Brasileiros encontram cogumelos que brilham no escuro

Por , em 14.08.2008

Uma expedição de micologistas brasileiros e americanos descobriu cogumelos bioluminescentes que emitem luz 24h por dia.

Nas profundezas do que restou da mata atlântica a coleta deve ser feita pela noite, porque apesar do fungo brilhar o tempo todo, ele é mais fácil de ser observado de noite. Repentinamente, enquanto os pesquisadores andavam por um breu tão denso que não os permitia ver suas mãos na frente de seus rostos eles olharam para o chão e sentiram que estavam olhando para o próprio céu. Eles descobriram que tratava-se de uma espécie desconhecida de cogumelos que eles batizaram de Mycena asterina (pequenas estrelas).

Mais adiante na floresta eles encontraram uma árvore brilhante coberta de cogumelos Gerronema viridilucens, outra nova espécie. Logo ao lado, em um tronco caído eles encontraram a luminescente Mycena fera. Apenas naquela noite eles encontraram oito novas espécies de cogumelos luminescentes, uma concentração maior do que já se viu em qualquer outro local da Terra.

Existem cerca de 85 mil espécies no Reino Fungi e 9 mil delas são cogumelos. Mas conhecemos apenas 65 espécies de fungos bioluminescentes.

Porque eles brilham? Os dados atuais sugerem que a biolumenescência serve para atrair animais noturnos que ajudam a dispersar seus esporos. Essa habilidade adaptativa seria especialmente importante em florestas fechadas onde a dispersão pelo vento não é possível. Outras espécies brilham para atrair os predadores de insetos que se alimentam de cogumelos… convém ser amigo do inimigo do seu inimigo! Alguns brilham por razões ainda sem explicação. [LiveScience, LBF USP]

Imagens: Mycena lucentipes no topo e Mycena luxaeterna abaixo.

fungo brilhante bioluminescência

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 4,50 de 5)

31 comentários

  • Arthur Meirelles:

    Pergunta os cogumelos perdem sua luz quando arrancame os cogumelos do chão?

  • walcyr:

    Quase quatro anos…

  • Luks Da Luz:

    Eu não acredito nisso, se existe sessenta e tantas espécies, por que só comentam sobre elas na net? se fosse verdade já teria cientista tentando descobrir como utilizar essa forma de iluminação nas nossas residências não é mesmo? imagine o capitalismo que isso envolve…Ciêntistas brasileiros…puxa…por que os de outros países trabalham em pesquisas têm sucessos e sempre apresentam coisa novas estando anos luz a nossa frente…num precisa inventar pra conseguir crédito de algo tbm né…

  • kinji ujorde:

    quem sabe que é um vaga-lume vestido de cogumelo

  • jenifer:

    achei muito legal esses tipos de fungos brilhantes pois existi 71 especies mais so conhecia uma a neopothones acho mais agora conhço tres e os fungos brilhantes re aparecero pois nao encomtrvao desde 1840 e foi muito legal e agora encomtrarao no piaui e e interessantissimo pq e uma coisa facinante mesmo fungos brilhantes quem ia imagina isso e so a mae natureza mesmo

  • @john_the:

    o link aí, mostra fotos de cogumelos bioluminescentes que eu encontrei duas noites atrás, eles ainda brilham 48hrs depois, um amigo meu, ficou com outros cogus, fez o chá mas “não dá onda”, segundo ele

  • Jaime:

    Confirmo que existe mesmo algo na mata atlântica que tem uma luminosidade avermelhada muito forte. Pude ver isto quando atravessava a mata numa noite de muita chuva. Em certo trecho de barranco pude ver algo com cerca de 80 cm de comprimento e uns 2cm de diâmetro/largura. Não foi possível analisar pela circunstância, a pressa de sair da mata e falta de lanterna (Colônia paulista 1973).

  • Bárbahra:

    Beeem legal, eu acredito em cogumelos que brilham pois como falam a natureza é surpreendente !!
    Estou fazendo um trabalho sobre fungos e se alguém souber
    me manda no twitter @babismariotti
    abç

    • Júlio Cesar M. Marinatto:

      Oi,Bárbara!
      Tive uma experiência, por duas vezes,dentro da mata atlântica,com alguma coisa tipo cogumelo que brilha muito durante à noite.Sou evangélico pentecostal da igreja Assembléia de Deus em Leopoldina/MG, e tiramos uma noite para orar a parte num lugar onde poderíamos ficar mais a vontade para adorar a Deus, escolhemos um lugar na sítio de um pastor, amigo nosso. Subimos ao monte por volta da 00:00hs e ficamos dentro da mata durante algumas horas, e pudemos contemplar,um fato que nos chamou muita a atenção.Estávamos orando, clamando pela pessoa do nosso Salvador Jesus Cristo, quando olhamos ao nosso redor o local estava tomado,por vários pontos luminosos na mata,bem próximo a nós, no chão, nas folhas…a princípio era a manifestação de Deus,pois achamos que as folhas estavam pegando fogo;era bem notório aos nossos olhos,como sou curioso, muito curioso,levei uma amostra daquele material para olhar em casa.Percebi que no pedaço da folha que levei estava um material tipo um pedacinho esponjoso de um cogumelo,bem pequeno e que na falta de luz, brilha como um led(não é vagalume como todos conhecemos, acende mesmo)é um pedacinho de cogumelo,quando vc oleva para um lugar iluminado vc percebe que é algo parecido a liquen(verde clarinho) que aparece nos troncos de algumas arvores, mas que brilha como um led na total falta de luz.Gostaria de saber um pouco mais a respeito do assunto, se é que vc tem conhecimento dele, ou tem algum relato acerca!Desde já agradeço.

