Os 4 maiores erros de quem quer emagrecer (e como evitá-los)

Publicado em 16.01.2013

Diet-Mistakes

Mais um ano começa e milhões de pessoas colocam em prática sua resolução de emagrecer. Infelizmente, não é segredo que poucos conseguirão. “Perder peso é uma das principais resoluções feitas todos os anos, porém apenas 20% das pessoas conseguem perder peso e não voltar a engordar”, aponta a médica Jessica Bartfield, do Loyola Center for Metabolic Surgery & Bariatric Care.

Contudo, o fracasso de uma dieta não é fruto de uma maldição, mas de certos descuidos, apontados a seguir por Bartfield:

1 – Subestimar seu consumo diário de calorias

Sem levar em conta os mínimos (mas constantes) “assaltos” à geladeira, muita gente sequer se dá conta do quanto come ao longo do dia. Outro risco é o de abusar em restaurantes, especialmente bufês, enchendo o prato mais para “provar de tudo” do que para se saciar.

“Preste atenção na hora de se servir e use copos e colheres de medidas para manter as porções razoáveis”, aconselha a médica.

2 – Superestimar a queima de calorias em exercícios

Para perder em torno de 450 gramas, seria preciso queimar/cortar 500 kcal por semana. “É muito difícil conseguir isso apenas com exercícios, e seriam necessários 60 minutos ou mais de atividade intensa por dia”, explica. Seria melhor, portanto, praticar exercícios moderados ou intensos durante 30 minutos em alguns dias da semana; para ajudar a medir o progresso de caminhadas, ela recomenda o uso de um pedômetro.

3 – Refeições em horários irregulares

“Você precisa de uma quantidade constante de glicose ao longo do dia para ter energia e evitar que o metabolismo desacelere”. Eis as sugestões da médica: tomar o café da manhã na primeira hora depois de acordar; fazer um lanche ou uma refeição a cada três ou quatro horas; e evitar ficar mais de cinco horas sem comer.

4 – Sono inadequado

“Estudos já mostraram que pessoas que dormem menos seis horas por dia têm maiores níveis de grelina, um hormônio que estimula o apetite, particularmente por refeições altamente calóricas e ricas em carboidratos”, destaca Bartfield. “Além disso, pouco sono aumenta os níveis de cortisol, um hormônio do estresse que pode levar ao ganho de peso”.

Ela compara o desafio de manter uma alimentação saudável e uma rotina de exercícios a aprender a andar de bicicleta: é difícil no começo, exige prática, mas com o tempo você conseguirá o que deseja. Para facilitar a busca, ela também recomenda o apoio de especialistas: psicólogos, nutricionistas, médicos e, se necessário, cirurgiões.[ScienceDaily, Foto]

Autor: Guilherme de Souza

É jornalista empenhado e ilustrador em treinamento. Curte ciência, cultura japonesa, literatura, seriados, jogos de videogame e outras nerdices. Tem alergia a música sertaneja e acha uma pena que a Disco Music tenha caído no esquecimento.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

2 Comentários

  1. “Para facilitar a busca, ela também recomenda o apoio de especialistas: psicólogos, nutricionistas, médicos e, se necessário, cirurgiões.”

    O principal especialista para essa ocasião, Educador Físico,não foi citado…

    Thumb up 8
  2. Na realidade é necessário um déficit calórico de 3.500 kcal por semana pra perder 1kg de peso corporal.
    Ou seja balancear suas necessidades caloricas diarias junto com uma atividade física. Ex: pra você apenas se manter seu organismo funcionando você precisa de 1800kcal, com atividade diarias mais exercicio 3000kcal (isso é dependendo do grau de intensidade), ou seja pra perder 1kg em uma semana você tera que consumir 2.500kcal por dia.
    Mais ou menos assim que funciona, é matemática pura, lógico que devemos sempre ingerir os alimentos essenciais com proteina, carboidrato, sais minerais e gorduras.

    Thumb up 11

Envie um comentário

Leia o post anterior:
PANSTARRS_discovery_6-6-2011
Cometa se tornará mais brilhante que a lua cheia

Este ano, dois comet...

Fechar