesmo conteúdo, mas como é que você vai copiar a matriz de sinapses de um cérebro em outro? Por isto também não tem como fazer a transferência de mente de um corpo para outro sem que se faça a transferência de todo o sistema neurológico (tronco cerebral completo).

    Thumb up 3
  11. A crença na existência da alma é mais velha que a própria humanidade. Antes acreditávamos que o Sol era um Deus, porque não conhecíamos a sua estrutura – e então fazíamos sacrifícios humanos para ele, acreditando piamente que assim estaríamos indo ao paraíso. Depois vieram os egípcios antigos com os conceitos de KA e BA e a esperança da ressurreição dos corpos mumificados. Chegou a Idade Média e a Igreja Católica emporcalhou tudo com a sua ditadura e a sua inquisição. Na Idade Moderna é que começou a queda de velhos mitos espirituais, favorecendo a expansão do conhecimento. Mas ainda hoje, por não termos respostas para tudo, conceitos metafísicos prevalecem em muitas culturas. Hoje acontece o mesmo, só que em proporções diferentes. Por não conhecerem bem a própria estrutura do encéfalo, as pessoas acreditam que há algo mágico naquilo que elas não podem compreender.
    Já cansei de dizer que a arma mais poderosa do universo é o conhecimento. É por isso que por razões capitalistas, muitos teístas impõem suas estórias da carochinha nas mentes ignorantes – explorando-as e mantendo-as distantes do conhecimento que as libertaria da escravidão intelectual.

    Mas, enfim, cada um é livre para acreditar no que quiser. Mas deixo meu alerta para que as pessoas não caiam nesse conto do vigário que é tão explorado por tantos teístas.

    Thumb up 3
  12. Acreditem, este é uns dos assuntos onde não há resolução absoluta, pois não há consenso entre os conselhos de cientistas.
    Discutam quanto quiserem… mas, esta decisão influencia em nosso destino, e não há como ser cético ao extremo anulando a existência destas duas possibilidades. Como seria viver um ceticismo ao extremo? Impossível.

    Thumb up 0
  13. Zacca, você tem alguma informação mais séria sobre esta alteração de personalidade? Sei que tem pessoas que sofreram alteração séria de personalidade por conta do surgimento de tumores cerebrais, ou por degeneração, mas nunca ouvi falar de alguém que tivesse mudado de personalidade pela privação de sono.

    De preferência, o nome do pesquisador-chefe, o instituto em que foi feito o estudo, e outros dados que permitam encontrar este estudo em alguma base de dados de artigos científicos.

    Thumb up 1
  14. Gostaria de fazer um adendo importante ao publicador de matérias do site para a inclusão deste assunto relacionado a este postado:

    Houve um estudo em torno de estados alterados de consciencia no qual foi feita uma experiencia (e busca de recorde) com um radialista que consistiu em ficar acordado ininterruptamente em 7 dias ou mais. Creio que já faz uns 50/60 anos.

    Pouco se fala deste assunto.

    Dizem que esta pessoa já não sabia se estava acordada ou dormindo no final da experiencia.
    Quando finalmente dormiu, acordou com sua personalidade MODIFICADA da que tinha vivido todos aqueles anos antes.

    Talvez a chave para encontrar a consciencia resida em algum estudo similar a este.

    Se possível, caso encontre mais informações a respeito deste fato que mencionei, publique no site. Será muito interessante e adequado.

    Abs

    Thumb up 0
  15. Meus amigos intelectuais.

    Creio necessitamos de maior entendimento e compreensão. Os temas que aqui são trazidos carecem de calma, tranquilidade, paz de espirito para serem lidos e compreendidos. Sejamos mais benevolentes uns para com os outros. Vamos buscar a harmonia e somente assim poderemos avançar…

    Daniel

    Thumb up 0
  16. AC/DC, o computador realmente não tem memória, mas assim como o cérebro, retém cargas elétricas armazenadas para indicar uma atividade. Essas cargas em forma de ponto dependem extremamente do sistema e sem este nada é.
    Por favor, qualquer um que entenda informática sabe que o pc reproduz imagem e video mas não os vê, reproduz música, mas não a escuta. Da mesma forma armazena dados como se tivesse memória própria, mas não lembra de nada!