  • Daniel:

    Putz, bem legal msm.. Será que é mais fácil usar os genes da Medusa ou desses cogumelos pra fazer uma planta fluorescente ?
    Agora vai ser cogumelo verde ao invés de azul x)
    Bem q eles podiam ser azuis, pra ficar igual neon *-*

  • Guto antunes:

    Isso e uma MENTIRA,sou aluno de biotecnologia e não existem especies bioluminecentes, essa luz se deve a uma substancia quimica.Quando os cientistas estavam na floresta por alguma razao deveria ter essa substancia,mas e estranho pois essa substancia e sintética para nao dizerem que sou tolo e so to falando merda aqui esta a formula:

    1. Faça um fungo artificial. A receita mais comum é a BZ reaction (de Beta Zeta2 Reticuli) : envolve uma mistura de [Ru(bipy)3]Cl2, 0.002 M ; [CH2(COOH)2], 0.275 M ; [KBrO3], 0.0625 M ; [H2SO4], 1.5 M. Com luz UV, ela emite uma fosforescência a cada período do fractal. Substrato: ácido malônico, liberando CO2.

  • Npg:

    foi otima essa incrivel descoberta
    poucas pessoas acreditam nisso
    seria melhor se tivesse + fotos desses cogumelos
    e poderia mesmo dar como lampada e claro sem abuso da natureza…….

  • luiz fernando benzatti:

    essa noticia e muito interessante, meio mágica mesmo.
    muitas vezes nem percebemos o brilho da natureza
    a nossa volta, com milhares de imagensformaslições saltando aos nossos olhos

  • joiao vieira:

    eu acredito sim pois ja vitaturanas minhocas vagalumes,e tambem quando fomos fazer oraçoes em uma montanha,aconteceu este fenomeno na natureza em baixo de nossos juelhostudo se iluminou,nao sei se foi a fe ou acaso da energia eletrostatica. joao um abraço

  • André:

    Tem um que dá no estrume da vaca que também brilha no escuro… basta que você coma um deles antes que os outros passam a brilhar…

  • cyro:

    sou estudante de biologia e ja tive o prazer de achar um cogumelos desses no mato perto de uma cachuera,quase nao acreditei…foi a coisa mais loka do mundo.eu fazendo biologia desconhecia que existia algo dessa magnitude no brasil ainda mais no mato grosso foi uma oportunidade unica.

    gostaria que pesquisadores brasileiros dessem mais importancia para avasta biodiversidade do brasil,ja que os brasileiros nao dao os outros dao.um abrao.

  • Otacir Jo´se Mendes Soares:

    Interessante está matéria, parabéns equipe da Hypescience.

  • Wanderson:

    Muito viagem…

    Será que também são alucinógenos?

  • Rafael Oliveira:

    Lamentável ter pesquisadores estrangeiros no Brasil. Quero saber se tem pesquisadores brasileiros explorando nos Estados Unidos? Só espero que os benefícios das descobertas sejam integralmente a favor do povo brasileiro.

  • Marcelo:

    NÃO DÁ UMA BRISA, PONTO FINAL. CUIDADO PRA NÃO SAIR COMENDO VENENO POR AÍ !

  • pingow:

    Deixa doido ou n ??
    kkkkkkkk

  • juan:

    Será q da uma brisa?????’

  • gilberto:

    vai facilitar aquelas luzes de clubes de dança

  • Alexandre:

    Fantástica a descoberta dessas espécies que quase foram extintas no anonimato do desaparecimento da mata atlãntica. Pena não termos mais fotos dos “achados” para podermos apreciar…

  • Jean:

    uahuahuahua vo cultivar uns para iluminar minha sala na hora de ver um filme!

  • Ozzy:

    …esse cogumelo deve dar uma boa LUZ!!!!!!! ………

  • Guilherme Mar:

    Aidéia do alex é boa, e talvés esses cogumelos, podem explicar muitas coisas brilhantes que o povo vê ediz que é um extraterrestre, porque não? é de se pensar!

  • Walcyr Maria Prado Galli Martins:

    Essa notícia é particularmente interessante, meio mágica mesmo! Gostaria de saber em que região de mata atlântica foram encontradas essas maravilhas naturais.

  • Nathan:

    já ouvi fala deles antes.. Mas eles será q tem algum efeito alucinógeno?!?!

  • Silvia Stela:

    Achei fantástica a descoberta. Terão as propriedades dos bons cogumelos comestíveis?.

  • alex:

    puts, gostei disso.
    quem sabe eles não fazem uma lâmpada que nunca apaga e não gasta energia… hehehe

Deixe seu comentário!