Física: os 10 fatos mais bizarros dessa ciência

Por , em 16.11.2009

A física é estranha, não há como negar. As partículas não existem se não como probabilidades, o tempo muda de acordo com a sua velocidade e gatos são considerados vivos e mortos simultaneamente até que você abra uma caixa. Aqui nós mostramos dez dos fatos mais esquisitos possíveis de se encontrar!

Tem mais algum? Coloque-o nos comentários.

Fatos bizarros da física

10. Se o sol fosse feito de bananas, seria tão quente quanto o normal

Física fatos bizarros

O sol é quente, como todo mundo já deve ter reparado. A temperatura do astro se deve ao seu assombroso peso de bilhões de bilhões de toneladas, que cria uma enorme gravidade, colocando o seu centro sob uma enorme pressão. Assim como uma bomba para encher pneus de bicicleta esquenta quando é pressionada, porque a pressão aumenta a temperatura. Enorme pressão leva a uma enorme temperatura.

Se, em vez de hidrogênio, o sol fosse feito de bilhões de toneladas de bananas e ficasse flutuando no espaço, ele criaria tanta pressão, e teria uma temperatura tão alta quanto o sol normal. A única diferença seria que o sol de bananas esfriaria rapidamente, pois o sol queima há bilhões de anos devido à fusão do hidrogênio. » Estranho portal conecta Terra ao Sol

9. Toda a matéria que forma toda a raça humana poderia caber em uma colherinha

Física fatos bizarros

Imagine que o núcleo de um átomo é do tamanho de uma laranja, então significa que os elétrons o estariam circulando a 20km de distância. Tudo o que há entre o núcleo e os elétrons é espaço vazio. Na realidade, os átomos são constituídos por 99.9999999999999% de espaços vazios. Se todos os átomos fossem colocados juntos, retirando todo o espaço entre eles, espremendo-os para que apenas a parte preenchida ficasse comprimida em um núcleo, uma única colher de chá de açúcar da massa resultante seria equivalente a aproximadamente dez vezes o peso de todos os humanos que existem atualmente. » Se você perder sua alma, quanto peso perderá?

8. Eventos do futuro podem afetar coisas que aconteceram no passado

emaranhamento quantico física

As estranhezas do mundo quântico são bem documentadas: a luz, por exemplo, se comporta tanto como uma onda como uma partícula, sendo definida pela observação. Mas as coisas ficam ainda mais estranhas: de acordo com um experimento proposto pelo físico John Wheeler em 1978 e realizado em 2007, a observação de uma partícula pode afetar o que acontece com outra, no passado.

De acordo com o experimento da fenda dupla, se for observado por qual das duas fendas a luz passa, ela é forçada a se comportar como uma partícula. Já se ela é observada quando fica em uma tela por trás das fendas, ela se comporta como uma onda. Porém, se você observar a luz passando pela fenda e então observar o caminho feito por ela, ela será forçada a ter passado por um ou outro caminho. Em outras palavras, a causalidade funciona de trás para a frente, com o presente afetando o passado.

É claro que em laboratório este efeito funciona por minúsculas frações de segundo, mas Wheeler sugeriu que a luz de estrelas distantes que tenha curvado um poço gravitacional possa ser observada do mesmo modo. » Por que a computação quântica é o futuro?

7. Grande parte do universo está faltando

universo física

Existem provavelmente mais de 100 bilhões de galáxias em todo o universo. Cada uma dessas galáxias tem entre 10 milhões e um trilhão de estrelas. Nosso sol é uma estrela bem pequena e fraquinha perto das outras, e pesa muito menos que a maioria das outras estrelas do universo. Existe muita matéria visível no universo, mas isso só corresponde a aproximadamente 2% da sua massa total.

Nós sabemos que há mais por causa da gravidade: apesar da enorme quantidade de matéria visível, ela não chega perto de corresponder à força gravitacional que podemos observar sendo aplicada a outras galáxias. Além da massa que não sabemos onde está, existe a matéria escura, um tipo de matéria não explicada por cientistas, que se supõe que ela pesa aproximadamente seis vezes mais que a matéria comum do universo. » Detector de matéria escura é criado por cientistas

6. As coisas podem viajar mais rapidamente que a luz, e a luz nem sempre viaja muito rápido

luz física

A velocidade da luz no vácuo é uma constante: 300 mil quilômetros por segundo. Entretanto, a luz nem sempre viaja pelo vácuo: na água, por exemplo, os fótons viajam a aproximadamente 75% dessa velocidade. Em reatores nucleares, algumas partículas são forçadas a entrar em outras velocidades, muitas vezes uma fração da velocidade da luz. Se elas passam através de um meio isolante que diminui a luz, as partículas podem passar em uma velocidade superior à da luz.