    Thumb up 2
  17. ricardo,
    A perpetuação da espécie através do sexo, é apenas uma programação. Da mesma forma que programamos um computador para fazer tarefas repetitivas, o Criador nos programou para crescermos e nos multiplicar. Nada a ver com a Consciência.

    Thumb up 1
  18. eu tenho uma teoria (falha a principio)

    minha consciência esta na testosterona e na quantidade de esperma que as bolas conseguem armazenar..

    Na mulher acredito que seja o mesmo tipo de pensamento, mas se esta pronta pra ovular e querendo um parceiro digno…

    em qualquer animal também, é questão de cio…
    ta no sexo
    reprodução
    continuar a espécie..

    a questão é:
    porque ter o pensamento de continuar a espécie..
    o que da essa linha, que influi em tudo,
    é consciente??

    alguém lá em cima mencionou sobrevivência, então é por ai…

    Thumb up 0
  19. Daniel Gomes, quem está precisando estudar é você.

    Só porque usa palavras bonitas, como néscio e metier, acha que é melhor que os outros?

    Esse teu livro já ta nascendo falido meu filho … nenhuma editora vai querer publicar um livro com essa tua arrogância e prepotência.

    Qual a base científica que você usa p/ chegar nas sua conclusões? Se nem a ciência conseguiu explicar algo tão complexo, quem é você p/ querer dar aula sobre o assunto?

    Se ponha no seu lugar!

    Thumb up 1
  20. Pois é, Ricardo. Eu sabia que tricotomia é a raspagem de pelos que é feita antes de uma cirurgia…

    tricotomia1
    tri.co.to.mi.a1
    sf (trico2+tomo2+ia1) 1 Divisão de um caule em três ramos. 2 por ext Divisão de um gênero em três espécies.

    tricotomia2
    tri.co.to.mi.a2
    sf (trico1+tomo2+ia1) bras Raspagem pré-operatória dos pêlos de uma determinada parte do corpo.

    http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=tricotomia

    Thumb up 1
  21. “A tricotomia humana e sua jurisdicização”

    depois desse esboço do autor, não lerei esse livro.

    mas, porque estou aqui comentando, não sou digno para isso, não tenho alma pois sou muito burro…

    Thumb up 1
  22. Wanderson,
    Parece que temos algumas diferenças de opinião o que é muito natural e saudável. Para melhor explicar o que penso, vou fazer uma analogia.
    Vamos tomar como exemplo um PC e vamos considerar que o cérebro do PC é o processador. O processador é responsável por todas as atividades do computador e tem uma memória responsável para efetuar tarefas repetitivas. Porém não tem inteligência para escrever um texto, desenhar uma figura ou efetuar cálculos necessários para a construção de um prédio por exemplo. Todavia, o dono do computador, que está fora dele, e que consideraremos como a Consciência, resolve instalar um programa chamado Office para escrever textos e que pode ser considerado como um atributo inteligente. Assim, essa Consciência, mesmo estando fora do computador e do processador interfere nele integralmente. Depois de alguns textos escritos, o processador já saberá como se comportar e vai repetir automáticamente as tarefas de abrir o editor, escrever o texto e salvar o arquivo, mas não terá a menor noção da importância do conteúdo do texto. Quem vai ter essa noção é o dono do computador que está fora dele, ou seja, a Consciência do computador. O processador do computador poderá com o tempo apresentar defeitos o que impossibilitará a Consciência (o dono) de utilizar o computador. Da mesma forma, o nosso cérebro desempenha funções meramente automáticas e repetitivas, absorve atributos inteligentes e utiliza-os repetindo as mesmas funções automáticamente. Só a Consciência que está fora do corpo e do cérebro é capaz de fazer uso inteligente desses conteúdos. Se nosso cérebro apresentar defeitos quer por desgaste quer por uso de drogas, a Consciência não poderá mais interagir com ele. Um grande abraço.

    Thumb up 2
  23. @Bovidino:Valew Bovidino,obrigado por opinar;)
    Sua resposta foi interessante e merece algumas consideraçoes:
    “Se você diz que a consciência reside provavelmente no hipocampo é a mesma coisa que dizer que ela reside no cérebro pois o hipocampo é uma estrutura do cérebro.”

