Calvície masculina: tudo o que você precisa saber

Por , em 18.03.2013

Reza a lenda que, se seu avô materno for calvo, você também será. Essa ideia tem alguma base científica? Além disso, por que observar especificamente o avô materno? Em um rápido vídeo ilustrado, Mitchell Moffit e Gregory Brown, do canal do YouTube AsapSCIENCE, respondem essas e outras questões relativas à calvície.

Questão de gênero

Os seres humanos possuem um par de cromossomos sexuais, conhecidos como cromossomo X e cromossomo Y, que determinam o gênero da pessoa. Mulheres têm dois cromossomos X, e homens, um X e um Y.

E onde entra a calvície nessa história? “Estudos mostram que o principal gene relacionado à calvície está localizado no cromossomo X”, explicam Moffit e Brown. Se você é homem e sua mãe possui esse gene, há pelo menos 50% de chance de ele ter sido passado para você (afinal, os homens recebem um cromossomo X da mãe; do pai, recebem o Y). “Assim, a calvície é parcialmente hereditária e passada pelo lado paterno para mulheres”.

No caso delas, para que a calvície se manifeste, é preciso que seus dois cromossomos X contenham o gene – se for o caso, os filhos homens certamente o herdarão.

Finalmente, por que olhar para o avô materno? “Se o seu avô materno tiver o gene da calvície, ele passou para a sua mãe, já que, para ter uma filha, ele deve passar seu cromossomo X, não o Y”. Assim, um avô materno careca é um forte indicativo de que você poderá desenvolver calvície no futuro – mas não é o único. “Outros estudos relacionam a calvície também a idade, exercícios, nutrição e níveis de estresse”. Além disso, há mais genes relacionados à calvície que não estão presentes no cromossomo X (há alguns no Y e em cromossomos não sexuais).[io9]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 1,00 de 5)

5 comentários

Deixe seu comentário!