Quando isso acontece, as partículas causam um brilho azulado chamado de “Radiação de Cherenkov”, que é comparável a uma espécie de explosão sônica, só que com luz. Este é o motivo pelo qual reatores nucleares brilham no escuro.

A velocidade mais baixa percorrida pela luz já registrada foi de 17 metros por segundo através de um recipiente de rubídio esfriado a uma temperatura próxima ao zero absoluto, equivalente a 273 graus negativos, temperatura em que um corpo não conteria energia nenhuma. A luz também já foi forçada a parar por uma força semelhante, mas já que ela não estava em movimento, não podemos considerar a menor velocidade em que ela já viajou. » As 15 coisas mais rápidas do mundo

5. Existe um número infinito de “eus” escrevendo isso, e um número infinito de “vocês” lendo

multiverso física

De acordo com o modelo atual de cosmologia, o universo observável é apenas um de um número infinito de universos que existem lado a lado, como bolhas de sabão em uma espuma cosmológica. Como eles são infinitos, todas as histórias possíveis já ocorreram, e são finitas, pois já houve um número de eventos com um número específico de resultados. O número é absurdamente gigantesco, mas é finito. Este exato evento em que escrevo estas palavras que você está lendo já aconteceu um número infinito de vezes. » O universo chegará ao fim mais cedo do que se pensava

4. Buracos negros não são negros

buraco negro física

Os buracos negros são escuros, mas não são pretos. Eles brilham levemente, liberando luz visível. Esta radiação é chamada de “radiação de Hawking”, em homenagem a Stephen Hawking, que propôs a existência desta luz. Como os buracos negros constantemente liberam luz e assim perdem energia, eles tendem a eventualmente evaporarem se não encontrarem outro tipo de massa para sustentá-los, como gás inter-estelar ou luz.

Buracos negros menores emitem radiação mais rapidamente que aqueles de maior massa, então se o Grande Acelerador de Hádrons conseguir criar minúsculos buracos negros, os cientistas poderão observar a evaporação quase imediata destes fenômenos, além de observar como acontece o fim do buraco negro. » Gigantesco buraco negro é catapultado para o espaço

3. A descrição fundamental do universo não considera a existência de passado, presente ou futuro

tempo física

Segundo a Teoria da Relatividade, o passado, presente e futuro não existem. A organização do tempo deste modo é relativa: eu tenho um, você tem outra, e outros planetas têm outra. A nossa é semelhante, mas não igual, porque nos movemos em velocidades semelhantes.

Se a nossa velocidade fosse diferente, descobriríamos que um de nós envelheceu mais rapidamente que a outra pessoa. Do mesmo modo, uma pessoa que ficasse próxima a um poço de gravidade como a Terra também envelheceria mais devagar que uma pessoa que não estivesse. » Sete coisas que não fazem sentido sobre a gravidade

2. Uma partícula pode afetar outra do outro lado do universo, instantaneamente

partícula física

Quando um elétron encontra um “gêmeo” de anti-matéria, um pósitron, os dois se aniquilam em uma pequena liberação de energia. Dois fótons são liberados a partir da explosão.

Partículas sub-atômicas como fótons e quarks têm uma qualidade chamada de “spin”, o que significa que parece que eles se comportam como se estivessem girando. Quando dois são criados ao mesmo tempo, a direção do spin de um deles tem que cancelar o outro, e cada um passa a girar em uma direção. Devido à imprevisibilidade do comportamento quântico, é impossível dizer qual irá girar no sentido horário e qual irá girar no sentido anti-horário, e até que o spin de algum seja observado, pode-se dizer que eles giram para os dois lados, simultaneamente.

Quando uma partícula deste tipo é observada, ela estará girando em algum dos dois sentidos, e, não importa para qual lado ela vá, a sua “gêmea” começará a girar para o lado oposto instantaneamente, mesmo que isso ocorra do outro lado do universo. Este fenômeno foi demonstrado por cientistas, que mostraram o acontecimento a diversos quilômetros de distância de um laboratório, não do outro lado do universo.