    Não necessariamente.O fato da conciência estar alojada em alguma área do cérebro não implica que ela seja parte integrante dele,uma causa não pode ser efeito ao mesmo tempo já que consideramos que a conciência é o que causa o cérebro e que é provado científicamente que o hipocampo é a parte responsável pela memória,um dos atributos da conciência.
    Porém,devemos levar em consideração que corpo e conciência não são a mesma coisa e que a influênica da conciência no corpo não é recíproca em seu estado natural ou sóbrio,salvo casos em que substâncias hormonais sintéticas são absorvidas pelo corpo ou ainda por alguma droga qualquer.

    Thumb up 0
  24. O que se percebe é a quantidade de gente que não tem a mente aberta ao novo. Estão ainda na dualidade corpo-alma, agora transformaram em uma pluralidade tripla, corpo-alma-espírito. O homem é uno, não tem esta de alma ou espírito. A vontade, o desejo, o impulso, tudo isto nasce no cérebro. Faça uma lobotomia e a pessoa não tem mais o poder de fazer a sua vontade, mas obedece cegamente a qualquer ordem externa. Separe os dois hemisférios e você verá o assustador fenômeno da “mão alienígena”. Descarte metade do cérebro e você verá a pessoa sofrer mas conseguir seguir a vida com meio cérebro, embora com sérias limitações. Coloque uma substância química e a pessoa fica eufórica ou depressiva, feliz ou triste, violenta ou catatônica. Conforme a substância, ela começa a ver coisas e ouvir coisas. Veja uma pessoa sofrer de demência (mal de Alzheimer), em alguns casos uma pessoa feliz e confiante se transforma em alguém amargo, paranóico e desconfiado.

    Tudo proezas do sr. cérebro, sem precisar de nenhum fantasma.

    Até por que, se a tal alma é imaterial e não é uma energia, então ela não pode interagir com o cérebro, que é material e está cheio de energia química, produzindo energia bioelétrica.

    Thumb up 2
    • Fazendo uma analogia simples, podemos considerar o processador como o cérebro do computador.
      Se o processador trabalhar em situação de super aquecimento ou sofrer qualquer avaria, os softwares não funcionarão corretamente e o seu operador, por mais que queira, não poderá fazer o computador funcionar da maneira adequada.
      ISSO NÃO QUER DIZER QUE O OPERADOR NÃO EXISTA.
      O que se percebe é a quantidade de gente que não tem a mente aberta ao novo.

      Thumb up 3
    • Desculpe, mas tenho que concordar com o @Cesar: Mesmo seguindo sua analogia de que “o cérebro seria o processador do computador”, isso ainda não prova que a consciência possa ser algo separado do corpo.

      Acredito que o fenômeno da “consciência” só exista porque o ser humano assim o criou, uma que todos os demais seres da natureza agem puramente por instinto.

      Algumas evidencias tem sugerido que muitas das nossas decisões ditas “consciente” na realidade podem ser apenas um reflexo de instintos primitivos, como exemplo, a escolha de um parceiro: Certos estudos sugerem que quando conhecemos uma pessoa, nosso cérebro automaticamente avalia se aquele individuo poderia ser um parceiro sexual em potencial seguindo uma serie de critérios (simetria facial, coloração da pele, odor corporal e etc), ainda que outros fatores psicológicos possam ser colocados nessa equação (amor, companheirismo, cumplicidade, segurança), a idéia de que podemos nos apaixonar por uma pessoa somente porque ela pode gerar bons descendentes não é nada muito romântico.

      O ponto em que eu quero chegar é que, caso haja um “operador” de fora do corpo físico, esse deveria seria capaz de tomar uma decisão sem sofrer qualquer tipo de influencia do meio biológico (hormônios) ou psicológico (instintos): Caso contrario essa decisão não seria verdadeiramente “consciente” (uma vez que estaria sobre a influencia de algo).

      Thumb up 0
  25. MUITA FALTA DE HUMILDADE DO DANIEL GOMES EM SE ACHAR DONO DA RAZÃO E DETENTOR DAS VERDADES SOBRE O FUNCIONAMENTO E RELAÇÃO ESPIRITO E ATIVIDADE CELEBRAL.PROVA-SE, ATRAVES, DE IMAGEM TOMOGRAFICAS E TERMOGRAFICAS QUE A NOSSA MASSA CINZENTA COMANDA, REGULA , MOLDA A PERSONALIDADE E NOS FAZ SER COMO SOMOS. DROGAS E ASSEMELHADOS MODIFICAM A QUIMICA CELEBRAL OCASIONANDO MUDANÇA DE PERSONALIDADE E COMPORTAMENTO. PORTANTO, SE A”consciencia externa” ou “divina” DITA O MODO DE COMPORTAMENTAL OU INTELECTUAL DO SER HUMANO; ESTA PARECE NÃO FUNCIONAR. A DIFERENÇA ENTRE O CELEBRO DOS OUTRO ANIMAIS ESTA APENAS NAS QUANTIDADES e FUNCIONALIDADE DE SEUS NEURONIOS LOGO NÃO TEM NADA DE DIVINO OU ALMA EXTRACORPOREA.

    Thumb up 0
  26. Que pretensão, então somente humanos tem almas, os outros animais não? Por quê? Eu tenho dinheiro (ainda que pouco), eles não, eu tenho sapatos, eles não. Eu tenho cérebro, eles… também! eu tenho funções cognitivas, eles… também. Onde fica a alma?

    Thumb up 0
  27. Eu acredito que os animais possuem sim um princípio inteligente, tanto é que numa matéria de um celebrado programa de TV, comentava-se que o cachorro estava mais inteligente hoje do que anos atrás. Também acredito que o cérebro transmite o que pensa o nosso espírito e a consciência não é obra do cérebro. Mas isso é difícil de se provar. Tenho visto casos curiosos de pessoas que, depois de sofrerem fraturas ou perfurar algumas áreas do cérebro, tem o seu comportamento totalmente mudado, geralmente para pior! E como se explica isso? É o cérebro quem comanda o comportamento das pessoas ou o contrário? E a discussão vai longe. Como disse uma propaganda de TV: “Não são as respostas que movimentam o mundo, são as perguntas”.

    Thumb up 0
  28. Wanderson,
    Você está no caminho certo. Apenas algumas observações:
    O cérebro é a central energética de todo o corpo físico. O indivíduo não mexe um dedo sem o comando cerebral. Além disso, o cérebro armazena todas as informações de todas as experiências do indivíduo durante sua vida. Todavia, é só isso. Uma central de energia e um arquivo de informações. No cérebro não há inteligência.
    A inteligência é fornecida pela ‘Consciência’. Se você diz que a consciência reside provavelmente no hipocampo é a mesma coisa que dizer que ela reside no cérebro pois o hipocampo é uma estrutura do cérebro. A ‘Consciência’ reside na ‘alma’ e esta interpenetra o corpo físico. Na nossa luta diária pela sobrevivência, geralmente nos esquecemos da alma. Só quando nos lembramos dela é que a ‘Consciência’ se faz presente.

    Thumb up 0
  29. Na verdade o cérebro é a parte central de todas as glândulas que secretam hormônios pro organismo de acordo com seu estado de conciência.
    Se seu estado de conciência é de alegria e bem estar,o cérebro secreta endorfina para transmitir ao organismo esse “estado de espírito”.O mesmo acontece com os outros hormônios como a adrenalina,dopamina etc.
    Isso demonstra que o cérebro é o efeito da conciência,está diretamente subordinada a ela e não ao contrário.
    Em resumo o cérebro é apenas uma antena que capta as informações(grosso modo)da conciência,residente provavelmente no hipocampo, e as transmite ao corpo.

    Thumb up 0
  30. Santos,
    O sistema dos polegares é muito bom. Na realidade trata-se de desfocar o olhar. O que poucos sabem é que isso na criança é natural. A criança nasce com o olhar desfocado e por isso ela vê o que os adultos não conseguem ver. Com o tempo, os adultos obrigam a criança a focar o olhar nas coisas materiais e aí elas perdem essa faculdade. Mas o tema em questão é a ‘consciência’. Os cientistas discutem e procuram saber onde está a ‘consciência’. No século passado os mesmos cientistas diziam que a alma não existia pois após dissecarem os cadáveres não encontravam-na. Ora a alma é tão sutil quanto a ‘consciência’ e jamais poderá ter morada em qualquer órgão físico. A alma como a ‘consciência’ apenas interpenetram o corpo físico mas são intocáveis e invisíveis ao olho humano.