1. Quanto mais rápido você se move, mais pesado você fica

usain bolt física

Se você correr bem rápido, irá ficar mais pesado. Não permanentemente, então não desista da sua dieta e exercícios, mas momentaneamente. A velocidade da luz é a velocidade-limite do universo, então se algo viaja em uma velocidade próxima à da luz e você dá uma forcinha para ela ir mais rápido, essa energia tem que ir para algum lugar: para a massa. De acordo com a Teoria da Relatividade, a massa e a energia são equivalentes, o que significa que, quanto mais energia é colocada em um coisa, maior fica a massa.

Isso não se aplica em velocidades humanas. Usain Bolt, o homem mais rápido do mundo, não tem uma mudança significativa na sua massa enquanto corre, mas em velocidades próximas à da luz, a massa passa a aumentar rapidamente. » O homem moderno é um fracote

[Fonte: Telegraph]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

37 comentários

  • Jeferson Funari:

    Sabe, é realmente muuuito estranho, mas estranho mesmo estar lendo um artigo, comentário ou notícia científica e de repente deparar com a palavra “deus”. Deus é uma mera “palavra” que só deve ter atribuída a sí letra maiúscula no início de uma frase tal como escrito nesta sentença. Todo o caos criado no universo “é” organizado e passível de estudo trazendo a nós o conhecimento através de nossa pobre e limitada “ciência”. “Deus” nada tem a ver com algo tão longinquo, “deus” não se importa com o quanto nós sabemos, “deus” nem sabe que existimos, pois “deus” não existe. E mais fácil acreditar no que está escrito no roteiro de “Homens de Preto” que insinua que somos apenas uma fonte de conhecimento subatômico do que entregar, assim, fácil fácil, nas mãos abstratas de um conforto para os momentos de ignorância e incapacidade de almejar ir além do que já se sabe sobre o caos, a suave responsabilidade de evoluir. Antes de acreditar em “deus”, é preciso ao menos tentar entender o caos que ele supostamente deixou pra trás dizendo ” viren-se que eu tô fora” senão, senhores nem ao menso deveríamos pronunciar essa palavra q de acordo com o que foi discutido exala covardia. Resumindo, nós somos deuses em silêncio em meio ao caos.

    h.

    • Leonardo Rodrigues:

      Perfeito, cara! Receba meu apreço.

  • Gabriel Cardoso:

    “…as partículas podem passar em uma velocidade superior à da luz…” Amigos, mas a FTL não pode ser quebrada, pois segundo Einstein viola a relatividade restrita! Alguém pode explicar isto ? ;SS

    • Cesar Grossmann:

      Gabriel, o artigo fala da velocidade da luz em meios transparentes. A velocidade que não pode ser ultrapassada por uma partícula material é a velocidade da luz no vácuo, c.

      Quando é a velocidade da luz na água, por exemplo, ela é menor que c. E se ela é menor, então abre-se a possibilidade que algum corpo consiga viajar a velocidade superior à da luz – na água.

      Mas a partícula ainda vai estar viajando à velocidade inferior a c.

  • Cesar Grossmann:

    Encontrei a origem desta lista, uma palestra do ex-radioastrônomo Marcus Chown:

    http://www.youtube.com/watch?v=r5x8t-4ewGo

  • Coutinho:

    Se considerar que há vários universos como bolhas, e vários eus, pode ser que haja uma conexão entre os pensamentos de todos eus existentes. E se existir algum atraso em relação ao pensamento de todos eus, por conta da distancia entre esses pensamentos? O Dejá Vu realmente aconteceria por conta dessas fissuras no tempo? Intrigado.

  • Bárbara Peluzo:

    “seu assombroso peso de bilhões de bilhões de toneladas”
    Não seria massa?

    • José Luis Stegel:

      E qual é a unidade de medida de toda e quaisquer massa?
      Peso é a unidade de medida utilizada para medir a massa!
      1kg corresponde à 1000 gramas em gravidade de 1G.
      Tá faltando estudo…

    • Cesar Grossmann:

      Não, José, peso não é unidade de medida. Grama é. Ou quilograma.

      O grama ou quilograma é medida de massa.

      Peso é a força exercida pela gravidade sobre uma massa:
      P=m.g

      A mesma massa, em diferentes planetas, ou diferentes alturas em relação ao mesmo planeta, teria diferente peso.

      Para confundir tudo, ainda existe uma unidade de força chamada o quilograma-força.

  • Alberto Campos:

    Jean P. Carvalho – Não seria tambem: quanto mais rápido voce gira, mais pesado voce fica? Isto justificaria a massa das partículas (boson de higgs), buraco negro de uma galáxia e matéria escura do universo? No universo tudo gira, tudo se atrai e tudo se choca e tudo se funde.