    Thumb up 2
  31. Fenômeno da Emergencia… Uma cois aé muita mais do que a mera soma das partes… é oq ocorre com o cérebro. Vc não é somente um conjunto de reações bioquímicas, é uma personalidade, uma herança genética, e também, sua próprias escolhas e preferências.

    Thumb up 1
  32. “Bovidino”, concordo com você. O livro e filme “A Sétima Profecia” demonstra precisamente isso. Já experimentei como no filme para ver a aura e é verdade, com alguma prática consigo ver auras em tudo. Pode crer, quando vemos principalmente a natureza iluminada por essa espécie de energia luminosa, tudo se torna deslumbrante. Aconselho a praticarem para provarem por vós mesmos. Não façam conclusões sem experimentar.
    Para quem não tem hipótese de ver o filme ou o livro, aqui vai uma dica: inicialmente, sentem-se confortavelmente num sítio sossegado, aproximem os polegares até ficarem afastados cerca de 1 centímetro um do outro. Foquem o vosso olhar nesse espaço entre as pontas dos polegares. Inicialmente podem semi-fechar os olhos para facilitar, depois podem abri-los completamente à medida que forem praticando. É importante esvaziar os pensamentos e focarem-se o máximo possível e sem esforço. Se você for demasiado séptico pode atrapalhar a concentração, não perde nada em tentar, de espírito aberto sem questionar. A primeira coisa que vai ver é uma aura luminosa entre as pontas dos polegares e também a envolver as mãos. Essa luminosidade não é parada, ela mexe-se levemente e as cores variam de pessoa para pessoa.
    Agora que conseguio, experimente focar-se na copa de uma árvore, vai ficar deslumbrado. Aviso que inicialmente os olhos podem cansar-se, mas com o tempo adaptam-se.
    Agora, fica por sua conta, arrisque-se, vá em frente, pode ser que descubra um mundo novo que sempre esteve à frente do seu nariz. Nunca é tarde de mais.

    Thumb up 1
  33. César.
    Como você disse, o cérebro realmente pode ser enganado de diversas maneiras. Sempre que isso ocorre, o indivíduo não está ‘consciente’. A ‘consciência’ jamais pode ser enganada. Quando a ‘consciência’ está desperta, ela interfere no cérebro mas principalmente nos atos. O cérebro é burro, a ‘consciência’ é inteligente. A ‘consciência’ é aquela inteligência que diz para o cerébro que o indivíduo não deve matar ou roubar.

    Thumb up 2
  34. A consciência é algo que nos define… e vai ver que é isso que nos faz diferentes dos outros animais. Realmente me faz pensar que a alma é algo que existe, já que o que fazemos, sentimos e somos é tão complexo.

    Thumb up 0
  35. Para os céticos alguns exemplos:
    pessoas com mal de alzheimer ou que sofreram acidentes e perderam a memória,ou mesmo o caso radical de Phineas Gage que mudou radicalmente de comportamento após um acidente de trabalho são provas da conexão do cérebro com a consciência.

    Thumb up 1
  36. Senhores, estou acompanhando os comentários e verifico que determinados comentários sequer deveriam ser reproduzidos e publicados. Creio que comentários que não sejam contributivos positivamente devam ser descartados. As pessoas que querem participar desse tipo de discussão científica devem, no mínimo, se reciclar, estudar, aprende e apreender um pouco acerca do assunto. Discorrer sobre Cérebro, memória, mente, consciência, etc… não é para quem quer. É para quem pode. É parte do conhecimento humano não adida aos ignorantes, nem aos néscios. Apenas os seres humanos mais preocupados com a realidade é que devem participar desse metier.
    Inicialmente quero dizer que: Sim, apenas os humanos têm alma, espírito e corpo (matéria). Os irracionais não possuem espírito, apenas alma vivente. Esses seres não pensam, não raciocinam, apenas repedem o que lhes for informado repetidas vezes. É impressionate a falta de cultura e de entendimento das pessoas que confundem os entes: alma, espírito, memória, mente, consciência, personalidade, etc.
    Estou escrevendo um livro cujo tema é: A tricotomia humana e sua jurisdicização, que em breve farei publicar. Estou em busca de uma Editora. Neste livro teço muitos e muitos comentários acerca desses assuntos. Meus amigos precisamos urgentemente dar mais crédito às coisa do plano espiritual. Essa é a REALIDADE do Universo.
    Daniel Gomes

    Thumb up 0
  37. Sentimentos e emoções podem ser provocados por produtos químicos (um dos sintomas claros de uso de anabolizante, por exemplo). Memórias podem ser forjadas. O cérebro pode ser enganado de diversas formas por ilusões provocadas ou não (tem aquela experiência de dar um beliscão em um boneco e a pessoa achar que recebeu o beliscão e até sentir a dor – pura ilusão). Com tanta coisa ilusória, como é que alguém pode afirmar com certeza que existe alma? O que é mais certo é que a experiência que nós chamamos de consciência (ou auto-consciência, não confundir com o “sentimento de culpa” ou coisa parecida) reside no cérebro, depende dele para se manifestar. Se ao tocar um objeto frio você tem a sensação de frio e isto acontece junto com uma atividade cerebral, se imaginar um movimento faz com que os centros motores do cérebro sejam ativados da mesma forma que quando nos movimentamos, que prova melhor de que tudo acontece no cérebro?

    Eu acharia difícil acreditar que a consciência está no cérebro se o cérebro não tivesse nenhuma atividade elétrica quando estamos conscientes ou fazendo algumas coisas que dependeriam apenas da consciência, como meditação, mas não é o caso: o cérebro só cessa as atividades quando morremos. E nenhum cérebro permanece em atividade depois da morte. Posso estar enganado, mas até onde eu percebo, para todos os efeitos, a consciência está, sim, no cérebro. Posso estar enganado, mas será que sabemos tanto assim sobre o funcionamento do cérebro e sobre a natureza da consciência para poder descartar o cérebro como sendo a residência da consciência?

    Alguém aí tem um modelo completo do cérebro, explicando todos os fenômenos neurológicos, e que descarta completamente a possibilidade de que a consciência esteja no cérebro?

    Thumb up 3
  38. Falar em alma, espírito, etc. é o mesmo que falar em célebro. Tudo isto é a mesma coisa. Animais tem célebro ou alma ou espírito, etc e o homem tem célebro ou alma ou espírito, etc.
    Resultado: O que existe realmente é o célebro, o resto é besteira.
    Invensão popular (baseado na religião).

    Thumb up 1
  39. Fábio.
    Concordo com você e faço um adendo. Acredito que não só o homem e os animais tem alma, mas também o reino vegetal e mineral, pois tudo é criação do Altíssimo. Alma talvez não seja o termo correto, mas todas as coisas criadas tem algo de sagrado e merecem nosso respeito.

    Thumb up 1
  40. Jé.
    Todo ‘conceito’ precisa ter uma base lógica para se apoiar. Caso contrário passa a ser ‘preconceito’.
    Veja bem que você diz que até a sua alma está sob comando do seu cérebro. Isto quer dizer que se você perder o cérebro perde também a alma?

    Thumb up 0
  41. Cada um tem um conceito, e isso é o que devemos respeitar.
    Eu acredito na existencia da alma.
    Do meu ponto de vista, a minha conciencia, os meus pensamentos, as minhas atitudes e até minha alma estão sob comando do meu cerebro.
    E a proposito, meus sentimentos pra mim, estão guardados com minha alma.

    Interessante a materia.

    Propoe o que pensar. E isso implica em respeitar o que os outros pensam.

    Thumb up 0
  42. “Concordo contigo Santos, nós temos algo que os outros animais não têm, a nossa alma.”

    admitir isso é tão errado e infantil quanto desacreditar na evolução. Se todos possuem alma, pq os animais não a possuiriam? A cada dia vemos provas de que os animais possuem sensos críticos, emoções, valores e sentimentos tão comuns a nós, humanos.
    Nós não ocupamos uma posição especial na biologia, só demos sorte de sermos “macacos” bem evoluídos. Mas somos tão animais quanto o seu cachorro e uma girafa lá no meio da África que nunca viu um de nós.