  • Jean P. Carvalho:

    O primeiro item da pesquisa “QUANTO MAIS RÁPIDO VOCÊ SE MOVE, MAIS PESADO VOCÊ FICA” não tem nada de bizarro… é um postulado q. faz parte da física clássica mesmo, algo q. aprendemos (ou aprendíamos) no q. seria o antigo colegial…

  • jodeja:

    Tudo é conectado e se relaciona instantaneamente. Por isso que o poeta disse: “Se amassarmos uma flor, estaremos amassando uma estrela”.

  • Campos:

    Eu tenho umas respostas tão malucas quanto estas. Ver em “Olhando o Universo”.

  • Cristiano:

    “Acredito em Deus para organizar todo esse universo”

    Oras, então como Deus organiza?
    É claro que você não sabe… E é essa a função da ciência, você acreditando ou não na existência de Deus.

    A ciência serve para esclarecer como as coisas funcionam e não para dizer se existe um motivo para elas funcionarem, isso fica por conta da sua subjetividade.

    “DESDE QUE OS HOMENS DEIXARAM DE CRER EM DEUS…. ELES ACHAM QUE PODEM ENTENDER TUDO, INCLUSIVE O ÁTOMO E O UNIVERSO.”

    Desde que um homem acredite em Deus, ele acha que entende tudo, porém, na realidade, não entende. Ele simplesmente atribui o entendimento a divindade e não procura investigar.

    • Renato:

      Pô deixa Deus de fora! O objetivo da ciência é tentar entender a natureza, não precisa do conceito de um “deus”. talvez Deus tenha feito isso para que todos os povos tenham acesso as maravilhas da Ciência independente de religião. Lembre-se o que é deus para um povo pode não ser para outro. É sacal misturar ciência com religião.

  • michel:

    o wanderson em 26/01/2010 falou tudo.

    mas pra mim, já que deus perdeu o controle e estamos nos caos. e como a ciencia tambem perdeu o controle e nao sabemos de nada!, creio que uma fusao dos dois possa nos trazer respostas ou um velho-novo parceiro 😉

  • ROBERTO CASTRO:

    DESDE QUE OS HOMENS DEIXARAM DE CRER EM DEUS…. ELES ACHAM QUE PODEM ENTENDER TUDO, INCLUSIVE O ÁTOMO E O UNIVERSO.

  • Laboceta:

    Que bom

  • jose nilson:

    extasiante
    ficção científica ou ciencia pura?

  • Campos:

    Em cosmologia tudo é empírico, é especulação. Não se pode ir lá para comprovar nada. Os buracos negros galácticos são supermassivos sem ter massa. É apenas a força de gravidade da galáxia que se concentra no buraco negro. Esta força de gravidade autíssima faz este centro girar e a força centrífuga empurra toda a matéria para as bordas do buraco negro (horizonte de eventos) causando um atrito com matérias de menor velocidade e causando jatos de matéria e energia que são enviados para o espaço. O buraco negro não se evapora e não se acaba. É uma energia e não pode ser destruido; é eterno. Faz este buraco negro girar etenamente (um moto contínuo). O universo tambem é eterno. Isto será melhor explicado no blog:
    http://www.olhandoouniverso.blogspot.com

  • Ruben Zevallos Jr.:

    Muito interessante o artigo

  • Wanderson:

    Gostei da frase:Deus não é importante para a ciência.

    Deus não é importante para Ciência se for levado em consideração como um ser antropomórfico,cheio de virtudes e defeitos humanos como as religiões tradicionais costumam considerá-lo e essa é a imagem que a maioria dos cientistas tem de Deus graças a religião.
    Contudo,se considerarmos Deus como a inteligência suprema muito além da nossa compreensão as coisas podem ser diferentes.
    Geralmente as teorias científicas sobre o universo são como um quebra-cabeças complexo que o homem tenta em vão solucionar,e por não conseguir,chega a conclusão de que se houve uma inteligência por trás de tudo,ela perdeu o controle em algum ponto da eternidade,dado a aparente caos que há no universo.
    A verdade é que não sabemos absolutamente nada sobre tudo e ficamos cada vez mais perplexos a medida que mergulhamos mais e mais no infinito e por não conseguir juntar o quebra cabeças do universo,o homem frustrado diz pretenciosamente que “Deus não existe” ou não é importante para solucionar o caos de teorias em que a ciencia humana se perdeu.

  • lucas:

    Por favor gente sem discussões religiosas realmente deus não importa para a ciência então… super legal essa matéria algumas coisas ai eu nem sonhava em pensar já outras eu já tinha refletido como a de toda a matéria caber em uma colher(não assim mas já pensei que somos feitos de 99,9% de vácuo) e a que uma particula pode afetar outra e chamado de efeito borboleta, pode algo que acontece aqui afetar o outro lado do mundo?? isso só tirou minha duvida

  • eEUcomISSO:

    vendo algumas dessas explicações me senti envolta de explanações da teosofia.
    e só.

    Fuiz!

  • Vivian:

    JnK concordo com você Deus não é importante para a ciência,afinal pode até atrapalhar, mas infelizmente ainda com tanta tecnologia e provas cientificas existem pessoas que acreditam no criacionismo, bom não tenho nada contra se alguem quiser viver em sua pura ignorância o problema é dela, mas é graças a mentes questionadoras e críticas que temos toda essa tecnologia, pois, se o homem vivesse aceitando tudo que é estabelecido, a nossa sociedade não alcançadia tal evolução.

  • UlyssesV:

    Na verdade há vários erros técnicos no artigo e eu não culpo o autor, são minúcias que apenas aqueles que estudam física quântica com detalhes que compreendo, entretanto, não posso me furtar a deixar claro sobre o nº 001 que na verdade a Massa não aumenta e sim sua Massa Relativa, ou seja, você fica como se possuisse uma massa maior e não que você adquira realmente tal Massa, e é simples o entendimento, se você ganhasse massa de verdade da onde seria essa massa? criaria-se massa e a teoria de Lavoisier seria perpassada?
    Maioria lê e pensa que realmente você fica ‘gordo’, tal qual o trocadilho feito…

  • JnK:

    Márcio, nos poupe. Deus não é importante para a ciência.

    • CiencieBR:

      Deus existe, as descobertas revelam a magnitude de Deus. Pessoas ignorantes não são importantes para o mundo, na verdade para nada, a não ser que mudem seu modo de pensar. Se sabe tanto deveria observar que o mundo que temos e a nossa existência não é sem projeção, mero caso do que conhecemos, temos muito a descobrir e há coisas que só em um futuro breve perceberemos, o mundo foi feito para nós, não esse digo, mas enfim, DEUS EXISTE SIM, e se houve o big bang foi Deus quem criou tudo para assim acontecer, pois Deus sempre existiu, mesmo não precisando deixou evidências, a bíblia, e os acontecimentos dela são comprovadas pela ciência sr.

  • Márcio:

    Aff… Quase tudo não passa de teoria e muitas delas, são erroneas. Muito incostante! Acredito em Deus para organizar todo esse universo!!

  • Bruno:

    Sinistro! Tudo que eu vejo aqui geralmente é interessante o/

  • michel:

    o moto perpetuo como tu disse nao eh possivel fisicamente, mas c essa pressao fosse do tamanho do sol, tvz durace bastante tempo um moto-finito 😀

  • Léo Diniz Bezerra:

    Olha, era isso que eu queria.
    Mesmo sendo um adolescente, a questão do tempo (3º Lugar) É CONFUSA E AO MESMO TEMPO INTERESSANTE. Ainda imagino se isso pudesse ser colocado em prática. AINDA HÁ TEMPO, CERTO? Até lá, o Hypescience é meu site favorito, se não, um deles.

  • daniel:

    muito boa postagem, parabéns!

  • Paulo Bottarelli:

    No artigo “Se o sol fosse feito de bananas, seria tão quente quanto o normal”, existe um trecho que diz “… porque a pressão aumenta a temperatura. Enorme pressão leva a uma enorme temperatura.”, expondo uma lei física inexistente e errônea. Se fosse assim como está dito, poderíamos criar um moto-perpétuo…

    • tommy lommy:

      sobre a polêmica da frase “pressão aumenta temperatura”:

      Para um gás ideal a volume constante,

      P = constante x T.

      Não consegui ver o erro conceitual…
      onde está ele?

  • Paulo Bottarelli:

    No artigo “Se o sol fosse feito de bananas seria tão quente quanto o normal” existe a exposição de um conceito físico errôneo. O trecho “…porque a pressão aumenta a temperatura. Enorme pressão leva a uma enorme temperatura.” não tem fundamentação alguma. Ou então poderíamos com essa “lei” criada pelo autor, construir um moto-perpétuo.

  • Darcy Brito:

    As notícias sobre o Universo,do Hypescience, são bastante interessantes. Faz com que a gente se sinta um fiapo de nada em relação a essa infinidade. Sempre relaxo em relação a tudo quando penso cosmicamente.

Deixe seu comentário!