    Thumb up 1
  43. Mais uma vez os cientistas erram ao imaginarem que a consciência é algo material que está em algum lugar determinado.
    O cérebro não faz distinção entre algo que está acontecendo agora e algo que já aconteceu a muito tempo. O cérebro não tem noção de tempo. É por isso que quando assistimos a um filme triste ou nos lembramos de algo chocante, ficamos tão deprimidos como se o fato estivesse ocorrendo nesse exato momento. E nesse momento é pura emoção pois não estamos ‘conscientes’. Se acordarmos desse transe emotivo e apelarmos para a CONSCIÊNCIA, vamos ver que papelão estamos fazendo. A CONSCIÊNCIA é imaterial e está totalmente fora da possibilidade de ser detectada.

    Thumb up 1
  44. Concordo contigo Santos, nós temos algo que os outros animais não
    têm, a nossa alma. O cérebro é apenas o local onde ela se
    instala para comandar o nosso corpo, como um comandante de avião. Os nossos sonhos são resultado das “viagens” que ela faz enquanto dormimos.

    Thumb up 0
  45. A diferença está na Vontade.
    Podemos construir robôs capazes de armazenar uma quantidade imensa de informação, isso é memória. Podem também tomar decisões pré-programadas. O que lhes falta?
    VONTADE. Computadores não querem nada. Nunca agem. Apenas reagem.
    A Vontade é que nos torna bons ou maus. A Alma pode se traduzir por Vontade. O desejo é que nos move na busca de conhecimentos e gera a curiosidade. Provavelmente todas as funções cognitivas, a memória, os reflexos, e até o raciocínio lógico estão em nosso cérebro, fisiologicamente falando. Mas onde estará a VONTADE?

    Thumb up 0
  46. Santos:
    “Porque será que custa tanto admitir a existência da Alma?”

    Se tivesse escrito isso no começo não teria que ler tudo o que escreveu. Mas assim, Não dizem nem que sim, nem que não. É que nem Deus ou sei lá o que. Não tem provas contras nem a favor.

    O que sabemos é que foi criado e teorizado pelos humanos. Só isso já é prova contra. O mesmo que Star Wars. Foi criado e teorizado por humanos. O que impede de aquilo não ser real??

    Ciência é feita de provas, estatisticas, testes, conclusões.

    Thumb up 1
  47. Parece que o cérebro não sabe dizer a diferença entre o gosto da maçã e a lembrança do gosto da maçã.

    É algo a se pensar.

    Fora que eu já vi argumentos parecidos com esses no livro Matrix: Bem-Vindo ao Deserto do Real, contestando o materialismo redutivo (a ideia de que os estados mentais são estados físicos).

    Thumb up 0
  48. A meu ver, a consciência não é física. Desde criança estou habituado a ter visões e premonições. Ora, eu acho que o cérebro não tem capacidade para este tipo de fenómenos, porque é apenas um órgão. Pelo menos no caso dos humanos, é possível que o cérebro faça o papel de receptor, ou seja, é como uma televisão, as imagens que vemos não existem dentro da televisão, ela apenas as transmite. Porque será que custa tanto admitir a existência da Alma?

    Thumb up 1
  49. “Além disso, há um problema sobre a memória. Nos acostumamos a pensar em nossas memórias como arquivos armazenados em algum lugar do nosso cérebro. Mas quando lembramos de alguma coisa, estamos pensando em algo que é explicitamente do passado.”

    E o Hipocampo e o Cortex Cerebral,onde entra nessa história?Sabe-se quando se lembra algo, essas partes do cérebro são muito estimuladas.
    Se se estudarem mais profundamente essas áreas,principalmente o cortex e suas outras ramificações como Arquicórtex = inconsciente,Paleocórtex = pré-consciente,
    Neocórtex = consciente,pode se descobrir muita coisa sobre a conciência.

    Thumb up 1
  50. Um computador não teria memória segundo estes céticos,aliás se eles afirmam que é impossível achar a consciência no cérebro, então que provem.

    Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
assistir tv
Como a TV pode te matar

De acordo com um nov...

Fechar